Cientistas revertem casos de Diabetes tipo 2

Em um novo estudo, cientistas bloquearam a proteína VDAC1 nas células que produzem insulina e conseguiram reverter casos de Diabetes tipo 2. Os pesquisadores também conseguiram mostrar que é possível prevenir o surgimento da doença.

O estudo, publicado no dia 4 de outubro na revista Cell Metabolism, foi conduzido por pesquisadores da Universidade de Lund, na Suécia, que acreditam que a substância que inibe a produção da proteína VDAC1 pode ajudar no desenvolvimento de um novo tratamento para a diabetes tipo 2.

“O objetivo é conseguir administrar a substância para pessoas recém-diagnosticadas com diabetes 2 para permitir que as células que produzem insulina voltem a exercer sua função ou, ainda melhor, usá-la com pré-diabéticos para prevenir o início da diabetes”, explicou Albert Salehi, professor e cientista principal no estudo.

Sobre a pesquisa, Salehi diz ainda que é preciso “mais estudos para demonstrar como o bloqueio da VDAC1 afeta os tecidos dos rins, coração, músculos e gordura”, pois esse estudo “é pequeno e baseado em doações celulares de seis pessoas que faleceram e que tinham diabetes tipo 2, além de experiências limitadas a modelos animais”.

Apesar de ser um estudo pequeno, os resultados têm sido promissores e a equipe de cientistas já patenteou o uso da substância no campo da diabetes.

Funcionamento

Antes de desenvolver diabetes tipo 2, os pré-diabéticos podem ter altos níveis de açúcar no sangue. O alto nível de açúcar no sangue inicia um processo que causa danos no corpo – o aumento da produção da proteína VDAC1 libera a energia proveniente das mitocôndrias – responsáveis pelo fornecimento de energia (ATP) – para outras partes das células.

Com níveis altos de açúcar, a quantidade dessa proteína aumenta, e se fixa nas paredes das células. Como consequência, a energia ATP se libera da célula, resultando na morte da célula por falta de energia.

Esse comportamento dificulta o controle do açúcar no sangue, acabando por causar complicações em órgãos como o coração, rins e olhos.

Na pesquisa, ao bloquearem a proteína VDAC1 das células dos órgãos doados, o fornecimento de energia foi restaurado e a produção de insulina foi normalizada.

Após esses resultados, a experiência foi repetida em ratos com propensão para o desenvolvimento de diabetes que resultou na remissão da doença e na correta produção de insulina durante cinco semanas, momento em que o tratamento foi interrompido e onde foi registrado o aumento dos níveis de glicose.

Ligação ao Alzheimer

Segundo o MedicalXpress, há conexões entre diabetes tipo 2, a demência e a doença de Alzheimer. Os autores do estudo afirmam que há uma ligação entre a proteína VDAC1 e a doença de Alzheimer – elevados níveis de VDAC1 são encontrados em células cerebrais, nas partes do cérebro afetadas durante a fase inicial da doença.

“Acreditamos que a substância pode ter um bom efeito também nesses pacientes, impedindo que as células cerebrais morram e melhorando as habilidades cognitivas deles”, disse Salehi.

Ciberia // HypeScience / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Mudanças climáticas: cientistas treinam vacas para usar banheiro contra aquecimento global

Vacas podem ser treinadas para usar um banheiro para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, segundo uma experiência realizada na Alemanha por pesquisadores alemães e da Nova Zelândia. No estudo, os cientistas treinaram os …

Reprovação a Bolsonaro volta a subir, afirma Datafolha

O Instituto Datafolha apurou que a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro aumentou ainda mais, passando para 53% entre as pessoas consultadas, segundo uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (17/02) pelo jornal Folha de S. …

Empresa norueguesa assegura que pode 'eliminar' furacões antes que se tornem destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de cortina de bolhas proposto pela empresa poderia ela própria provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, startup norueguesa, assegura que sua tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem poderosos …

Limitar aquecimento global a 1,5ºC exige redução drástica de gases poluentes, mostra relatório

Manter a temperatura da Terra a 1,5°C será impossível sem uma redução massiva das emissões de gases poluentes. É o que mostra um novo relatório divulgado pela ONU nesta quinta-feira (16). O documento "United …

Alemanha libera entrada para brasileiros que apresentem teste negativo

A Alemanha vai deixar de considerar o Brasil como área de alto risco na pandemia do novo coronavírus a partir deste domingo, anunciou nesta sexta-feira (17/09) o Instituto Robert Koch (RKI), a agência governamental alemã …

Assembleia-Geral da ONU: exigência de vacina ainda não está decidida, mas é improvável que Bolsonaro seja barrado

Perdeu força a possibilidade de que líderes de países tenham que comprovar que se vacinaram contra a covid-19 para participar da 76ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que acontece na semana que vem …

Submarinos: França perde o "contrato do século" para a Austrália, que opta por EUA e Reino Unido

O jornal econômico Les Echos estampa em sua primeira página desta quinta-feira (16) uma notícia, ainda no condicional, que se concretizaria durante a madrugada: "A Austrália desiste de uma encomenda de 12 submarinos franceses …

VSR: o pouco conhecido vírus que se espalha entre crianças no mundo e também no Brasil

No início de 2021, a equipe do Hospital Infantil de Maimonides, no Brooklyn, em Nova York (EUA), começou a experimentar uma cautelosa sensação de alívio. Os casos de covid-19 na cidade estavam em queda. Como …

Com popularidade em queda, premiê britânico Boris Johnson reforma equipe de governo

Após semanas de boatos, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, decidiu modificar o governo nesta quarta-feira para formar uma "equipe unida" e enfrentar os desafios depois de um ano e meio de pandemia e em …

Relatório lista mais de uma dezena de crimes atribuídos a Bolsonaro

Um grupo de juristas liderados pelo ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior entregou nesta terça-feira (14/09) à CPI da Pandemia um relatório de 226 páginas com possíveis crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro durante a …