Defesa de Trump diz que processo de impeachment é ilegal

(dr) Boris Baldinger / Fórum Econômico Mundial Copyright do Fórum Econômico Mundial / Boris Baldinger

Em primeira manifestação formal desde o início do julgamento do presidente, defesa acusa oposição democrata de tentar interferir nas eleições de 2020.

Os advogados do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disseram neste sábado que o processo de impeachment aberto contra ele pela oposição democrata é uma tentativa “descarada” e “ilegal” de tentar interferir nas eleições de novembro deste ano.

“As acusações enviadas pelos democratas da Câmara dos Representantes são um ataque perigoso ao direito dos americanos de eleger livremente seu presidente. Essa é uma tentativa descarada e ilegal de revogar os resultados das eleições de 2016 e de interferir nas de 2020”, afirmou a defesa de Trump.

Os advogados do presidente, Jay Sekulow e Pat Cipollone, fizeram a advertência em um documento de sete páginas para responder à notificação do Senado de que o julgamento do processo de impeachment de Trump começará na próxima terça-feira.

No texto, os advogados afirmam que as acusações de abuso de poder e obstrução dos trabalhos do Congresso feitas contra Trump pela Câmara de Representantes, controlada pelos democratas, são “constitucionalmente inválidas”. “Elas são resultado de um processo ilícito que viola o princípio básico do devido processo e da justiça elemental”, escreveram os advogados.

Sekulow e Cipollone defendem que as acusações não têm base porque, na avaliação deles, Trump não fez nada de errado na ligação com o presidente da Ucrânia, Vladimir Zelenski, cujo conteúdo levou os democratas a darem início ao processo.

Na conversa, Trump pediu a Zelenski para investigar a Hunter Biden, filho do ex-vice-presidente Joe Biden, potencial adversário do atual ocupante da Casa Branca nas eleições de novembro. A oposição vê o pedido como uma tentativa do presidente americano de usar o poder do cargo para prejudicar um oponente político.

Terminava neste sábado o prazo para que os congressistas democratas que serão os “promotores” do processo no Senado entreguem um relatório com provas e argumentos que usarão no caso. A equipe de advogados de Trump tem até a próxima segunda-feira para enviar um documento similar para defender por que ele deve ser inocentado.

No texto dos “promotores”, de 111 páginas, eles detalham os motivos para que o presidente seja afastado do cargo por meio do processo de impeachment.

“As provas esmagadoras estabelecem que ele é culpada de ambas (as acusações). (…) A única questão pendente é se os membros do Senado as aceitarão e cumprirão com a responsabilidade que lhes foi atribuída pelos pais fundadores na Constituição”, destacaram os democratas no documento.

Apesar dos argumentos dos opositores, é pouco provável que os democratas consigam os 67 votos necessários para que Trump sofra o impeachment. Os republicanos controlam o Senado, com 53 dos 100 votos, e não deram sinais de que abandonarão o presidente.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo de esqueletos de 200 gerações revela como humanos evoluíram para lutar contra germes

Estudiosos analisaram cerca de 70 mil esqueletos de 200 gerações a fim de entender como a humidade passou por pandemias anteriores. Os estudos foram feitos acerca de doenças infecciosas como tuberculose, treponematose e hanseníase. Os pesquisadores …

Médica adverte sobre síndrome inflamatória multissistema em pacientes que superaram covid

A médica-chefe de um hospital de Moscou, Mariana Lysenko, declarou em uma entrevista ao canal RT que alguns dos pacientes que superaram a COVID-19 podem desenvolver uma síndrome inflamatória multissistema. De acordo com a médica, a …

Militares abrem fogo contra manifestantes em Mianmar

Forças de segurança reforçam repressão aos protestos contra golpe de Estado e deposição do governo democraticamente eleito. Relatos de mortes surgem de várias cidades. ONU condena violência e o uso de força excessiva. As forças de …

LEGO lança quiz online para educar a criançada sobre cyberbullying

O sentido educacional que os brinquedos da LEGO oferecem ganha nova e ainda maior dimensão com o lançamento do Safer Internet Day (ou Dia da Internet mais Segura, em tradução livre), um quiz virtual desenvolvido …

Covid-19: Peru prorroga suspensão de voos do Brasil até 14 de março

O governo do Peru anunciou neste domingo (29) a prorrogação até 14 de março da suspensão de voos procedentes do Brasil. A medida preventiva visa evitar a entrada de passageiros que podem estar infectados …

Ex-funcionários do McDonald's revelam "estratégia de espionagem" da rede de fast-food

A revista Vice analisou testemunhos de supostos trabalhadores anônimos do McDonald's que tinham conhecimento direto da vigilância, e vazou documentos que explicam as táticas de espionagem. Uma equipe de analistas de inteligência da cadeia de fast-food …

Bolsonaro usa pesquisa alemã distorcida para criticar uso de máscaras

O presidente Jair Bolsonaro usou sua live de quinta-feira (26/02) para mais uma vez desestimular o uso de máscaras contra a covid-19. No mesmo dia em que o Brasil registrou a segunda pior marca de mortes …

Cientistas congelam sêmen de corais para tentar salvar espécie da extinção no Brasil

Estima-se que até 50% dos recifes de corais já desapareceram dos oceanos. A previsão para o futuro também não é animadora: uma projeção da Unesco apontou que, caso as mudanças climáticas não sejam revertidas, eles …

Esqueletos descobertos podem revelar a história do mais rico pirata da historia, morto há 300 anos

No início do século XVIII, quem mandava nos mares sem lei do Caribe, da América Central e da América do Norte era o grande pirata inglês Samuel Bellamy, imortalizado pelo apelido de “Black Sam”. Um dos …

Biden isola príncipe saudita, provável alvo de relatório da CIA sobre morte de jornalista

O presidente americano, Joe Biden, falou pela primeira vez por telefone nesta quinta-feira (25) com o rei Salman, da Arábia Saudita, na iminência da publicação de um aguardado relatório de inteligência sobre o assassinato …