Cardeais e bispos tratam freiras como escravas

Servem na casa dos bispos e dos cardeais e trabalham em cozinhas sem remuneração. Na sua edição de março, a revista do Vaticano Women Church World expôs a forma como são tratadas algumas freiras pelos cardeais e bispos da Igreja Católica.

O artigo central da revista Women Church World, intitulado “O trabalho (quase) gratuito das freiras” e publicado pelo jornal oficial do Vaticano Osservatore Romano, denuncia a forma como são tratadas as freiras no seio da Igreja Católica. A revista está sendo cada vez mais encarada como a versão da Igreja Católica do movimento #MeToo.

“Algumas delas servem nas casas de bispos e cardeais, outras trabalham nas cozinhas das instituições católicas ou ensinam. Há quem, para servir os homens da Igreja, se levante de manhã para fazer o café da manhã e só se deite quando estiver tudo limpo, a roupa lavada e passada”, diz a irmã Maria, nome fictício.

Além de raramente serem convidadas a se sentar às mesas que servem, é realçada a falta de salários dignos e a falta de contratos das mulheres que vão para os prelados. Quando adoecem, conta o Público, as trabalhadoras são enviadas de novo para a congregação e substituídas por outras.

A editora quer dar voz a essas irmãs, através de uma revista que sobrevive pela boa vontade e esforço gratuito dos editores. Muitas vezes, o silêncio de muitas freiras está relacionado com o fato de virem de longe (África, Ásia ou América) e fazerem seus estudos religiosos no Vaticano pagos pelas congregações.

Elas se sentem em dívida, amarradas, e por isso se mantêm caladas”, disse a irmã Maria, que também foi da África para Roma para prosseguir os estudos religiosos.

Além disso, a edição deste mês destaca ainda o fato de muitas freiras terem intelectos brilhantes, mas que não podem pô-los em prática, pelo fato de seu avanço intelectual ser fortemente desencorajado pela Igreja. “Por trás está sempre a ideia infeliz de que as mulheres valem menos do que os homens, de que os padres são tudo na Igreja e de que as irmãs não são nada”, acrescentou a irmã Maria.

Mas as opções editoriais da revista estão constantemente em alta. Em março de 2016, a revista expôs um artigo no qual defendia que as freiras deviam poder dar homilias. A autora teve que se defender publicamente e dizer que não teve nenhuma intenção de sugerir uma mudança na doutrina nem na prática.

A edição deste mês de março explora temas como as diferenças salariais de gênero e a falta de mulheres em posições de chefia.

“As mulheres são pessoal de segunda para a Igreja”

Para Maria João Sande Lemos, fundadora do movimento de leigos da Igreja Católica “Nós Somos Igreja”, que luta pela ordenação das mulheres a sacerdotes, “é um grande progresso uma revista que sai com o jornal do Vaticano reconhecer uma evidência, porque isso é o que acontece dentro da Igreja”.

Na opinião da fundadora do movimento, as mulheres “são pessoal de segunda para a Igreja Católica”. Por isso, Maria João defende que já deviam ter sido tomadas medidas em relação a essa fragilidade, como fazer com que as freiras “participem nas conferências episcopais, nos conselhos diocesanos ou tenham acesso aos ministérios ordenados”.

Destaca ainda o fato de o celibato das freiras ser imposto por razões econômicas, mas também pela perspectiva de que “as mulheres são um perigo“.

No entanto, para Maria João a revista é uma autêntica vitória. Ao Diário de Notícias, a fundadora do movimento “Nós Somos Igreja” desabafou: “Finalmente, que se comece a falar desse assunto. Nos EUA, o conselho geral das freiras foi perseguido e sujeito a investigação assim que começou a enfrentar os poderes romanos”, contou.

