Baleias da Groenlândia têm canções de acasalamento tão complexas quanto o jazz

As baleias da Groenlândia emitem sons tão variados que podem ser comparados a música jazz devido ao som fluido, improvisado e complexo.

Segundo com um novo estudo, publicado nos Proceedings of the Royal Society, as Balaena mysticetus, também conhecidas como baleias da Groenlândia, emitem sons tão variados e cantos tão complexos que podem ser comparados com músicas de jazz.

Esses animais, que vivem próximo do arquipélago norueguês de Svalbard, podem ser uma espécie única entre todas as baleias e mesmo entre os mamíferos.

De acordo com a pesquisa, essas baleias polares emitem sons que podem ser tão variados como os dos pássaros canoros, ou seja, as 4 mil espécies de aves que têm órgãos vocais bastante desenvolvidos (entre elas o sabiá, o rouxinol e a andorinha).

Kate Stafford, pesquisadora na Universidade de Washington, nos EUA, e líder do estudo, explica que, “se o canto da baleia jubarte é como música clássica”, por ter uma ordem bastante clara, o da baleia da Groenlândia “é como jazz”, por ser um tipo de som fluido, improvisado e complexo.

“Ao analisarmos as gravações que fizemos ao longo de diferentes invernos, as canções não se repetem. E a cada estação, há uma série de novas canções”, explica.

Bering Land Bridge National Preserve / Wikimedia

Balaena mysticetus, também conhecida como baleia da Groenlândia

Acasalamento e caça

Durante três anos de observação, o grupo de baleias produziu 184 canções únicas. As vocalizações foram detectadas em qualquer momento do dia e ao longo da maioria do inverno de cada ano, quando se dá a época de acasalamento destes animais.

“O alfabeto das baleias da Groenlândia tem milhares de letras”, disse Stafford à BBC. “Enquanto a canção de uma jubarte pode durar entre 20 a 30 minutos, uma canção de uma baleia da Groenlândia pode ter de 45 segundos a dois minutos, repetindo-a várias vezes”, explica.

Outra diferença é que, enquanto as jubarte cantam canções semelhantes ao longo de uma temporada, as baleias da Groenlândia variam o tipo de canção numa questão de horas ou dias. Esse é um fenômeno incomum, já que a maioria dos mamíferos emite sons de acasalamento específicos e repetitivos, que não variam.

No entanto, os cientistas ainda não conseguiram determinar por que há uma diversidade tão grande de melodias e se, por exemplo, esses animais cantam a mesma coisa durante toda a vida ou se muda de uma estação para outra.

Não foi possível contar o número de animais do grupo através das gravações realizadas mas trabalhos anteriores na mesma região estimam que sejam pelo menos 343 baleias.

“É um mistério que será difícil de solucionar”, afirma Stafford. “Mas ser capaz de ouvir o que ocorre sob o gelo nesse local remoto é incrível”.

Espécie ameaçada

As baleias da Groenlândia podem viver até os 200 anos e têm a habilidade de quebrar uma barreira de até meio metro de gelo. Infelizmente, sua capa de gordura é também a mais grossa entre todas as espécies de baleias, o que fez com que começassem a ser caçadas no início dos anos 1600.

A redução do número dessa espécie e as duras condições do seu habitat natural fizeram com que fossem pouco estudadas. Por outro lado, outros grupos da espécie, como as do Ártico Ocidental, são mais estudadas graças ao conhecimento acumulado pelos povos nativos do Alasca, explica Stafford.

Mas, ainda assim, sabemos “relativamente pouco” sobre a espécie, afirma. No mundo, existem apenas cerca de 10 mil baleias da Groenlândia.

Ciberia // BBC / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Queiroga testa positivo para covid-19 e fica em Nova York

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testou positivo para covid-19 durante a viagem a Nova York, na comitiva do presidente Jair Bolsonaro, e ficará em isolamento na cidade, comunicou nesta quarta-feira (21/09) a Presidência da …

Vulcão em erupção nas Canárias: o cenário 'desolador' enfrentado por moradores afetados pelo Cumbre Vieja

Juan Vicente Rodríguez ainda não chegou às lágrimas, mas ele garante que no final "todos vão acabar chorando". Morador da ilha canária La Palma, Rodríguez observa nas redondezas os rios de lava do vulcão Cumbre Vieja …

Anistia Internacional acusa empresas farmacêuticas de deixar países pobres sem vacinas anticovid

A ONG Anistia Internacional divulgou um relatório nesta quarta-feira acusando os grandes grupos farmacêuticos que produzem vacinas contra a Covid-19 de alimentar uma crise de direitos humanos sem precedentes. Por essa razão, a entidade …

Descobrem na Espanha dezenas de pegadas de espécie extinta de elefantes

Paleontólogos descobriram em Huevla, na Espanha, em um sítio da época do Pleistoceno Superior, trilhas e rastros de elefantes recém-nascidos e juvenis atribuídos a elefantes de presas retas (Palaeoloxodon antiquus). Os elefantes de presas retas são …

Na ONU, Bolsonaro defende ineficaz "tratamento precoce"

O presidente Jair Bolsonaro usou nesta terça-feira (21/09) seu discurso de abertura da 76ª Assembleia-Geral das Nações Unidas para defender o desacreditado "tratamento precoce" promovido pelo seu governo, que consiste num coquetel de drogas ineficazes …

Turismo em reservas naturais federais no Brasil triplica em 13 anos

Cerca de 15 milhões de turistas visitaram reservas ambientais federais no Brasil em 2019, uma alta de 300% nos últimos 13 anos. Se por um lado esse aumento reflete um maior interesse dos brasileiros em …

Presidente do Conselho da UE acusa EUA de "falta de lealdade" após ruptura de contrato com a França

O presidente do Conselho da União Europeia, Charles Michel, acusou nesta segunda-feira (20) os Estados Unidos de falta de lealdade depois que a Austrália cancelou um amplo contrato com a França para comprar submarinos …

Morcegos das cavernas de Laos podem revelar origem da COVID-19

Descobriu-se que os morcegos que habitam as cavernas do norte de Laos transportam um coronavírus que compartilha uma característica importante com o SARS-CoV-2, dando pistas aos cientistas para desvendar a causa da COVID-19. Uma equipe de …

Em Nova York, Bolsonaro vai se reunir com Boris Johnson

O presidente Jair Bolsonaro viajou neste domingo (19/09) para Nova York, nos Estados Unidos, onde participará nesta semana da Assembleia Geral das Nações Unidas e terá seu primeiro encontro bilateral com o primeiro-ministro do Reino …

Os softwares de home office mais importantes

A pandemia de COVID-19 obrigou muita gente a trabalhar a partir de casa. Nesse momento, se uma pessoa pode fazer seu trabalho em home office, ela deve seguir este caminho. Toda essa situação ajudou as empresas …