Mistério da morte do mítico sultão Saladino é desvendado

O que matou o sultão Saladino, que unificou o mundo Muçulmano durante o século XII, recapturou Jerusalém dos Cristãos e ajudou a desencadear a Terceira Cruzada? Até agora um mistério, que um médico finalmente resolveu.

Ao rever os sintomas médicos do sultão Saladino registrados há mais de 800 anos, um médico pode ter finalmente determinado a doença que “atacou” Saladino.

De acordo com Stephen Gluckman, professor de medicina na Universidade da Pennsylvania, foi tifoide. As conclusões foram anunciadas na 25ª Conferência Histórica Clinopatológica, na qual especialistas diagnosticam uma figura histórica todos os anos. Diagnósticos antigos foram feitos a Lenine, Darwin, Eleanor Roosevelt e Lincoln.

Gluckman advertiu, no entanto, que um diagnóstico definitivo provavelmente nunca será feito, dado que Saladino viveu antes da era das ferramentas de diagnóstico modernas. Mas tifoide – uma doença contraída ao ingerir comida ou água contaminada com a bactéria Salmonella typhi – parece ser a resposta, explicou o médico.

O sultão Saladino é uma figura icônica, que desempenhou um importante papel na história da Europa e do Oriente Médio. “Ele é certamente um dos mais importantes líderes muçulmanos na era das Cruzadas, na Idade Média”, explicou Tom Asbridge, professor de História Medieval.

O antigo presidente egípcio Gamal Abdel Nasser, que morreu em 1970, era obcecado com Saladino, assim como o antigo presidente do Iraque Saddam Hussein, que chegou até a ordenar estampar selos com seu rosto ao lado da do sultão e patrocinou livros de crianças sobre Saladino e ele próprio.

Saladino, que nasceu em 1137 ou em 1138, em Tikrit, moderno Iraque, era parte de uma família curda mercenária. O sultão lutou ao lado do tio, um importante líder militar contra o Califado Fatímida, uma dinastia religiosa entre 909 e 1171.

No entanto, quando o seu tio morreu em 1169, Saladino o substituiu aos 31 ou 32 anos, segundo Asbridge. Depois de triunfar na batalha, Saladino foi apontado comandante das tropas sírias no Egito e vizir – ministro ou conselheiro de um xá – do Califado Fatímida, de acordo com a enciclopédia britânica.

prelude2tragedy / Deviant Art

Depois de uma misteriosa febre e uma doença de duas semanas, Saladino morreu em 1193 com 55 ou 56 anos

Em 1187, o exército de Saladino conquistou a cidade de Jerusalém, expulsando os francos, que a tinham conquistado 88 anos antes, durante a Primeira Cruzada. Sua ação levou à Terceira Cruzada (1189-1192), que acabou em um impasse entre o sultão e seus adversários, incluindo o rei da Inglaterra, Richard I, conhecido como Ricardo Coração de Leão.

Contudo, depois de uma misteriosa febre e uma doença de duas semanas, Saladino morreu em 1193 com 55 ou 56 anos. Os médicos tentaram salvá-lo com sangria e clisterizes, mas sem sucesso.

Stephen Gluckman dispunha de poucos detalhes para fazer o diagnóstico, mas conseguiu excluir várias doenças. Peste ou varíola provavelmente não foram as doenças que o mataram, porque essas matam depressa, explicou o médico.

Também não teria sido tuberculose, porque os relatórios não mencionavam problemas respiratórios. E também muito provavelmente não teria sido malária, já que Gluckman não encontrou provas de que Saladino tivesse sofrido tremores provocados por calafrios, um sintoma comum da doença.

No entanto, os sintomas registrados coincidiam com tifoide, uma doença que era muito comum na região naquela época. Os sintomas da tifoide incluem febres altas, fraqueza, dores de estômago, enxaquecas e perda de apetite.

A doença ainda existe hoje. De acordo com os CDC, centros norte-americanos para Controle e Prevenção de Doenças, cerca de 21,5 milhões de pessoas em todo o mundo são anualmente infectadas com a bactéria.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …

Ministro da Saúde diz que não há mudança de estratégia para a Coronavac

No início desta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, revelou que não haverá qualquer mudança de estratégia para a aplicação da CoronaVac. A declaração do ministro foi feita em audiência ao Senado Federal, revelando …

Há 80 anos, Hitler invadia a URSS – e começava a perder a guerra

Adolf Hitler e seus generais vinham planejando há meses para este momento. No domingo, 22 de junho de 1941, havia chegado a hora: às 3h15 da manhã, a Wehrmacht, forças armadas nazistas, atacou a União …

Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista …

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …