Cientistas explicam porque os extraterrestres são parecidos com o Homem

-

Em filmes de ficção científica e programas de TV, os aliens inteligentes possuem geralmente a mesma forma básica que os seres humanos: dois braços, duas pernas e uma cabeça. Mas será que criaturas que evoluíram em um planeta completamente diferente seriam tão semelhantes a nós?

A verdade é que os ETs tendem a parecer conosco na ficção científica por duas razões básicas: orçamento e empatia.

“A maioria dos alienígenas em ficção científica são humanoides porque são os seres humanos que fazem ficção científica”, afirma Michael H. New, especialista em astrobiologia da NASA. “Enquanto estamos interessados no ‘outro’, nossa concepção de alteridade é muitas vezes limitada”.

A maioria dos cientistas crê que os extraterrestes não seriam como os seres humanos.

Por exemplo, Stephen Jay Gould afirma que a vida que evoluísse em outro lugar seria totalmente diferente de nós. Inclusive, se “voltássemos a fita” para o início da vida na Terra, não iríamos acabar com a mesma forma.

Ele acha que o surgimento de humanoides é um evento inteiramente aleatório que não se repetiria mesmo com as condições exatas com que ocorreu.

Mas digamos que alienígenas nos visitem e sejam mesmo parecidos conosco, de alguma forma. Como explicar isso?

Panspermia

Esta é a explicação mais comum para criaturas que se parecem com a gente em outros lugares do universo.

Por essa teoria, alienígenas humanoides teriam espalhado seu DNA através da galáxia para dar origem a criaturas parecidas, ou o DNA teria se espalhado por conta própria, em asteroides e outros objetos espaciais.

Essa noção é mais fácil de acreditar do que a de que humanoides poderiam evoluir independentemente em outro lugar. Além disso, foi demonstrado que a panspermia é um mecanismo viável, então o intercâmbio de material genético entre mundos não está totalmente fora de questão.

(dr) Ridley Scott

Prometheus, Ridley Scott (2012)

Prometheus, Ridley Scott (2012)

No entanto, há quem pense que alguma intervenção externa para explicar alienígenas humanoides ainda seria necessária. A explosão cambriana na Terra, 600 milhões de anos atrás, viu uma grande dose de experimentação evolutiva com formas corporais, sendo que algumas poderiam ser um vislumbre de como a vida seria em outros planetas.

Além do mais, conforme defende a bióloga Joan L. Slonczewski, a panspermia só é realmente provável no nível microbiano.

Evolução convergente

Aliens humanoides também poderiam ter evoluído em outros planetas por causa de uma coisa chamada de “evolução convergente”.

certas características que nos ajudaram a superar outros primatas, como polegares opositores que nos permitem segurar ferramentas, e andar de forma ereta. Finalmente, ter sangue quente nos ajudou a alimentar nossos cérebros grandes.

Logo, alguns cientistas pensam que há uma boa chance de que a vida alienígena inteligente tenha evoluído de forma semelhante. Isso não significa que eles seriam superparecidos conosco – por exemplo, a postura ereta bípede parece ter evoluído independentemente em vários contextos, de suricates a velociraptors.

Talvez faça sentido ter dois pés para se mover, duas mãos para manipular as coisas e uma cabeça sensorial com uma visão tão ampla quanto possível.

Além disso, já vimos exemplos suficientes de evolução convergente na Terra para acreditar que isso poderia acontecer em outros planetas. O olho foi reinventado muitas vezes de forma independente, assim como asas em insetos, pássaros e morcegos.

Por fim, alguns biólogos argumentam que um número limitado de soluções de engenharia é possível quando se trata de formas de vida bem-sucedidas – embora alguns fatores possam deixá-las um tanto quanto diferentes, como a gravidade, que pode limitar o tamanho das formas vivas.

Simetria bilateral

Mesmo que uma silhueta humana seja pouco provável em aliens, ainda é possível que a simetria bilateral seja uma constante entre as formas de vida inteligente.

Isso se refere ao fato de que seus lados esquerdo e direito são mais ou menos iguais, com um olho, uma orelha, um braço e uma perna em cada lado.

A simetria bilateral apareceu várias vezes na evolução de organismos maiores na Terra. Ela pode ser uma característica comum da vida inteligente, independentemente da forma corporal.

