Califórnia pode se dividir em 3; e faz referendo para decidir

sasha / Unsplash

Los Angeles ficaria na Califórnia, enquanto São Francisco ficaria na Califórnia do Norte e San Diego na Califórnia do Sul

Em novembro, os eleitores da Califórnia serão chamados às urnas para decidir se o Estado deve se dividir em três. Uma iniciativa popular garantiu o número de assinaturas necessárias para tornar a proposta elegível.

Se os eleitores assim decidirem, em alguns anos, a Califórnia poderá se dividir em 3 estados: Califórnia, Califórnia do Norte e Califórnia do Sul.

A proposta, apresentada em setembro do ano passado através do sistema radical da democracia direta californiana, argumenta que o Estado tem seis vezes mais população que a média dos EUA (39 milhões de habitantes), sendo também duas vezes maior que a média (um pouco menos que o território da Espanha), segundo o El País.

O Estado é dotado de “enormes e diversificadas economias que incluem agricultura, energia, tecnologia e entretenimento”. A atual representação política não é suficiente para responder à população e economia e, por isso, o Estado da Califórnia é “ingovernável“.

De acordo com a BBC, a proposta partiu do multimilionário Timothy Draper, que teria conseguido reunir mais de 400 mil assinaturas, tornando-a elegível.

Já em 2014, o investidor de capitais de risco de Silicon Valley tinha apresentado sem sucesso uma proposta para dividir a Califórnia em 6 estados. Na época, Draper não teria conseguido o número de assinaturas necessárias. Para levar uma proposta a votação, é necessário recolher um número de assinaturas equivalentes a 5% dos votos conseguidos pelo governador na última eleição.

Caso a iniciativa seja aprovada, o executivo solicitará ao Congresso dos EUA que divida a Califórnia em 3 estados. O estado chamado de “Califórnia” compreenderia 6 condados entre a costa de Los Angeles e Monterrey. Já a “Califórnia do Norte” abrangeria San José, San Francisco e toda a região que resta a norte, com 40 condados. Por último, a “Califórnia do Sul” se estenderia a todo o interior, de Fresno a San Diego, contabilizando 12 condados.

Após a divisão, os “novos” estados seriam o oitavo, o quinto e o quarto mais populoso dos EUA, respectivamente, tendo entre 12 a 14 milhões de habitantes cada.

O documento apresentado assinala ainda que os cidadãos de um estado tão grande ficariam melhor servidos por três governos estatais menores, que preservariam as fronteiras das cidades e das vilas.

Esta proposta pode ainda coincidir como outra apresentada que pede a realização de um referendo para a independência da Califórnia.

Dividir a Califórnia significa dividir a sexta maior economia do mundo que, caso fosse um país independente, ultrapassaria o produto interno bruto da França, Índia, Itália e Brasil, nota o Merca 2.0.

A última vez que uma proposta deste gênero chegou às urnas nos EUA foi há 150 anos e, caso seja aprovada, será a primeira divisão estadual desde 1863, quando a Virgínia Ocidental se separou da Virgínia.

A divisão da Califórnia depende da aprovação do Congresso para passar de apenas um sonho. No entanto, os cidadãos da Califórnia terão que considerar uma série de decisões difíceis consequentes da divisão, como a separação da Universidade da Califórnia ou os direitos sobre o California Raisins.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Rosa Weber toma posse na presidência do TSE

A ministra Rosa Weber toma posse nesta terça-feira (14) do cargo de presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em sessão solene no plenário da Corte. A solenidade será transmitida ao vivo pela TV Justiça e …

Descoberta de novos geoglifos pode reescrever a história da Amazônia

Novos geoglifos descobertos no estado do Acre reforçam a ideia de que havia uma numerosa população milenar e hierarquizada na Amazônia 2.500 anos antes da chegada dos europeus. Dados podem “reescrever” a história da região. “A …

Cientistas medem a velocidade da morte

Pela primeira vez, cientistas foram capazes de observar a velocidade com que a morte se propaga através de uma célula: cerca de 30 micrômetros por minuto. Biólogos de sistemas da Universidade de Standford, na Califórnia, foram …

Meteorito da Sibéria revela mineral nunca encontrado na Terra antes

Quando os caçadores de ouro encontraram uma rocha amarelada na Sibéria em 2016, pensaram que poderia conter um metal precioso. Na verdade, continha algo ainda muito mais raro – um mineral nunca visto na Terra …

Mapa mostra como tudo na Física está conectado (e são apenas 8 minutos)

A Física é um campo enorme e complexo. Mas, felizmente, houve alguém que conseguiu organizar todas as áreas desta ciência em apenas um mapa, que mostra como tudo – desde os buracos negros até o …

Autistas são bons em matemática; e agora sabemos por quê

O transtorno do espectro autista causa muitos desafios, mas essas diferenças cerebrais também podem tornar algumas tarefas um pouco mais fáceis. Um estudo recente, realizado por um psicólogo italiano, fornece provas que relacionam o pensamento sistemático …

China tenta impedir divórcios com “período de reflexão”

Tribunais em toda a China começam a impor aos casais que querem se divorciar um período de espera, de entre duas semanas e três meses, visando impeir o aumento no número de separações. Segundo o jornal …

Espanha abrirá primeiro asilo para gays do mundo

A cidade de Madri terá a primeira residência pública do mundo para homossexuais, um espaço que pretende ser uma nova experiência para aposentados que não se sentem à vontade nos modelos tradicionais de casa. "Era preciso …

Com 14 anos Ethan ainda não pode votar, mas já é candidato a governador nos EUA

Ethan Sonnebord ainda não pode votar, mas, aos 14 anos, é candidato do Partido Democrata ao cargo de governador do estado de Vermont, nos Estados Unidos. Ao contrário do que acontece na maioria dos estados norte-americanos, …

Congresso terá novo intervalo de duas semanas com corredores vazios

Ainda sem pauta definida para o próximo período de "esforço concentrado" no Congresso Nacional, marcado para dias 28 e 29 de agosto, deputados e senadores, até lá, devem deixar mais uma vez corredores e plenário …