Procuram-se voluntários para ensinar as mulheres da Arábia Saudita a dirigir

حملة 26 أكتوبر

Mulher árabe dirigindo nos protestos de 26 de outubro de 2014

As mulheres sauditas, que poderão começar a dirigir a partir de junho, recorrem ao Twitter para conseguir contornar a desigualdade dos preços praticados nas escolas de condução na Arábia Saudita.

A partir de junho, as mulheres sauditas vão finalmente poder dirigir. O país árabe era o único no mundo que mantinha a proibição e, até agora, as cidadãs que fossem flagradas dirigindo corriam o risco de serem presas ou terem que pagar multa.

No entanto, segundo a Elle, o reino não tem facilitado o processo e as mulheres terão que pagar quase seis vezes mais que os homens para obterem a carteira de habilitação.

De acordo com a revista norte-americana, as mulheres com alguma experiência na direção precisam de apenas 30 horas de aulas e, por sua vez, as que não têm qualquer experiência necessitam de 90 horas.

O preço médio para uma hora de aula custa entre 60 a 75 riais, o que significa que as mulheres que nunca dirigiram vão ter de pagar cerca de R$ 6.500 para conseguir o número de horas exigido para estarem aptas ao exame de condução.

Além disso, os preços praticados pelas escolas femininas também são mais elevados se comparados aos das autoescolas para homens: um curso de direção para mulheres pode chegar aos 2400 riais (R$ 2.330), enquanto que o site do Ministério do Interior mostra que para um homem custaria apenas 435 riais (R$ 425).

Por isso, as mulheres sauditas mostram sua indignação nas redes sociais, tendo chegado a uma ideia para contornar a situação. Segundo a revista, tudo começou com o tuíte de Hanaa Aldhafery.

“Há por aí voluntários dispostos a ensinar outras pessoas a dirigir de forma gratuita? As aulas teriam que ser depois do Ramadã porque não queremos nenhum problema com a justiça e teriam que acontecer em parques de estacionamento longe de multidões. Se a resposta é sim, por favor escreva o nome da sua cidade em #مستعده_ادرب”, escreveu a saudita de 32 anos.

Traduzida para português, a hashtag significa algo como “estou pronto para ensinar” e, quantas mais pessoas estiverem disponíveis a ajudar, mais fácil será combater a desigualdade dos preços praticados no país.

Segundo a revista americana, desta forma, as mulheres que nunca dirigiram vão precisar apenas completar as 30 horas de aulas e conseguirão poupar cerca de R$ 3.200.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Polônia é multada em € 1 milhão por dia por desobedecer decisão judicial da UE

A Polônia foi condenada nesta quarta-feira (27) a pagar para a Comissão Europeia, órgão Executivo do bloco, uma multa diária de € 1 milhão por não ter encerrado as atividades da câmara disciplinar da …

Startup ajuda pequenas empresas a monitorarem vacinação dos funcionários

A startup brasileira White Tents lançou uma versão em formato freemium — isto é, gratuita mas com alguns recursos pagos — de sua plataforma digital para pequenas empresas que queiram monitorar a vacinação de até …

Argentina vacinará brasileiros na região de fronteira e turistas estrangeiros menores de 18 anos

O governo argentino anunciou uma nova flexibilização para a entrada de estrangeiros no país, a vacinação de turistas menores de 18 anos e de cidadãos de países vizinhos que atravessarem a fronteira por via …

CPI da Pandemia conclui trabalhos e pede o indiciamento de Bolsonaro

Senadores aprovam relatório sobre atuação do governo na crise do coronavírus que propõe punição de 78 pessoas e duas empresas, após seis meses de depoimentos, coleta de provas e repercussão na mídia. A CPI da Pandemia …

Sinais de possível 1º exoplaneta fora da Via Láctea são detectados

Pela primeira vez na história, é possível que os cientistas tenham descoberto um planeta em outra galáxia. O possível exoplaneta recebeu o nome de M51-ULS-1 e se encontra a 28 milhões de anos-luz de distância na …

China vai vacinar crianças a partir de três anos contra a covid-19

Imunizantes aprovados são das farmacêuticas chinesas Sinopharm e Sinovac, fabricante da Coronavac. País será um dos primeiros a começar a vacinar essa faixa etária. No total, China já vacinou 76% da população. Ao menos cinco províncias …

"Bolsonaro ignora todas as necessidades culturais dos brasileiros", diz Gilberto Gil à revista Télérama

A imprensa francesa desta segunda-feira (25) destaca o show de Gilberto Gil nesta noite na Filarmônica de Paris. O músico brasileiro conversou com o jornal Le Monde e com a revista Télérama. "Gilberto Gil", embaixador …

"Peças extraordinárias" achadas na Indonésia podem ser da lendária "ilha do Ouro"

Tesouros no valor de milhões de dólares encontrados nos últimos cinco anos ao longo do rio Musi podem ser do antigo império malaio Serivijaia, na ilha de Sumatra, que por 300 anos dominou as rotas …

Pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", diz diretor da OMS

A pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", disse neste domingo (24) o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus. O representante da ONU discursou na abertura …

Google está “criando Deus”, alerta ex executivo da Google

Segundo um ex-executivo do Google, a singularidade está chegando. E, segundo ele isso representa uma grande ameaça para a humanidade. Mo Gawdat, ex-diretor de negócios da organização moonshot do Google, que na época se chamava Google …