Avanço dos ecologistas em eleição na Áustria recompõe cenário político

Sebastian Kurz / Facebook

O chanceler austríaco Sebastian Kurz

O partido de extrema-direita austríaco FPO descartou neste domingo (29) seu retorno a um governo de coalizão ao lado dos conservadores liderados por Sebastian Kurz, 33 anos.

O partido de Sebastian Kurz (OVP) obteve 37% dos votos nas eleições legislativas realizadas neste domingo (29) e deve voltar ao poder. Para obter maioria parlamentar, Kurz poderá compor com a bancada ecologista, que surpreendeu na votação.

De acordo com projeções da TV pública austríaca, a extrema direita obteve apenas 16% de sufrágios, ficando atrás dos socialistas, que conquistaram 21,8% dos votos, quatro pontos a menos do que nas eleições de 2017, compondo assim mesmo a segunda maior bancada no novo Parlamento.

A principal surpresa da eleição foi a votação expressiva nos candidatos ecologistas. Os verdes retornam ao Parlamento em Viena depois de obter 14,1% dos votos, contra menos de 4% nas eleições de 2017. Os liberais pró-europeus da legenda NEOS obtiveram 8%, segundo projeções.

“Estamos nos preparando para ficar na oposição”, disse o líder de extrema direita Norbert Hofer, nada satisfeito com o resultado das eleições provocadas pelo escândalo que ficou conhecido como Ibizagate. “Precisamos reconstruir o partido”, acrescentou. As projeções indicam um recuo de dez pontos da direita nacionalista xenófoba, após a revelação de um suposto financiamento russo ao partido.

Kurz sai fortalecido

A popularidade de Kurz não sofreu com a tempestade que derrubou, em maio, seu primeiro governo, formado com os nacionalistas do Partido da Liberdade da Áustria (FPO). Neste domingo, o político conservador conseguiu melhorar em seis pontos o desempenho de seu partido nas urnas, em comparação com a eleição disputada há quase dois anos.

A coalizão de ultradireita, alinhavada em dezembro de 2017 e apresentada como modelo para a Europa diante da ascensão dos nacionalismos, implodiu após 18 meses. A aliança não sobreviveu às revelações comprometedoras do então chefe do FPO e número dois do governo, Heinz-Christian Strache, escândalo batizado de Ibizagate.

Em maio, a imprensa alemã revelou um vídeo filmado com uma câmera escondida em Ibiza (Espanha) em 2017, em que Strache era visto propondo participações em contratos públicos a uma pessoa supostamente ligada a um oligarca russo. Em troca, ele pedia apoio financeiro.

Strache teve que renunciar e Kurz expulsou o FPO de seu governo. Alguns dias depois, o próprio Kurz foi destituído como chefe do Executivo por meio de uma moção de censura.

Jogo de alianças

Com esses resultados, o partido de Kurz deve demorar várias semanas para costurar uma nova aliança de governo. Os socialistas declararam não estar interessados em governar com os conservadores.

Kurz poderá operar um giro de 180 graus, aliando-se com liberais e verdes, após uma campanha marcada pelas questões climáticas. Mas teria de fazer muitas concessões nas áreas de meio ambiente e imigração. Qualquer opção é arriscada.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Vacina covid-19. As respostas para as 10 perguntas mais procuradas sobre vacinação nas últimas 24 horas

A aprovação da CoronaVac (Sinovac/Instituto Butantan) e da CoviShield (FioCruz/Universidade de Oxford/AstraZeneca) representou um enorme avanço para conter a pandemia de covid-19, que já vitimou quase 210 mil brasileiros. Essas duas vacinas são as primeiras …

Satélites Starlink agora são invisíveis a olho nu, mas não para telescópios

Quando a SpaceX lançou as primeiras 60 unidades da rede Starlink em maio de 2019, a comunidade científica expressou preocupações, prevendo que as observações astronômicas seriam afetadas pelo brilho das unidades que compõe a constelação …

Sites de Apostas Legalizados no Brasil: fique atento

Com o crescimento dos sites de apostas esportivas, é preciso ficar atento a quais deles atuam de maneira legal no mercado e quais estão trabalhando ilegalmente. Infelizmente, os novatos no mundo das apostas podem acabar tendo …

Europa e EUA exigem que Rússia liberte Alexei Navalny

Detenção do ativista russo gera onda de condenações no Ocidente, sendo classificada como tentativa inaceitável de silenciar o crítico de Putin que foi alvo de envenenamento. Juiz determina prisão preventiva por 30 dias. A União Europeia, …

"O que vai curar a economia é a vacinação", diz economista do setor de comércio brasileiro

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) reduziu a previsão de crescimento do setor mesmo com o início da vacinação. Para discutir a questão, a Sputnik Brasil conversou com Fábio Bentes, …

Covid-19: Austrália não deve reabrir fronteiras antes de 2022

A Austrália não deve reabrir suas fronteiras para viajantes estrangeiros em 2021, apesar do avanço das campanhas de vacinação em todo o mundo. A afirmação é do secretário da Saúde, Brendan Murphy, um dos …

Burger King revela seu 1º sanduíche 100% vegano

As lojas britânicas do Burger King agora têm um sanduíche inteiramente vegano. Desde o último dia 11 de janeiro a rede de fast food disponibiliza em seu cardápio no país o Vegan Bean Burger, um …

Novo implante controla fome e pode substituir cirurgia bariátrica

Um implante simples de um dispositivo sem fio, que controla o apetite, pode substituir a cirurgia bariátrica. Ele foi criado por médicos e pesquisadores da Universidade A&M do Texas, EUA e pode ajudar na perda de …

Amazon abre tecnologia da Alexa para montadoras de carros e outras empresas

A Amazon anunciou nesta sexta-feira (15) que dará a empresas terceiras a possibilidade de acessar a inteligência artificial central que sustenta a Alexa, a assistente de voz da marca. E as montadoras de automóveis serão as …

Com abstenção recorde de 51,5%, ministro da Educação considera Enem um 'sucesso'

A abstenção no primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, realizado neste domingo (17), foi recorde e atingiu 51,5%. O nível de abstenção supera o pior índice registrado até agora, em 2009, quando …