Estudo revela por que formigas são excepcionalmente fortes

Rubén Díaz / Flickr

Neste trabalho, os pesquisadores conseguiram obter imagens detalhadas do que ocorre no tórax de uma formiga, tirando raios-X e criando modelos 3D para analisar os músculos e o esqueleto interno.

Pesquisadores de universidades do Japão e da França investigaram por que as formigas operárias são tão fortes. O estudo, publicado na revista científica Frontiers in Zoology na segunda-feira (19), sugere que a perda da possibilidade de voar está diretamente ligada à evolução de maior força.

“As formigas operárias evoluíram dos insetos voadores. Sempre presumimos que perder o voo ajudava a otimizar os corpos para trabalhar no solo, mas temos muito que aprender sobre como isso é feito”, afirma em comunicado Evan Economo, coautor do estudo.

As formigas estão entre os animais mais bem-sucedidos do planeta, ocupando desde solos temperados a florestas tropicais, dunas desérticas e a mesa da cozinha. São insetos sociais e suas habilidades de trabalho em equipe há muito foram identificadas como um dos principais fatores que levam ao seu sucesso. As formigas são famosas pela capacidade de levantar ou arrastar objetos que pesam muito mais do que elas próprias e transportá-los para suas colônias.

Nesta pesquisa, os cientistas conseguiram obter uma imagem muito detalhada do que estava acontecendo dentro do tórax de uma formiga, tirando imagens de raios-X e criando modelos 3D para analisar os músculos e esqueleto interno.

Nos insetos voadores, os músculos das asas ocupam a maior parte do tórax, às vezes mais de 50%. Isso significa que outros músculos, que são usados para apoiar e mover a cabeça, as pernas e o abdômen, são contraídos e pressionados contra o exoesqueleto. Mas uma vez que as restrições de voo são removidas, todo o espaço no tórax é reorganizado.

“Dentro do tórax da formiga operária, tudo está perfeitamente integrado em um espaço minúsculo […] Os três grupos musculares aumentaram de volume, dando às formigas operárias mais força e potência. Também houve uma mudança na geometria dos músculos do pescoço, que sustentam e movem a cabeça. E a fixação interna dos músculos foi modificada”, explica Christian Peeters, autor principal do artigo.

Os pesquisadores querem agora compreender melhor as principais inovações por trás do sucesso das formigas. “Sabemos que um fator é a estrutura social, mas essa força individual é outro fator essencial”, acrescenta Economo.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

"Tesouro" espetacular de antigos artefatos de caça na Noruega é descoberto sob gelo derretido

Arqueólogos descobriram um “tesouro” de artefatos enquanto outra grande mancha de gelo derrete nas montanhas norueguesas, revelando um total de 68 flechas e muitos outros itens de um antigo local de caça de renas. As primeiras …

Não é mais 90%? AstraZeneca assume erro de eficácia da vacina da COVID-19

A AstraZeneca e a Universidade de Oxford, que estão desenvolvendo juntas uma vacina contra a COVID-19, revelaram na última quarta-feira (25) que houve um erro no momento da divulgação dos resultados dos testes da vacina …

6G colocaria China em posição de liderança 'inatacável' sobre EUA, diz analista

Enquanto os padrões de tecnologia 5G para redes celulares de banda larga ainda estão sendo implementados em vários países, a China recentemente lançou um satélite 6G em órbita. Descrito como o primeiro satélite 6G do mundo, …

Sri Lanka escava fosso para manter elefantes longe de lixão

Um fosso está sendo cavado ao redor de um lixão no Sri Lanka para impedir que elefantes invadam o local à procura de comida entre montes de resíduos plásticos. Os animais vão regularmente até o …

Pela primeira vez, Trump admite deixar a Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou pela primeira vez que deixará a Casa Branca caso o Colégio Eleitoral vote no democrata Joe Biden, embora mantenha sua tese de que houve fraude na eleição …

Mutação da Covid-19: Premiê da Dinamarca chora e se desculpa por massacre de visons

A primeira-ministra da Dinamarca, Mette Frederiksen, 43 anos, se desculpou pessoalmente nesta quinta-feira por sua gestão da pandemia. Enxugando as lágrimas, ela reconheceu que seu governo errou ao determinar o massacre de milhares de …

Herdeira da Disney diz que "tinha vergonha do sobrenome" ao falar de doação milionária

Abigail Edna Disney cresceu com muita vergonha do sobrenome que ostentava. Desde pequena, mais precisamente depois que completou dez anos, percebeu que o tamanho do patrimônio da família não condizia com a realidade da maioria …

Arqueólogos revelam restos mortais de cachorro de 8.400 anos descoberto na Suécia

Após vários meses de meticulosos trabalhos de escavação, foram finalmente revelados os restos mortais de um cachorro, de uma raça há muito tempo desaparecida, enterrado há mais de 8.400 anos na Suécia ao lado de …

“Cogumelos mágicos” são 4x melhores do que antidepressivos, descobre estudo

Quando a psilocibina, a molécula psicodélica descoberta nos cogumelos mágicos (Psilocybe cubensis), é usada durante a psicoterapia, parece possuir efeitos antidepressivos rápidos, substanciais e duradouros contra a depressão maior, de acordo com um novo ensaio …

Sem Trump, Putin e Bolsonaro ensaiam aproximação

Moscou sabe que a troca de poder na Casa Branca abre brecha na política externa brasileira. O elogio do presidente russo às "qualidades masculinas" de Bolsonaro pode ser apenas o primeiro sinal de uma aproximação. "O …