Cientistas explicam porque os extraterrestres são parecidos com o Homem

-

Em filmes de ficção científica e programas de TV, os aliens inteligentes possuem geralmente a mesma forma básica que os seres humanos: dois braços, duas pernas e uma cabeça. Mas será que criaturas que evoluíram em um planeta completamente diferente seriam tão semelhantes a nós?

A verdade é que os ETs tendem a parecer conosco na ficção científica por duas razões básicas: orçamento e empatia.

“A maioria dos alienígenas em ficção científica são humanoides porque são os seres humanos que fazem ficção científica”, afirma Michael H. New, especialista em astrobiologia da NASA. “Enquanto estamos interessados no ‘outro’, nossa concepção de alteridade é muitas vezes limitada”.

A maioria dos cientistas crê que os extraterrestes não seriam como os seres humanos.

Por exemplo, Stephen Jay Gould afirma que a vida que evoluísse em outro lugar seria totalmente diferente de nós. Inclusive, se “voltássemos a fita” para o início da vida na Terra, não iríamos acabar com a mesma forma.

Ele acha que o surgimento de humanoides é um evento inteiramente aleatório que não se repetiria mesmo com as condições exatas com que ocorreu.

Mas digamos que alienígenas nos visitem e sejam mesmo parecidos conosco, de alguma forma. Como explicar isso?

Panspermia

Esta é a explicação mais comum para criaturas que se parecem com a gente em outros lugares do universo.

Por essa teoria, alienígenas humanoides teriam espalhado seu DNA através da galáxia para dar origem a criaturas parecidas, ou o DNA teria se espalhado por conta própria, em asteroides e outros objetos espaciais.

Essa noção é mais fácil de acreditar do que a de que humanoides poderiam evoluir independentemente em outro lugar. Além disso, foi demonstrado que a panspermia é um mecanismo viável, então o intercâmbio de material genético entre mundos não está totalmente fora de questão.

(dr) Ridley Scott

Prometheus, Ridley Scott (2012)

Prometheus, Ridley Scott (2012)

No entanto, há quem pense que alguma intervenção externa para explicar alienígenas humanoides ainda seria necessária. A explosão cambriana na Terra, 600 milhões de anos atrás, viu uma grande dose de experimentação evolutiva com formas corporais, sendo que algumas poderiam ser um vislumbre de como a vida seria em outros planetas.

Além do mais, conforme defende a bióloga Joan L. Slonczewski, a panspermia só é realmente provável no nível microbiano.

Evolução convergente

Aliens humanoides também poderiam ter evoluído em outros planetas por causa de uma coisa chamada de “evolução convergente”.

certas características que nos ajudaram a superar outros primatas, como polegares opositores que nos permitem segurar ferramentas, e andar de forma ereta. Finalmente, ter sangue quente nos ajudou a alimentar nossos cérebros grandes.

Logo, alguns cientistas pensam que há uma boa chance de que a vida alienígena inteligente tenha evoluído de forma semelhante. Isso não significa que eles seriam superparecidos conosco – por exemplo, a postura ereta bípede parece ter evoluído independentemente em vários contextos, de suricates a velociraptors.

Talvez faça sentido ter dois pés para se mover, duas mãos para manipular as coisas e uma cabeça sensorial com uma visão tão ampla quanto possível.

Além disso, já vimos exemplos suficientes de evolução convergente na Terra para acreditar que isso poderia acontecer em outros planetas. O olho foi reinventado muitas vezes de forma independente, assim como asas em insetos, pássaros e morcegos.

Por fim, alguns biólogos argumentam que um número limitado de soluções de engenharia é possível quando se trata de formas de vida bem-sucedidas – embora alguns fatores possam deixá-las um tanto quanto diferentes, como a gravidade, que pode limitar o tamanho das formas vivas.

Simetria bilateral

Mesmo que uma silhueta humana seja pouco provável em aliens, ainda é possível que a simetria bilateral seja uma constante entre as formas de vida inteligente.

Isso se refere ao fato de que seus lados esquerdo e direito são mais ou menos iguais, com um olho, uma orelha, um braço e uma perna em cada lado.

