Estudo indica que imunidade ao coronavírus é temporária

Simone Venezia / EPA

Pesquisadores britânicos monitoraram os níveis de anticorpos contra a covid-19 em 90 pacientes recuperados. Resultados sugerem que o contato com o vírus só fornece imunidade por alguns meses, como no caso da gripe.

Pacientes que se recuperam de covid-19 possivelmente perdem a imunidade num prazo de meses, indica um estudo divulgado nesta segunda-feira (13/07). Segundo os autores, do King’s College London, a constatação poderá ter influência “significativa” sobre a forma como os governos vão gerir a pandemia.

Pela primeira vez, os pesquisadores monitoraram por um período os níveis de anticorpos em mais de 90 pacientes confirmados do novo coronavírus. Mesmo os que só apresentaram sintomas leves haviam desenvolvido um certo grau de reação imunológica. Esta reação foi classificada como “potente” em 60% do grupo, nas primeiras semanas após o contágio.

Após três meses, contudo, apenas 16,7% mantinham níveis altos de proteínas neutralizadoras do Sars-Cov-2; e passados outros 90 dias, vários dos participantes não possuíam mais anticorpos detectáveis no sangue.

Ao se defrontar com um perigo externo, como um vírus, o organismo mobiliza determinadas células para rastrear e eliminar o culpado. No processo, são produzidas as proteínas conhecidas como anticorpos, programadas para atacar o antígeno específico que estão combatendo, como uma chave moldada para se encaixar numa determinada fechadura.

Enquanto o paciente apresente suficientes anticorpos, terá imunidade à doença, estando apto a rechaçar futuras infecções. A nova pesquisa do King’s College sugere, porém, que não se pode contar automaticamente com a imunidade ao novo coronavírus: talvez ela só dure alguns meses, a exemplo do que ocorre com outros vírus, como o da gripe.

Em junho, uma pesquisa comandada por cientistas chineses já havia apontado que os anticorpos desenvolvidos pelo corpo humano após uma infecção podem durar apenas dois ou três meses. O estudo também indicou que pacientes assintomáticos infectados pelo Sars-Cov-2 podem ter uma resposta imunológica mais fraca do que aqueles que desenvolveram os sintomas, que incluem febre e tosse.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …

Ministro da Saúde diz que não há mudança de estratégia para a Coronavac

No início desta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, revelou que não haverá qualquer mudança de estratégia para a aplicação da CoronaVac. A declaração do ministro foi feita em audiência ao Senado Federal, revelando …

Há 80 anos, Hitler invadia a URSS – e começava a perder a guerra

Adolf Hitler e seus generais vinham planejando há meses para este momento. No domingo, 22 de junho de 1941, havia chegado a hora: às 3h15 da manhã, a Wehrmacht, forças armadas nazistas, atacou a União …

Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista …

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …