Descoberto um misterioso mural com desenhos de barcos egípcios antigos

Mural de 120 imagens de barcos egípcios com 3.800 anos descoberto em Abidos, Egipto.

Mural de 120 imagens de barcos egípcios com 3.800 anos descoberto em Abidos, Egito.

Uma equipe de cientistas está intrigada com o mural de mais de 120 imagens de antigos barcos egípcios que descobriu como ornamentos no interior de uma construção que acolheu uma barca funerária em Abidos, no Egito.

As escavações que arrancaram no local em 2014 permitiram detectar “um extenso altar” com as “ilustrações de 120 naves faraônicas” numa construção de mais de 3.800 anos, localizada perto do túmulo do Faraó Senusret III, conforme destaca o artigo publicado no International Journal of Nautical Archaeology.

O painel de desenhos se encontra numa “edificação subterrânea, abobadada, preparada especialmente” para acolher o enterro de um pequeno barco que data do reino de Senusret III, por volta de 1850 a.C..

A equipe de arqueólogos liderada por Josef Wegner, curador do Museu Penn da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, só encontrou “restos” de algumas tábuas desta barca funerária, mas isso lhe bastou para concluir que teria “20 metros de comprimento”.

A prática egípcia de enterrar barcos próximo dos túmulos dos faraós já é conhecida pelos historiadores e Wegner admite no artigo científico que a barca de Abidos “pode ter pertencido a um grupo de naves funerárias reais associadas com o túmulo adjacente de Senusret III”.

O grande mistério persiste agora em torno de quem é que desenhou o mural e porquê.

Para já, não é possível “responder conclusivamente” a estas dúvidas, considera Josef Wegner, em declarações citadas pelo Live Science.

Josef Wegner

Mural de barcos egípcios com 3.800 anos

Mural de barcos egípcios com 3.800 anos

A imagem menor tem apenas 10 centímetros de comprimento e as maiores têm quase 1,5 metros de comprimento.

As de maior dimensão apresentam detalhes como “mastros, velas, cordame, cabines, lemes, remos e nalguns casos remadores”, refere Wegner no artigo científico.

O cientista acredita também que os desenhos foram feitos por várias pessoas dentro de um determinado período de tempo.

Podem ter sido elaborados pelas mesmas pessoas que construíram o barco ou por um grupo de pessoas que participavam numa cerimônia fúnebre, depois da morte de Senusret III, refere Wegner.

Os arqueólogos conseguiram descobrir que houve indivíduos a entrarem no edifício em alguma altura depois da morte do Faraó, desfazendo o barco para aproveitar as tábuas, pelo que os desenhos podem também ter sido feitos nessa altura.

A par do mural de imagens, foi ainda descoberto um depósito de 145 vasilhas de cerâmica que podem ter sido colocadas no local no âmbito de um “enterro cerimonial”, descreve Wegner no artigo científico.

Ele explica que os vasos podem ter sido usados para derramar líquido no chão, “provavelmente água” como uma “forma de fazer flutuar magicamente o barco”.

Os arqueólogos não afastam a possibilidade de o barco poder ter sido arrastado pelo deserto até Abidos, pelo que a “água e outros líquidos podem ter sido usados para lubrificar e solidificar o solo, ao longo do caminho do barco, à medida que foi puxado da planície inundada até ao seu lugar de repouso”, afiança Wegner.

Nesse caso, “os vasos cerâmicos usados na viagem podem eles próprios sido usados em um ritual significante e tanto o barco como os frascos foram depois enterrados juntos como objetos de internamento cerimoniais associados com os ritos mortuários reais”, conclui o arqueólogo.

SV, ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Fábrica russa eliminará deficiências na produção da Sputnik V de acordo com recomendações da OMS

Em resultado de inspeções efetuadas na Rússia, o grupo de especialistas da Organização Mundial da Saúde fez várias observações sobre a fabricação da vacina Sputnik V. Estas são ligadas principalmente à proteção do meio ambiente …

Brasil ultrapassa Índia e volta a ser líder mundial em mortes diárias por coronavírus

Em meio ao avanço da terceira onda da pandemia, o Brasil ultrapassou a Índia e voltou à liderança do número de mortes diárias por covid-19 registradas, em média. São mais de 2.000 óbitos registrados por …

Rajadas rápidas de rádio ajudarão a mapear distribuição de matéria no universo

O novo levantamento dos dados coletados pelo radiotelescópio CHIME (Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment) resultou em mais de 500 rajadas rápidas de rádio devidamente catalogadas, todas feitas durante o primeiro ano de atuação do telescópio. Agora, …

Lider da UE chama lei húngara anti-LGBT de vergonha

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, afirma que vai usar poderes de que dispõe para garantir direitos de todos os cidadãos do bloco. Países pediram à UE que agisse. A presidente da Comissão Europeia, …

Apesar de ter vacinado mais da metade da população, Israel teme 2ª onda de Covid

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, alertou nesta terça-feira que o país pode enfrentar uma nova onda de coronavírus. Segundo ele, o aumento do número de doentes, causado pela chegada da variante Delta, “importada” por …

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …

Ministro da Saúde diz que não há mudança de estratégia para a Coronavac

No início desta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, revelou que não haverá qualquer mudança de estratégia para a aplicação da CoronaVac. A declaração do ministro foi feita em audiência ao Senado Federal, revelando …

Há 80 anos, Hitler invadia a URSS – e começava a perder a guerra

Adolf Hitler e seus generais vinham planejando há meses para este momento. No domingo, 22 de junho de 1941, havia chegado a hora: às 3h15 da manhã, a Wehrmacht, forças armadas nazistas, atacou a União …

Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista …