Ratos-toupeira-pelados têm mais um “superpoder” (igualmente invejável)

Smithsonian's National Zoo / Flickr

Heterocephalus glaber, também conhecido por rato-toupeira-nu

Eles podem até parecer um saco de peles completamente arruinado, mas têm superpoderes completamente bizarros (e que nós invejamos), como imunidade completa ao câncer.

Além de sobrevivem quase 20 minutos sem oxigênio e resistentes ao câncer e à dor, os cientistas descobriram que estes feios animais também não envelhecem. Ou, por outras palavras, sua probabilidade de morte não aumenta com o passar dos anos. O estudo com as revelações foi publicado na semana passada no jornal eLife.

Pelo contrário em qualquer outra espécie de mamífero, o risco de morte aumenta com o passar do tempo. No entanto, isso não acontece com os ratos-toupeira-pelados – ou Heterocephalus glaber, seu nome científico –, uma espécie de roedor que vive por baixo dos desertos da África Ocidental.

A mortalidade nestes ratos, geralmente, segue a lei da mortalidade Gompertz-Makeham, uma equação matemática que descreve o aumento da taxa de mortalidade junto com o aumento da idade após se tornarem adultos.

Nos humanos, o risco quase dobra a cada ano a partir dos 30. Mas para estes roedores enrugados, isto funciona de forma totalmente diferente.

“Para mim, esses são os dados mais empolgantes que já tive acesso“, disse Rochelle Buffenstein da Calico, uma companhia independente de biotecnologia de combate ao envelhecimento e doenças associadas da Google. “Vai contra tudo o que sabemos em termos de biologia de mamíferos”.

Buffenstein tem estudado esse tipo de rato por mais de 30 anos e documentou, cuidadosamente, cada morte dos ratos que esteve aos seus cuidados.

Depois de estudar os registros de 3.229 ratos-toupeira-pelados, a pesquisadora descobriu que o risco de mortalidade permaneceu em cerca de um em cada 10 mil para o resto das vidas dos ratos.

Os ratos-toupeira-pelados atingem a maturidade sexual aos seis meses de idade. Com base no seu tamanho, sua expectativa média de vida em laboratório é de seis anos. Mas alguns vivem para além dos 30.

“Nossa pesquisa demonstra que esses ratos não envelhecem da mesma forma que outros mamíferos, e, na verdade, mostram entre poucos a nenhum sinal de envelhecimento. Além disso, seu risco de envelhecimento não chega a aumentar 25% passado o seu tempo para a maturidade reprodutiva”, disse Buffenstein.

“As descobertas reforçam nossa crença de que os ratos-toupeira-pelados são animais excepcionais para estudar, para compreendermos melhor os mecanismos biológicos da longevidade”, afirma a cientista.

Não se sabe, por enquanto, como esses roedores são tão bons “em viver”. Um estudo de 2009 propôs, no entanto, várias causas – proteínas estáveis se desdobram menos do que em modelos de ratos e têm menos oxidação do que a observada em outros mamíferos.

Serão necessárias mais pesquisas em animais com mais idade para verificar se a tendência se mantém após os 30 anos.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

NASA pode ter encontrado pistas sobre Planeta X

O suposto Planeta X segue repleto de mistérios e a única coisa que se sabe é que há algum objeto grande e massivo na região do cinturão de Kuiper. O grande objeto estaria causando uma grande …

Co-fundador da Wikipedia lança rede social livre de anúncios

O co-fundador da Wikipédia, Jimmy Wales, desenvolveu uma rede social chamada WT: Social, que opera basicamente do mesmo jeito que a enciclopédia virtual, ou seja, sem publicidade, apenas com doações. Apesar disso, não há ligação …

O que é a peste pulmonar e por que sua aparição na China preocupa

A forma mais rara, porém mais letal de peste, apareceu na China. Duas pessoas foram hospitalizadas em Pequim após contrairem a peste pulmonar ou pneumônica - uma variante altamente infecciosa da doença e muitas vezes …

Mais de 200 pessoas perderam visão em protestos no Chile

A principal associação médica do Chile anunciou nesta quinta-feira (14/11) que pelo menos 230 pessoas perderam a visão, parcial ou completamente do olho afetado, devido a tiros com espingarda de pressão disparadas por agentes de …

Movimento dos "coletes amarelos" completa um ano com efeitos positivos na economia

O diário econômico francês Les Echos desta sexta-feira dedica sua capa e várias páginas ao movimento dos coletes amarelos, que completa um ano neste domingo. O jornal analisa as consequências dos protestos na economia francesa …

Preço para voar em nave da Boeing será 60% mais caro do que na da SpaceX

O inspetor-geral da NASA divulgou nesta quinta-feira (14) um relatório sobre o Programa Commercial Crew, com detalhes sobre os problemas técnicos enfrentados pelas empresas SpaceX e Boeing no desenvolvimento de suas espaçonaves - Crew Dragon …

A corrida para salvar 33 marinheiros e 1 cachorro da ilha onde missionário foi morto por nativos há 1 ano

"Homens selvagens, provavelmente mais de 50, com armas caseiras, estão fazendo dois ou três barcos. Temo que eles nos alcancem no pôr do Sol. A vida de todos os tripulantes está em risco." A corrida contra …

Gigante chinesa do comércio eletrônico vende U$ 1 bilhão em 1 minuto

Sessenta e oito segundos. Esse foi o tempo que consumidores chineses levaram para gastar seu primeiro bilhão de dólares em vendas pela internet numa tradicional liquidação do país. O resultado surpreendente de vendas foi alcançado …

“A Tumba”: depósito de lixo nuclear está começando a se romper e afundar nas Ilhas Marshall

Antes de lançar a primeira bomba atômica do mundo, os EUA fizeram vários testes de detonações em locais remotos. O problema é que toda a radiação está até hoje nesses lugares, sendo que um desses …

Brasil dá 'sinal positivo' e valoriza participação no BRICS, diz especialista

Contrariando estimativas de que o governo de Jair Bolsonaro reduziria a importância do BRICS na sua política externa, o Brasil demonstra empenho e compromisso com o bloco, segundo especialista ouvido pela Sputnik. Em entrevista à Sputnik, …