Estudante de 14 anos junta 6 mil livros para criar biblioteca na zona rural de Mato Grosso

O estudante Jefferson Gabriel da Silva percebeu a falta que faz uma biblioteca quando precisou fazer uma pesquisa para um trabalho da escola onde estudava, já que não possuía computador, e descobriu que não havia biblioteca na região onde mora.

Foi aí que surgiu a ideia de criar a primeira biblioteca do distrito rural de Bonsucesso, em Várzea Grande, na Grande Cuiabá. O espaço beneficiaria não apenas Jefferson, mas todo os moradores do distrito.

Com sua bicicleta, o estudante bateu de porta em porta em busca de doações de livros para a futura biblioteca. Tudo começou em 2015, desde então, Jefferson arrecadou 6 mil livros. Muitos foram doados por pessoas de outras cidades, que ficaram sabendo da iniciativa.

“No começo, ele pedia livros para todos e, quando conseguia, carregava tudo na bicicleta”, disse a mãe de Jefferson, Janice Ferreira, à Folha de S. Paulo.

A avó de Jefferson permitiu que ele construísse a biblioteca em um terreno que ela tem em frente à casa do jovem. A primeira doação para erguer a tão sonhada biblioteca de Bonsucesso surpreendeu Jefferson, durante um evento para o qual foi convidado. “Disseram que havia um presente para mim e quando vi, estava em frente à Xuxa. Foi emocionante e ela ainda doou R$ 5 mil”, disse.

Além do valor em dinheiro, Jefferson ganhou um projeto arquitetônico para a biblioteca. E as doações não pararam de chegar. Alguns meses depois, o estudante recebeu mais R$ 5 mil do Bope (Batalhão de Operações Especiais) de MT, dinheiro arrecadado em um evento do grupo.

Depois, foi a vez do Governo do Mato Grosso apoiar o projeto, com a doação de equipamentos, incluindo as estantes para os livros, que serão entregues quando a obra terminar. A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos permitiu que os presos trabalhassem na construção do espaço.

A base da biblioteca foi concluída no final do ano passado, mas ainda faltam R$ 20 mil para fazer o telhado e os acabamentos.

“Não temos condições financeiras para terminar, por isso não há previsão para que a biblioteca fique pronta”, diz o jovem, que corre atrás de novos auxílios para realizar o sonho dele e de toda sua comunidade. “É triste, porque as pessoas perguntam quando vai ficar pronta. Eu digo que não sei. É complicado saber quando vou terminar”, lamenta.

Jefferson conta com a ajuda de duas bibliotecárias voluntárias para cuidar e selecionar os livros, pois a biblioteca só poderá abrigar 2.500 livros dos 6 mil que ele já tem.

O adolescente de 14 anos também ganhou uma bolsa de estudos em uma escola particular de Cuiabá, onde cursa o 8º ano do ensino fundamental. Lá, ele encontrou uma realidade bem diferente da escola onde estudava, com muitos livros para acessar.

Agora, Jefferson luta para que os moradores de Bonsucesso tenham o mesmo acesso ao conhecimento que ele. “Quero terminar a biblioteca e fazer com que as crianças e os adultos de minha comunidade tenham acesso ao conhecimento. Quero atender até pessoas de outros lugares”, finaliza.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Grécia põe campo de refugiados em quarentena após infeção

Autoridades confirmam ao menos 20 infecções, todas sem sintomas. Exames foram feitos após uma mulher que deu à luz ter testado positivo para o novo coronavírus no hospital. A Grécia colocou em quarentena o campo de …

Bactérias em rochas a 6 km de profundidade no Pacífico reacendem esperanças de vida em Marte

Bactérias unicelulares recém-descobertas nas profundezas marinhas deram aos investigadores pistas sobre como podem encontrar vida em Marte. A novidade científica foi anunciada hoje (2) no portal SciTechDaily em um artigo da Universidade de Tóquio, Japão. Estas …

JK Rowling lança portal do Harry Potter e salva quarentena mundial

A saga de ‘Harry Potter’ acabou faz muito tempo e conquistou milhões de fãs ao redor de todo o mundo. E nesse momento de quarentena, quem poderia esquecer do bruxinho mais famoso da cultura pop? Quem …

Potência agrícola da Europa, Itália enfrenta falta de mão de obra para manter cadeia produtiva de alimentos

“Existe o risco de escassez de alimentos no mercado mundial, devido a perturbações derivadas da COVID-19 no comércio internacional e nas cadeias de suprimentos” . Este foi o alarme lançado na quarta-feira (1) em …

"Gangue" de cabras selvagens toma conta das ruas de uma cidade britânica em quarentena

Um rebanho de cabras selvagens simplesmente tomou as ruas desertas de Llandudno, no País de Gales, enquanto seus residentes ficam dentro de casa para limitar a propagação do coronavírus. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, …

Floresta tropical de mais de 90 milhões de anos é descoberta na Antártica

Os restos do que outrora teria sido uma floresta tropical na Antártica foram descobertos em uma amostra de gelo obtida no continente congelado. A floresta, que existiu há 90 milhões anos, quando os dinossauros ainda habitavam …

Há uma mensagem codificada no rover Perseverance, que será enviado a Marte

Em breve, a missão Mars 2020 levará, no rover Perseverance, três chips com os nomes de 10.932.295 pessoas ao Planeta Vermelho. Uma foto da placa onde os chips estão anexados foi divulgada, mas o que …

Brasil ruma para "tempestade perfeita" em meio a pandemia

Abril teria sido um mês ocupado para os hospitais brasileiros, de qualquer modo: enquanto a população ainda enfrentas o vírus da dengue, a estação da gripe vai começar a se manifestar. Em 2020, porém, o …

Empresa japonesa testa nova molécula contra a Covid-19

O grupo japonês Fujifilm anunciou nesta quarta-feira (1) o início de testes clínicos de seu medicamento antigripal Avigan para avaliar sua eficácia contra o novo coronavírus. Até o final de junho, o produto vai ser …

Razão pela qual tubarões caçam em torno da Europa e EUA é revelada

Tubarões e grandes prestadores marinhos evitam caçar em águas quentes equatoriais e preferem viver mais ao norte e ao sul, em zonas que compreendem a Europa, os Estados Unidos e a África do Sul. Os tubarões …