Fifa encerra investigação interna iniciada em 2015 sobre casos de corrupção

A Fifa anunciou hoje (31) que finalizou a investigação que iniciou em junho de 2015 depois das detenções de alguns de seus diretores e colaboradores realizadas pelas autoridades suíças, em parceria com a Justiça dos Estados Unidas, por possíveis atos delitivos, pagamentos de propina e corrupção.

Em comunicado, a Fifa indicou que durante os 22 meses transcorridos desde o início das investigações foram analisados mais de 2,5 milhões de documentos e várias testemunhas-chave foram ouvidas, o que permitiu elaborar um relatório de 1.300 páginas e mais de 20 mil páginas de provas documentais, que estão a disposição das autoridades suíças

Os dados que já estão em poder da Procuradoria Geral da Suíça, que reconheceu a “estreita e contínua colaboração da Fifa”, serão transferidos também ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos, país onde muitos dos envolvidos no caso estão à espera de julgamento, provavelmente no segundo semestre deste ano.

“A Fifa se comprometeu a realizar uma investigação global e profunda dos fatos a fim de poder atribuir responsabilidades aos que cometeram atos criminosos dentro do entorno futebolístico e colaborar com as autoridades”, afirmou o presidente da entidade, Gianni Infantino.

O dirigente suíço, que chegou à presidência no final de fevereiro de 2016, depois da explosão do escândalo de corrupção, garantiu que “as autoridades continuarão perseguindo os que lucraram e se aproveitaram da confiança depositada em seus cargos dentro do futebol”.

“A Fifa voltará a concentrar toda sua atenção no futebol, pela torcida e pelos jogadores de todo o mundo”, declarou Infantino, que sucedeu no cargo o suíço Joseph Blatter, meses depois que este renunciou como presidente.

Após sua renúncia à presidência, que ocupava desde 1998 e para a qual havia sido reeleito no final de maio de 2015, Blatter foi inabilitado pela própria Comissão de Ética da Fifa, o que também aconteceu com o então presidente da Uefa e grande favorito para sucedê-lo, o francês Michel Platini.

A sanção contra ambos, que a Corte Arbitral do Esporte (CAS, sigla em inglês) deixou em seis anos para Blatter e em quatro para Platini, foi consequência de um pagamento que o primeiro fez ao segundo em 2011 por trabalhos de assessoria em 1999 e que viola o Código de Ética da organização.

Esta punição impediu que Platini se apresentasse às eleições à presidência da Fifa, que a entidade teve que realizar em fevereiro de 2016 e nas quais foi eleito o suíço Gianni Infantino, até então secretário-geral da Uefa.

Também nesta sexta-feira, a Fifa explicou que, “já que as investigações penais empreendidas pela Procuradoria Suíça e pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos ainda estão abertas, não pode publicar ou comentar as conclusões da investigação interna por motivos legais”.

“A informação obtida foi utilizada para realizar mudanças específicas nas funções de governança, compliance e finanças da instituição”, acrescentou em seu comunicado a Fifa, que no final de abril publicará um relatório detalhado sobre essas mudanças.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Opositor belarusso é achado morto na Ucrânia

Ativista Vitaly Shishov ajudava compatriotas a fugir da perseguição do regime de Alexander Lukashenko, considerado o último ditador da Europa. Polícia investiga possível assassinato encenado como suicídio. Um ativista de Belarus foi encontrado morto nesta terça-feira …

Polônia concede visto humanitário a atleta olímpica e alimenta tensões com Belarus

A Polônia concedeu nesta segunda-feira (2) um visto humanitário para a atleta olímpica bielorrussa Krystsina Tsimanuskaya. A jovem afirma que estava sendo obrigada a deixar o Japão após ter criticado sua equipe e temia …

EUA e Reino Unido teriam dado 'luz verde' a Israel para retaliar Irã após ataque a petroleiro

Irã rejeitou o envolvimento do país no ataque contra o petroleiro Mercer Street no mar Arábico que ocorreu na quinta-feira (29), condenando as acusações lançadas pelo governo israelense. Tel Aviv teria recebido "luz verde" de Washington …

Incêndios causam mortes e devastação no sul da Europa

A União Europeia EU) enviou ajuda para a Turquia nesta segunda-feira (02/08), e voluntários se juntaram a bombeiros na luta contra fortes incêndios que já duram seis dias e mataram oito pessoas no país. Em …

Golpe militar em Mianmar completa seis meses e já resultou em quase mil mortes de civis

Aterrorizados pela repressão da junta militar e pela propagação do coronavírus, poucos birmaneses se atreviam a ir às ruas para protestar neste domingo (1º), quando completam-se seis meses do golpe de Estado que mergulhou …

Governo italiano vende casas a 2 euros na região da Sicília

Mais uma vez o governo italiano está vendendo casas em áreas rurais da Itália, após o sucesso da campanha para repovoamento de áreas abandonadas. Além de promover a ocupação por meio de incentivos para jovens e …

Bolsonaro admite não ter provas de fraudes eleitorais

Em live para a qual convocou veículos de imprensa, Bolsonaro exibiu uma série de teorias falsas, cálculos equivocados e vídeos antigos, já verificados e desmentidos, mas que ainda circulam na internet, como supostas evidências de …

A incrível civilização antiga que mumificava os mortos 2 mil anos antes dos egípcios

"As mais antigas evidências arqueológicas conhecidas de mumificação artificial de corpos", segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), estão presentes na América do Sul, na costa árida …

Delta pode causar covid-19 mais grave, alerta agência americana

Documento interno do órgão de prevenção de doenças dos EUA indica que a variante delta do coronavírus é tão contagiosa quanto a catapora e pode ser transmitida mesmo por indivíduos vacinados. "A guerra mudou", diz …

Vendas de vacinas anticovid impulsionam lucros de laboratórios

A empresa farmacêutica AstraZeneca anunciou nesta quinta-feira (28) que as vendas de sua vacina contra a Covid-19 alcançaram US $ 1,17 bilhão no primeiro semestre do ano. Este número corresponde à entrega de aproximadamente …