A simetria bilateral apareceu várias vezes na evolução de organismos maiores na Terra. Ela pode ser uma característica comum da vida inteligente, independentemente da forma corporal.

Ela significa que você terá um número par de membros – e este provavelmente vai ser quatro, ao invés de seis ou mais. Por quê? Na Terra, muitos animais têm quatro membros, de forma que esse número parece ser altamente vantajoso.

Mecanicamente, essa pode ser uma solução muito boa para atravessar uma paisagem acidentada. E uma vez que você tenha formas de vida quadrúpedes, alguma vai começar a usar seus membros dianteiros para manipular ferramentas. O próximo passo é desenvolver alta inteligência.

Assim, assumindo que um alien inteligente é simétrico e tem alguns de seus membros dedicados ao uso de ferramentas, ele pode acabar parecendo bípede. Órgãos sensoriais, como os olhos, terão que estar voltados para frente e não muito longe dos membros que usam ferramentas. O que significa que ele terá uma espécie de cabeça.

Em resumo, esses dois fatores – simetria e uso de ferramentas – podem deixar os aliens pelo menos vagamente semelhantes a uma forma humana.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Papa Francisco nomeia primeira mulher para cargo de alto escalão no Vaticano

Pela primeira vez, uma mulher ocupará um cargo de alto nível no Vaticano. O Papa Francisco nomeou Francesca Di Giovanni para a função de vice-ministra da Secretaria de Estado da Santa Sé, órgão equivalente ao …

Khamenei chama Trump de "palhaço" e exalta ataque a bases dos EUA

Em primeiro sermão desde 2012, líder supremo do Irã afirma que Trump finge apoio ao povo iraniano e pede união após dizer que queda de avião foi "acidente trágico". EUA admitem que militares ficaram feridos. O …

Uma desconhecida explosão de ondas gravitacionais foi detectada na Terra

Os detectores de ondas gravitacionais da Terra, os observatórios LIGO e Virgo, identificaram uma misteriosa “explosão” de ondas gravitacionais não prevista na última terça-feira, 14 de janeiro. As ondas gravitacionais detectadas até hoje foram resultado de …

Twitter pede desculpas por permitir anúncios direcionados a neonazistas

O Twitter emitiu hoje (16), um pedido de desculpas público, logo após a BBC fazer uma denúncia de que a plataforma de anúncios da empresa estava permitindo o direcionamento de conteúdo para neonazistas e outros …

SP quer lei para incentivar uso de veículos híbridos e elétricos

Um novo projeto de lei apresentado em São Paulo pretende combater os problemas ambientais provocados pelos carros à combustão, que utilizam os tão poluentes combustíveis fósseis, através do incentivo ao uso de veículos elétricos ou …

Ataques iranianos teriam deixado 11 militares dos EUA feridos

Ao menos 11 militares norte-americanos foram retirados do Iraque para receberem tratamento médico em decorrência dos ataques iranianos contra as bases dos EUA. "Quando ficarem aptos para o serviço, estes militares regressarão ao Iraque", declarou à …

Evo recua e diz que não pretende mais criar milícias

Em carta pública divulgada nesta quinta-feira (16/01), o ex-presidente da Bolívia Evo Morales, que está refugiado na Argentina há mais de um mês, recuou da ideia de promover a formação de milícias no país. "Há alguns …

Dinossauros foram extintos por impacto de asteroide, defende pesquisa científica

O mistério que levou ao fim da era dos dinossauros motiva pesquisadores do mundo inteiro a debater o que teria provocado essa extinção. Um novo estudo busca descartar a teoria de que a atividade vulcânica …

Microsoft assume compromisso de ser uma empresa carbono negativo até 2030

A Microsoft fez uma transmissão ao vivo para contar ao mundo o seu engajamento com o meio ambiente, a fim de trazer um futuro mais sustentável. Em apresentação conduzida por Satya Nadella (CEO), Amy Hood (CFO) …

Marine Le Pen se lança em pré-campanha presidencial

A líder da extrema direita francesa, Marine Le Pen, anunciou nesta quinta-feira (16) o lançamento de sua campanha “pré-presidencial”. O pleito acontece apenas em 2022, mas a candidata derrotada no segundo turno em 2017, que enfrenta …