O Papa Francisco tenta mudar disto“, disse, lembrando que em um prefácio que assinou para um livro sobre assuntos femininos, o papa reconheceu que estava preocupado com muitos casos em que o trabalho das mulheres na Igreja “por vezes é mais servidão do que verdadeiro serviço”.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. No dia 27 de fevereiro de 2018,saiu uma notícia deque cientistas dos EUA estariam implantando células tronco da pele para doenças incuráveis. Gostaria do e-mail da faculdade do Colorado sobre o assunto e o nome do responsável.

    • Olá, Anne!
      O artigo a que se refere é este aqui.
      Uma das cientistas responsáveis pela pesquisa se chama Ganna Bilousova, do Centro Gates de Medicina Regenerativa, do campus médico Anschutz. Infelizmente, não temos o e-mail dela, mas, caso queira, pode acessar o site da Universidade do Colorado aqui (em inglês) e encontrar informações de contato.
      Esperamos tê-la ajudado!

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Fóssil quase completo revela segredos sobre leão marsupial que aterrorizou a Austrália

A recente descoberta do fóssil de um esqueleto quase completo de um leão marsupial extinto revelou alguns dos seus segredos. Segundo a equipe de cientistas, cujo estudo foi publicado no dia 12 de dezembro na revista …

Boris, um robô altamente avançado, era na verdade um homem disfarçado

Em um fórum dedicado à robótica, a estação televisiva Rússia 24 apresentou um robô humanoide altamente avançado. Mas Boris era apenas um disfarce. “O Boris já aprendeu a dançar e não é ruim nisso”, foi assim …

Senado dos EUA responsabiliza príncipe saudita pelo homicídio de Khashoggi

Os senadores norte-americanos aprovaram por unanimidade uma resolução que refere que o príncipe herdeiro é “responsável pelo homicídio”, solicitando ao governo da Arábia Saudita que “garanta a aplicação de medidas apropriadas”. O Senado dos Estados Unidos …

Desigualdade cria ambiente propício para extrema direita no Brasil, diz Dilma

Personificada no presidente eleito Jair Bolsonaro, a extrema direita estava latente no Brasil e aproveitou-se da desigualdade para pavimentar seu crescimento. A avaliação foi feita pela ex-presidente Dilma Rousseff, derrotada nas eleições de outubro ao …

Químicos usados em panelas e roupas tornam os pênis menores

Um novo estudo científico concluiu que a exposição a altos níveis de compostos perfluoroalquílicos, mais conhecidos por PFCs, atrofia o crescimento dos órgãos sexuais masculinos, tornando os pênis menores e afetando também a fertilidade dos …

Atriz pornô é condenada a pagar 293 mil dólares a Donald Trump

Stormy Daniels foi condenada a pagar 293 mil dólares a Donald Trump para cobrir os gastos do presidente dos EUA com a Justiça. A atriz pornô Stormy Daniels, cujo nome real é Stephanie Clifford, foi condenada …

McDonald's vai reduzir uso de antibióticos na produção da carne

A resistência aos antibióticos representa uma ameaça à saúde global e à segurança alimentar. Quanto mais antibióticos são dados ao gado, mais rapidamente as bactérias podem se adaptar e se tornar resistentes. Quando se trata de …

Uma tonelada de chocolate invadiu as ruas de uma cidade na Alemanha

Um “rio” de chocolate invadiu as ruas de Werl, na Alemanha, esta semana. Um tanque de uma fábrica local produtora de chocolate transbordou, derramando cerca de uma tonelada de chocolate nas ruas da cidade, se …

Sonda da NASA captou o som do vento em Marte

A sonda InSight da NASA pousou em Marte em 26 de novembro, tendo a missão de estudar o interior do Planeta Vermelho. Por enquanto, nos presenteou com o som do vento no nosso planeta vizinho. No …

Voyager 2 da NASA já entrou no espaço interestelar

Pela segunda vez na história, um objeto feito pelo homem alcançou o espaço entre as estrelas. A sonda Voyager 2 da NASA saiu da heliosfera – a bolha protetora de partículas e campos magnéticos criada …