Doença pode explicar a enigmática pintura de Mona Lisa

Musée du Louvre / Wikimedia

Mona Lisa (p.), por Leonardo Da Vinci

Um estudo recente, que analisou as possíveis condições médicas visíveis no retrato de Mona Lisa, sugere que Lisa Gherardini pode ter sofrido de hipotireoidismo, patologia associada ao funcionamento insuficiente da tiroide. 

Mona Lisa, também conhecida como La Gioconda ou (La Joconde), tem fascinado artistas, cientistas, profissionais da pequisa médica e até mesmo ladrões durante séculos. Um estudo, publicado este mês nos Mayo Clinic Proceedings, pode revelar um pouco mais sobre a icônica figura.

A pintura de Mona Lisa atraiu a atenção da comunidade médica em 2004, quando uma equipe de reumatologistas e endocrinologistas sugeriu que as lesões na pele e os inchaços nas mãos visíveis no retrato de Da Vinci poderiam indicar um distúrbio lipídico e uma patologia cardíaca.

Os pesquisadores afirmaram que a hiperlipidemia familiar (excesso de gordura no sangue) e a aterosclerose prematura (degradação degenerativa das artérias) poderiam ter causado a morte de Lisa Gherardini. Os cientistas propuseram ainda que o famoso sorriso de Mona Lisa pode ter sido resultado de outra condição médica, a paralisia de Bell.

Depois de analisarem a pintura novamente, os médicos Mehra e Campbell descobriram que hipotireoidismo clínico era o diagnóstico mais provável, uma vez que Lisa Gherardini viveu durante 63 anos.

“O enigma da Mona Lisa pode ser resolvido com um simples diagnóstico médico de uma doença relacionada com o hipotireoidismo”, disse Mehra citado pelo SciNews.

“De muitas formas, é o fascínio por essas imperfeições causadas pela doença que dão à obra-prima sua misteriosa realidade e encanto”, acrescentou o pesquisador.

Caso Lisa Gherardini sofresse de uma doença cardíaca e de um distúrbio lipídico, era pouco provável que tivesse vivido até uma idade tão avançada, uma vez que os tratamentos disponíveis na época, na Itália do século XVI, eram muito limitados.

Mehra apontou o cabelo fino de Mona Lisa, a pele amarelada e o possível bócio como evidência visuais do hipotireoidismo. “A dieta dos italianos durante o Renascimento era pobre em iodo, e os bócios (glândula da tiroide inchada) resultantes eram comumente representados através de pinturas e esculturas da época”, explicou.

“Além disso, Lisa Gherardini tinha dado à luz pouco antes de ser retratada, o que indica a possibilidade de tireoidite pós-parto”, afirma o pesquisador.

Foi Francesco del Giocondo, um rico negociante de seda em Florença, na Itália, que contratou Leonardo da Vinci para produzir um retrato da sua esposa. A obra-prima foi pintada logo após o nascimento de seu filho, Andrea, em 1502. Apesar de as evidências serem escassas, acredita-se que a pintura tenha começado em 1503.

Posteriormente, a obra foi levada para a França, em 1516, país onde foi concluída e decorou a corte do Rei Francisco I, até sua exibição permanente no Museu do Louvre, em 1797, onde se encontra até hoje.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …