Ex-funcionária que fazia curadoria de notícias detona Facebook

O Facebook está atolado até o pescoço na nova polêmica relacionada a notícias falsas veiculadas em sua rede social. A coisa está tão feia que a empresa vem sendo acusada de ser uma das principais responsáveis pela eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos.

A controvérsia, todavia, teve início no começo deste ano, quando a Mark Zuckerberg resolveu demitir toda a equipe que fazia a curadoria de notícias que iam parar nos Trending Topics da rede social.

Desde então, as notícias mais populares que entram nos destaques do site são selecionadas por um algoritmo.

O problema é que muita gente vem conseguindo manipular o sistema desde que ele foi implementado, subindo notícias falsas, hoaxes e links maliciosos que podem afetar milhões de pessoas em pouquíssimo tempo.

Alguns especialistas, inclusive, chegaram a dizer que a neutralidade do Facebook estava comprometida e que o site estava manipulando informações políticas.

Embora sempre tenha negado a existência de qualquer problema com o algoritmo e que a ideia de notícias falsas terem contribuido para a eleição de Trump ser “bastante maluca”, uma ex-funcionária responsável pela curadoria de notícias no Facebook resolveu botar a boca no trombone, detonar a empresa e expor o que realmente acontece lá dentro.

“Eles nos trataram como lixo”

Mythili Sampathkumar e toda a equipe que cuidava da curadoria dos Trending Topics do Facebook foram demitidas no começo no ano após a empresa implantar e botar o algoritmo para rodar. E, de acordo com ela, isso não aconteceu da maneira mais amigável do mundo.

“Eles nos trataram como lixo porque éramos todos terceirizados, tínhamos liderança zero, e nos enxergavam apenas como precursores para um algoritmo”, desabafou a antiga funcionária no Twitter.

Ao Gizmodo, Sampathkumar também disse que o Facebook foi omisso na apuração dos fatos e preferiu “se acovardar à pressão direitista e aos anunciantes“, abrindo as portas para a manada de notícias fakes que inundaram a rede social poucas semanas antes do pleito eleitoral que deu a Donald Trump a faixa de presidente.

Agora, Zuckerberg e equipe trabalham para apagar a mancha deixada na imagem da rede social. Tanto é que, no último fim de semana, o Facebook anunciou sete medidas para acabar com as notícias falsas.

Apesar disso, Sampathkumar criticou a atitude e disse que tudo poderia ter sido evitado “se eles tivessem tratado a equipe de escritores humanos como humanos”.

Mas, agora que o estrago está feito, ela diz que a solução para o problema não é um algoritmo melhor. “Alguns aspectos da apuração dos fatos não podem ser feitos por computadores gramaticais”, finalizou.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Mudanças climáticas ameaçam futuro das crianças do mundo, diz ONU

Estudo de Nações Unidas, Unicef e revista 'The Lancet' aponta ações de sustentabilidade insuficientes. Países ricos fracassam em prover meio ambiente favorável, apesar de melhor ponto de partida. Países de todo o mundo estão fracassando em …

Bug no sistema do McDonald's forneceu lanches de graça sem limite de quantidade

Imagine você poder realizar quantos pedidos quiser no McDonald's e não ter que arcar com um só centavo para isso. Bem, essa mamata virtual era o que vinha acontecendo no sistema da multinacional de fast-food …

Governo chinês está até "queimando" dinheiro para combater o coronavírus

A briga do governo chinês contra o Covid-19 (também conhecido como "novo coronavírus") tem colocado diversos órgãos governamentais em alerta, e o governo da China parece não poupar esforços para conter a proliferação da doença …

Maior organização de escoteiros dos EUA declara falência após processos de abuso sexual

O grupo Boys Scouts of America, principal movimento de escoteiros dos Estados Unidos, apresentou um pedido de falência nesta terça-feira (18), em um esforço para salvaguardar as indenizações às vítimas de abuso sexual, afirma um …

Ações humanas alteram dispersão de sementes na Amazônia, aponta estudo

Análise de mais de 26 mil árvores demonstra que atividades como queimadas e desmatamento abalam o equilíbrio entre fauna e flora. Com degradação, restam animais pequenos na floresta, que espalham sementes menores. Quando se fala em …

Sucesso nas apostas depende do apostador

Se você quer ter lucro nas apostas, precisa fundamentalmente de duas coisas: ter vantagem em relação à casa de apostas e um método de apostas bem rigoroso. Falamos disso porque muitos dos apostadores deixam dinheiro às …

Bezos doará US$ 10 bilhões para combater mudanças climáticas

Dono da Amazon anuncia fundo para financiar pesquisas voltadas a reduzir impactos do aquecimento global. Empresa tem enorme pegada de carbono por uso de combustíveis fósseis no transporte de produtos. O multimilionário americano Jeff Bezos afimou …

Jogador alvo de racismo toma atitude que todo mundo deveria ter e abandona gramado

Na última rodada da Liga Portuguesa, o Porto venceu fora de casa Vitória de Guimarães por 2 a 1. O gol que definiu a partida foi do malinês Marega. O ponta de lança recebeu um …

Ministra da Saúde de Macron vai disputar prefeitura de Paris em batalha de mulheres

O partido presidencial francês e seus aliados centristas encontraram neste domingo (16) na ministra da Saúde, Agnès Buzyn, 58, a sucessora ideal para Benjamin Griveaux. O candidato de Emmanuel Macron ao cargo de prefeito de …

Organização vende suposto DNA de Donald Trump e outros líderes globais

Nesta sexta-feira, uma organização chamada Earnest Project passou a oferecer a chance de possuir amostras de DNA de alguns líderes mundiais e outras celebridades. O grupo alega que coletou clandestinamente itens descartados pelos participantes do Fórum …