Ainda há esperança: o genoma do coala pode ser crucial na salvação da espécie

Uma equipe internacional de cientistas identificou mais de 26 mil genes do coala que podem se transformar em pistas preciosas para o desenvolvimento de vacinas e outras soluções que ajudem a salvar a espécie.

Os pesquisadores, que fazem parte do Koala Genome Consortium, sequenciaram mais de 3,4 bilhões de pares de bases do DNA e mais de 26 mil genes no genoma do coala. Essa espécie foi classificada pelo governo australiano como “vulnerável” em 2012 em várias regiões do país, onde a sua sobrevivência era ameaçada pela urbanização e doenças.

O trabalho, publicado recentemente na Nature Genetics, pode ajudar os cientistas a evitar procedimentos invasivos na pesquisa da biologia dos marsupiais. “Estamos agora em uma ótima posição para desenvolver vacinas melhores para tratar os animais” disse à Reuters Katherine Belov, professora na Universidade de Sydney e uma das autoras do artigo.

Segundo o jornal Público, uma das aplicações imediatas desse estudo poderia ser uma vacina para a clamídia, uma doença sexualmente transmissível que tem afetado esses marsupiais, em muitos casos de forma fatal.

Quando o problema da clamídia não é tratado, os coalas podem ficar cegos, desenvolver inflamações graves na bexiga, ficar inférteis e até mesmo morrer. Por sua vez, o tratamento com antibióticos torna muito difícil a digestão das folhas de eucalipto, essenciais na dieta desses animais.

A pesquisa permitiu identificar detalhadamente os genes do sistema imunológico dos coalas, reunindo informação que seria útil para atacar o problema com novas estratégias, como vacinas.

Além da clamídia, o retrovírus do coala (KoRV) é também uma preocupação, mas, por enquanto, sabe-se muito pouco sobre a enfermidade.

“O genoma completo do coala tem sido fundamental para mostrar que um só coala pode ter muitas (mais de uma centena) inserções do KoRV no seu genoma, incluindo muitas versões do KoRV”, explica Peter Timms, da Universidade de Sunshine Coast, em Queensland, citado pelo jornal.

As informações que estão agora nas mãos dos cientistas permitirão determinar quais as estirpes do KoRV que são mais perigosas e ajudar no desenvolvimento de uma vacina.

A sequência do genoma do coala é um passo significativo na ciência na medida em que representa o mais completo genoma marsupial até o momento. Além disso, fornece ainda dados sobre a biologia única do coala que podem ajudar no tratamento de doenças e melhorar os esforços de conservação dessa espécie.

O genoma dos coalas também pode ser a chave para programas de reprodução.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Japão lembra 75 anos de bomba de Hiroshima e pede união contra armas nucleares

Esta quinta-feira (6) marca o 75º aniversário do primeiro ataque com bomba atômica do mundo. Cerca de 140 mil pessoas morreram no bombardeio à cidade japonesa, realizado pelo Estados Unidos no fim da Segunda Guerra …

Donald Trump determina bloqueio do TikTok e WeChat nos EUA em 45 dias

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump assinou na noite de ontem (6) uma ordem executiva determinando o fim de relações com as empresas responsáveis pelos apps TikTok e WeChat no país norte-americano. Em comunicado emitido …

Brasil caminha para ter 200 mil mortes pelo coronavírus até outubro, diz especialista

Na semana em que o Brasil deverá registrar 100 mil mortes pelo novo coronavírus, um especialista brasileiro indica que o país caminha para dobrar esse número em dois meses, atingindo 200 mil óbitos pela pandemia …

Petição defende que França assuma controle do Líbano

Suspeita de que desastre em Beirute foi causado por negligência eleva indignação dos libaneses, que pedem mandato francês pelos próximos dez anos no país. Apelo recebe mais de 50 mil assinaturas após visita de Macron. Quase …

Macron visita Beirute devastada e cobra reformas no Líbano

Presidente francês visita local da explosão e ouve apelos por mudanças por parte da população, para quem o desastre é consequência de anos de corrupção, caos público e má gestão. O presidente da França, Emmanuel Macron, …

Após ser engolido, besouro consegue escapar do intestino dos sapos

Uma pesquisa mostrou que o besouro aquático Regimbartia attenuata tem a capacidade de sobreviver ser engolido por um sapo. Todos já ingerimos coisas que parecem querer sair correndo de dentro de nós, mas deve ser muito …

Disney+ chegará à América Latina em novembro

Ao divulgar que ultrapassou a marca de 60 milhões de assinantes, a Disney também reforçou uma informação que traz esperança a muita gente: o Disney+ deve mesmo chegar à América Latina em novembro. A informação foi …

China exorta Trump a não abrir 'caixa de Pandora' com aquisição do TikTok

China apela aos EUA que não abram a caixa de Pandora, exigindo vender a companhia TikTok, eles serão os próprios culpados pelas consequências, declarou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Wang Wenbin. O presidente …

Twitter bloqueia conta oficial de campanha de Trump

O Twitter anunciou nesta quarta-feira (5) ter bloqueado temporariamente a conta oficial da campanha de reeleição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por conta de um tuíte que continha informação equivocada sobre a …

Líbano inicia luto nacional e recebe ajuda internacional

Diversos países enviam suprimentos médicos a Beirute. Presidente da França chega ao Líbano para avaliar situação. Megaexplosão deixou ao menos 137 mortos, incluindo diplomata alemão, e mais de 5 mil feridos. Beirute amanheceu nesta quinta-feira (06/08) …