Ela significa que você terá um número par de membros – e este provavelmente vai ser quatro, ao invés de seis ou mais. Por quê? Na Terra, muitos animais têm quatro membros, de forma que esse número parece ser altamente vantajoso.

Mecanicamente, essa pode ser uma solução muito boa para atravessar uma paisagem acidentada. E uma vez que você tenha formas de vida quadrúpedes, alguma vai começar a usar seus membros dianteiros para manipular ferramentas. O próximo passo é desenvolver alta inteligência.

Assim, assumindo que um alien inteligente é simétrico e tem alguns de seus membros dedicados ao uso de ferramentas, ele pode acabar parecendo bípede. Órgãos sensoriais, como os olhos, terão que estar voltados para frente e não muito longe dos membros que usam ferramentas. O que significa que ele terá uma espécie de cabeça.

Em resumo, esses dois fatores – simetria e uso de ferramentas – podem deixar os aliens pelo menos vagamente semelhantes a uma forma humana.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Um acelerador de partículas cósmico, muito mais poderoso do que o LHC foi descoberto no espaço

Cientistas rastrearam uma partícula fantasma para uma estrela despedaçada e descobriram um gigantesco acelerador de partículas cósmico. A partícula subatômica, chamada de neutrino, foi lançada em direção à Terra depois que a estrela condenada chegou muito …

Mulher de 'El Chapo' Guzmán é presa nos EUA acusada por narcotráfico

Foi presa nesta segunda-feira (22/02) nos Estados Unidos Emma Coronel Aispuro, 31, mulher de Joaquín "El Chapo" Guzmán, ex-líder do cartel de drogas mexicano Sinaloa. Aispuro, que tem cidadania mexicana e americana, foi presa no aeroporto …

Gana é o primeiro país do mundo a receber vacinas do programa Covax, da OMS

Gana recebeu nesta quarta-feira o primeiro lote mundial de vacinas financiadas pelo programa Covax, que proporciona aos países de renda baixa e média as primeiras doses de fármacos antiCovid. Os imunizantes foram enviados de …

Variante da Califórnia parece ser mais contagiosa e resistente a vacinas, aponta estudo

Um novo estudo confirma que a mutação do SARS-CoV-2 na Califórnia, EUA, é mais contagiosa e mais resistente a vacinas, embora a escala de sua ameaça ainda não esteja clara. Uma variante descoberta pela primeira vez …

Cheirinho de carro novo? Estudo alerta para risco de câncer em odor favorito de muitos

Um estudo publicado por pesquisadores da Universidade da California Riverside mostrou que o cheiro de carro novo, tão amado por todo mundo que acaba de comprar o seu veículo, pode ser um risco para saúde. Mas …

STJ anula quebra do sigilo de Flávio Bolsonaro no caso das "rachadinhas"

Ministros apontaram falta de fundamentação do juiz de 1ª instância. Decisões da próxima semana determinarão chance de o processo contra o senador ir adiante ou voltar ao início. A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça …

Troca de comando na Petrobras: Bolsonaro repete interferência de Dilma na estatal?

As ações da Petrobras derreteram depois que o presidente Jair Bolsonaro decidiu mudar o comando da empresa. Na noite de sexta-feira (19/02), Bolsonaro anunciou o general da reserva Joaquim Silva e Luna para substituir o …

Uruguai, último país da América do Sul a receber vacinas, começa imunização em março

O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, informou nesta segunda-feira (22) que as primeiras vacinas contra a Covid-19 chegarão nesta quinta-feira ao país, o único na América do Sul que ainda não possui doses …

Cada ponto brilhante neste novo mapa cósmico é um buraco negro supermassivo

A equipe internacional sinterizou um conjunto tão impressionante quanto inédito de sinais de rádio emitidos por buracos negros supermassivos. Se tivéssemos um telescópio capaz de mostrar quaisquer objetos do universo, independentemente de quão distantes eles estão, …

Desvendado enigma de inscrição na obra "O Grito" de Edvard Munch

Uma frase escrita sobre uma das obras de arte mais conhecidas do mundo foi, durante um século, motivo de conjeturas e controvérsias entre os especialistas de arte em todo o mundo. Uma análise com escâner infravermelho, …