Colossal explosão lança estrela a impressionantes 900.000 mil km/h pelo espaço

Universidade de Warwick / Mark Garlick

Uma estrela foi catapultada através da galáxia depois de passar por um novo tipo de supernova, uma supernova parcial, afirmam os astrônomos.

Supernova é uma colossal explosão que ocorre com estrelas massivas quando estão para morrer. No caso desta estrela a detonação não a destruiu mas a disparou pela galáxia a uma velocidade inacreditável de 900 mil km/h.

O objeto disparado é uma estrela anã branca, que estava orbitando a outra estrela que entrou em supernova. Duas estrelas que se orbitam são chamadas de sistema binário.

O sistema binário que explodiu era anteriormente conhecido como SDSS J1240 + 6710 e era conhecido por sua atmosfera singular.

Observado desde 2015 o sistema não demonstrava sinais de hélio ou hidrogênio, que são comuns em estrelas. As assinaturas observadas eram diferentes: oxigênio neônio, magnésio e silício.

Mas agora, observações novas realizadas com a utilização do Telescópio Espacial Hubble por um time de pesquisadores de vários países, mostrou carbono, alumínio e sódio. Esses elementos costumam ser fabricados durante as reações termonucleares iniciais de supernovas.

Os astrônomos também observaram a notável ausência dos elementos do “grupo de ferro”: ferro, manganês, cromo e níquel. Esses metais são criados no interior das estrelas a partir de elementos mais leves das camadas mais externas e sua formação é uma das características mais comuns que definem as explosivas supernovas termonucleares.

A ausência do grupo de ferro indica que a estrela sofreu uma supernova parcial, antes que seu combustível nuclear tenha acabado. O artigo científico foi publicado na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

Boris Gänsicke, o autor principal do estudo e professor do departamento de física da Universidade de Warwick, no Reino Unido, comentou que a estrela é singular por possuir “todas as características principais de uma anã branca”, no entanto ela tem uma velocidade altíssima e grande quantidade de substâncias incomuns que parecem não fazer sentido se levarmos em conta a sua pequena massa.

Sua composição química indica queima nuclear, pouca massa e altíssima velocidade. Ligando estes fatores é bem possível que ela tenha vindo de um sistema binário nas proximidades onde foi submetida a uma explosão termonuclear.

Ela tem uma composição química que é a assinatura da queima nuclear, uma massa baixa e uma velocidade muito alta; todos esses fatores implicam que ela deve ter vindo de algum tipo de sistema binário próximo e deve ter sido submetida a ignição termonuclear de um novo tipo de supernova nunca visto antes.

A causa da altíssima velocidade pode ser causada pelo fato das duas estrelas terem sido disparadas em direção oposta uma da outra, catapultadas depois da explosão.

Uma supernova utiliza fusão termonuclear para transformar elementos mais leves em elementos mais pesados, liberando uma imensa quantidade de energia. Quando a estrela começa a fabricar ferro ela deixa de ser capaz de suportar a fusão nuclear, o combustível acabou, e ela explode em uma supernova. As supernovas primordiais — de estrelas geradas apenas com o hidrogênio e o hélio formado após o Big Bang — explodiram enriquecendo o espaço e levando a formação de outras estrelas e sistemas solares como o nosso — de segunda ou terceira geração — enriquecidos com todos os elementos da tabela periódica.

O SDSSJ1240 + 6710 talvez seja um cadáver de algum tipo de supernova que ainda não observamos enquanto está acontecendo.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Colin Powell, ex-secretário de Estado dos EUA, morre aos 84 anos

Primeiro negro a ocupar topo da diplomacia e da máquina militar americana, ex-general teve papel de destaque na Guerra do Golfo e arranhou sua credibilidade ao apoiar a invasão do Iraque uma década depois. Colin Powell, …

Criminosos usam escaneamento por código do próprio usuário para 'sequestrar' contas do WhatsApp

Em 2019, um relatório divulgado pelo laboratório de pesquisa da empresa de segurança virtual Eset alertou que uma das formas crescentes de sequestro de contas do WhatsApp era feita por meio de um ataque conhecido …

EUA: Manobras de Trump bloqueiam investigação sobre invasão do Capitólio

Vários parceiros e associados do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusaram a comparecer à comissão da Câmara que investiga a invasão de 6 de janeiro de 2021 contra o Capitólio, sede do …

Dor nos olhos após COVID-19: cientistas explicam causa de complicação inesperada do vírus

Uma pesquisa de cientistas alemães mostrou que o coronavírus pode penetrar nos olhos e infectar os fotorreceptores e células ganglionares na retina. Isso pode ser uma causa de problemas com os olhos após a COVID-19. Os …

Estudo mostra como mudanças climáticas afetarão a energia hidrelétrica no Brasil

Um novo relatório publicado pela Global Environmental Change revela que, nas próximas décadas, as reduções de precipitação e vazão dos rios na região amazônica — a maior bacia hidrográfica do mundo e uma forte candidata …

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …

Explosões deixam vários mortos em mesquita no Afeganistão

Ao menos 33 pessoas morrem após explosões em mesquita xiita durante a oração de sexta-feira. Testemunha diz ter visto homens-bomba. Incidente ocorre dias depois de ataque do "Estado Islâmico" contra xiitas no país. Fortes explosões atingiram …