Com o “coração partido”, professora de creche pública faz “hamburgada” para alunos no Rio

A televisão, internet, os principais meios de comunicação estão repletos de propagandas de redes de fast-food. Para muitas pessoas, comer hambúrguer é uma coisa absolutamente normal. Mas, essa realidade é bem distante para uma parcela da população, gente que mal tem arroz e feijão para comer, quem dirá um hambúrguer!

A professora Ludmila Cruzal foi confrontada com essa realidade na sala de aula, numa creche pública de Magé, no Rio de Janeiro. Na semana passada, ela compartilhou um relato que está comovendo os internautas.

Durante uma aula sobre a letra “H”, ela perguntou aos pequenos qual palavra que eles gostariam de aprender a escrever melhor. Entre “hipopótamo”, “hospital” e “hambúrguer”, os alunos escolheram a última.

Eles escolheram hambúrguer porque um aluno foi ao McDonald’s e contou sua experiência para seus amiguinhos”, escreveu a professora no Facebook.

Ludmila, então, perguntou para a sala quem gostava de hambúrguer. Para sua surpresa, ela conta, poucos alunos levantaram a mão. A professora quis saber o porquê de tantas mãos abaixadas. “Como assim não gostam de hambúrguer?”, perguntou.

Um nó na garganta pegou Ludmila em cheio, quando uma aluna respondeu: “Tia, nunca comi um, mas já sonhei que comia”. “Respira, engole o choro e refletir é inevitável. Algo tão simples para tantos, tão frequente para muitos que chega ser utópico acreditar que eles nunca comeram”, refletiu Ludmila.

Pois bem, a professora esperou o “dindin cair na conta” para organizar uma “hamburgada” para os pequenos! Ela comprou os pães, hambúrguer, alface e outros condimentos. “Tudo para ficar bem parecido com o lanche do McDonald’s”, contou ela ao E+.

As crianças ficaram profundamente agradecidas pelo gesto de pura empatia da professora. “Realizou meu sonho. Agora pode fazer pizza”, escreveu uma aluna em um cartaz fixado na sala. “A tia arrasou”, disse outro aluno.

Mas, entre as respostas, a que mais emocionou Ludmila foi o de um aluno que disse que gostaria de levar o hambúrguer para casa, pois seu irmão ia gostar também.

Ele se preocupou com o irmão, que não estava lá. Deixei que ele levasse alguns que sobraram para casa”, lembra Ludmila.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Este é o Brasil que me emociona e me revolta. Dos imensamente ricos e sem alma, ou dos sem nada, conformados, ou procurando “justiça” no crime. E no meio, quando a gente pensa que só existe indiferença, surge gente como a “tia” Ludmila. Não é muito o que ela fez (foi muito para as crianças), mas deveria servir de exemplo.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Motor nuclear projetado para NASA poderá transportar humanos para Marte em apenas 3 meses

A NASA tem como meta enviar a primeira tripulação humana para Marte em 2030, e certa inovação poderá fazer a jornada de mais de 64 milhões de quilômetros em apenas três meses, em vez de …

Imunidade ao coronavírus 'diminui rapidamente' em assintomáticos, diz estudo britânico

Um estudo britânico publicado nesta terça-feira mostra que a imunidade adquirida por pessoas curadas do novo coronavírus "diminui muito rapidamente", especialmente em pacientes assintomáticos e, em certos casos, pode durar apenas alguns meses. O trabalho …

Senado dos EUA aprova indicada de Trump para Suprema Corte

A poucos dias das eleições americanas, Amy Barrett é confirmada para a vaga por 52 votos a 48. Conservadora e católica devota, ela substitui Ruth Bader Ginsburg, uma das mais célebres figuras progressistas do tribunal. O …

NASA descobre grandes quantidades de água em cratera iluminada na Lua

Nesta segunda-feira (26), a NASA revelou os resultados de dois estudos que trouxeram novas descobertas sobre a Lua: dados obtidos pelo observatório aéreo Stratospheric Observatory for Infrared Astronomy (SOFIA) confirmam, pela primeira vez, que existe …

Ciclone no litoral brasileiro pode causar tempestades em 9 estados

Um ciclone no litoral brasileiro já está causando graves chuvas em diversas regiões do Brasil e seus impactos podem causar tempestades em 9 estados. O Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) emitiu sinal de alerta para diversas …

Processo contra o Google nos EUA pode afetar o modo como você usa seu celular

Na última terça-feira (23), o Departamento de Justiça dos EUA entregou um "presente de Halloween" pouco agradável ao Google: um gigantesco processo antitruste, acusando a empresa de práticas que eliminam a competição nos mercados de …

Chilenos decidem a favor de nova Constituição por ampla maioria

Em plebiscito, quase 80% dos eleitores votam a favor de uma nova Carta Magna, em substituição à herdada da era Pinochet, e de que ela seja escrita por uma Assembleia Constituinte com igualdade entre mulheres …

'Vai comprar lá na Venezuela', rebate presidente a apoiador que reclamou de preço do arroz

O presidente Jair Bolsonaro rebateu neste domingo (25), durante passeio de moto por Brasília, crítica de apoiador sobre a alta do preço do arroz. No momento em que saia da Feira Permanente do Cruzeiro, região administrativa …

Espanha, Itália e França ampliam restrições em fim de semana com recorde de casos da Covid-19

Os líderes europeus intensificam as medidas de combate à pandemia do coronavírus, depois da alta de 42% de novos casos da Covid-19 em uma semana. A Itália reforçou neste domingo as medidas de restrição …

Pistachio, o cãozinho filhote que nasceu com pelo verde na Itália

O fazendeiro italiano Cristian Mallocci esperava uma ninhada normal de cachorros de sua cadelinha labradora. Entretanto, ao ver os filhotinhos que nasceram, ele percebeu que um era um pouquinho diferente. ‘Pistachio’, como foi nomeado posteriormente, …