Mistério da morte do mítico sultão Saladino é desvendado

O que matou o sultão Saladino, que unificou o mundo Muçulmano durante o século XII, recapturou Jerusalém dos Cristãos e ajudou a desencadear a Terceira Cruzada? Até agora um mistério, que um médico finalmente resolveu.

Ao rever os sintomas médicos do sultão Saladino registrados há mais de 800 anos, um médico pode ter finalmente determinado a doença que “atacou” Saladino.

De acordo com Stephen Gluckman, professor de medicina na Universidade da Pennsylvania, foi tifoide. As conclusões foram anunciadas na 25ª Conferência Histórica Clinopatológica, na qual especialistas diagnosticam uma figura histórica todos os anos. Diagnósticos antigos foram feitos a Lenine, Darwin, Eleanor Roosevelt e Lincoln.

Gluckman advertiu, no entanto, que um diagnóstico definitivo provavelmente nunca será feito, dado que Saladino viveu antes da era das ferramentas de diagnóstico modernas. Mas tifoide – uma doença contraída ao ingerir comida ou água contaminada com a bactéria Salmonella typhi – parece ser a resposta, explicou o médico.

O sultão Saladino é uma figura icônica, que desempenhou um importante papel na história da Europa e do Oriente Médio. “Ele é certamente um dos mais importantes líderes muçulmanos na era das Cruzadas, na Idade Média”, explicou Tom Asbridge, professor de História Medieval.

O antigo presidente egípcio Gamal Abdel Nasser, que morreu em 1970, era obcecado com Saladino, assim como o antigo presidente do Iraque Saddam Hussein, que chegou até a ordenar estampar selos com seu rosto ao lado da do sultão e patrocinou livros de crianças sobre Saladino e ele próprio.

Saladino, que nasceu em 1137 ou em 1138, em Tikrit, moderno Iraque, era parte de uma família curda mercenária. O sultão lutou ao lado do tio, um importante líder militar contra o Califado Fatímida, uma dinastia religiosa entre 909 e 1171.

No entanto, quando o seu tio morreu em 1169, Saladino o substituiu aos 31 ou 32 anos, segundo Asbridge. Depois de triunfar na batalha, Saladino foi apontado comandante das tropas sírias no Egito e vizir – ministro ou conselheiro de um xá – do Califado Fatímida, de acordo com a enciclopédia britânica.

prelude2tragedy / Deviant Art

Depois de uma misteriosa febre e uma doença de duas semanas, Saladino morreu em 1193 com 55 ou 56 anos

Em 1187, o exército de Saladino conquistou a cidade de Jerusalém, expulsando os francos, que a tinham conquistado 88 anos antes, durante a Primeira Cruzada. Sua ação levou à Terceira Cruzada (1189-1192), que acabou em um impasse entre o sultão e seus adversários, incluindo o rei da Inglaterra, Richard I, conhecido como Ricardo Coração de Leão.

Contudo, depois de uma misteriosa febre e uma doença de duas semanas, Saladino morreu em 1193 com 55 ou 56 anos. Os médicos tentaram salvá-lo com sangria e clisterizes, mas sem sucesso.

Stephen Gluckman dispunha de poucos detalhes para fazer o diagnóstico, mas conseguiu excluir várias doenças. Peste ou varíola provavelmente não foram as doenças que o mataram, porque essas matam depressa, explicou o médico.

Também não teria sido tuberculose, porque os relatórios não mencionavam problemas respiratórios. E também muito provavelmente não teria sido malária, já que Gluckman não encontrou provas de que Saladino tivesse sofrido tremores provocados por calafrios, um sintoma comum da doença.

No entanto, os sintomas registrados coincidiam com tifoide, uma doença que era muito comum na região naquela época. Os sintomas da tifoide incluem febres altas, fraqueza, dores de estômago, enxaquecas e perda de apetite.

A doença ainda existe hoje. De acordo com os CDC, centros norte-americanos para Controle e Prevenção de Doenças, cerca de 21,5 milhões de pessoas em todo o mundo são anualmente infectadas com a bactéria.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Líbano: Saad Hariri volta ao posto de primeiro-ministro para formar novo governo

Saad Hariri foi nomeado novamente primeiro-ministro do Líbano, com o desafio de chegar a um acordo com as várias forças políticas do país e formar um governo capaz de realizar as reformas necessárias para …

Alunos incentivam câmeras ligadas para que professores não ‘falem’ com telas em branco

Para amenizar a sensação de solidão de professores em aulas online, alunos norte-americanos começaram a usar o TikTok para incentivar mais estudantes a abrirem as câmeras durante encontros educacionais à distância. A usuária da rede social …

Identificada a causa da maior extinção em massa na história da Terra

A vida na Terra tem uma história longa, mas também extremamente turbulenta. Em mais de uma ocasião, a maioria de todas as espécies foi extinta e uma biodiversidade já altamente desenvolvida reduziu para um mínimo …

Cães farejadores de covid: eficazes e baratos, mas esnobados

A Europa está em pânico em meio ao segundo surto de covid-19, com taxas de contágio explodindo e os PIBs despencando. A Bélgica acaba de anunciar que não mais testará cidadãos assintomáticos, mesmo que tenham …

Bolsonaro é avaliado positivamente por 37% da população, diz pesquisa

Entre os que souberam do dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (52%), 74% não mudaram sua avaliação sobre o presidente Bolsonaro. Os que mais mudaram de opinião foram os pesquisados com ensino superior (26%) …

Tribunal Constitucional da Polônia invalida direito ao aborto por malformação do feto

O Tribunal Constitucional da Polônia invalidou nesta quinta-feira (22) uma disposição que permitia a interrupção voluntária da gravidez (IVG) em caso de malformação do feto. Uma vez que a decisão entre em vigor, apenas o …

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …

Combate à corrupção reduz mortalidade infantil, aponta estudo

Auditorias anticorrupção realizadas em municípios brasileiros entre 2003 e 2015 reduziram a mortalidade infantil. Esta é a principal conclusão de um estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, que relacionou o …

2.300 maneiras de prevenir o Covid-19 foram mapeadas por universidade brasileira

Está disponível online a Plataforma das Universidades contra COVID-19 organizada pelo Projeto Ciência Popular e desenvolvida em parceria com a Empresa Júnior de Sistemas de Informação da EACH/USP (Síntese Jr.). Em setembro havia sido publicado o …