Mistério da morte do mítico sultão Saladino é desvendado

O que matou o sultão Saladino, que unificou o mundo Muçulmano durante o século XII, recapturou Jerusalém dos Cristãos e ajudou a desencadear a Terceira Cruzada? Até agora um mistério, que um médico finalmente resolveu.

Ao rever os sintomas médicos do sultão Saladino registrados há mais de 800 anos, um médico pode ter finalmente determinado a doença que “atacou” Saladino.

De acordo com Stephen Gluckman, professor de medicina na Universidade da Pennsylvania, foi tifoide. As conclusões foram anunciadas na 25ª Conferência Histórica Clinopatológica, na qual especialistas diagnosticam uma figura histórica todos os anos. Diagnósticos antigos foram feitos a Lenine, Darwin, Eleanor Roosevelt e Lincoln.

Gluckman advertiu, no entanto, que um diagnóstico definitivo provavelmente nunca será feito, dado que Saladino viveu antes da era das ferramentas de diagnóstico modernas. Mas tifoide – uma doença contraída ao ingerir comida ou água contaminada com a bactéria Salmonella typhi – parece ser a resposta, explicou o médico.

O sultão Saladino é uma figura icônica, que desempenhou um importante papel na história da Europa e do Oriente Médio. “Ele é certamente um dos mais importantes líderes muçulmanos na era das Cruzadas, na Idade Média”, explicou Tom Asbridge, professor de História Medieval.

O antigo presidente egípcio Gamal Abdel Nasser, que morreu em 1970, era obcecado com Saladino, assim como o antigo presidente do Iraque Saddam Hussein, que chegou até a ordenar estampar selos com seu rosto ao lado da do sultão e patrocinou livros de crianças sobre Saladino e ele próprio.

Saladino, que nasceu em 1137 ou em 1138, em Tikrit, moderno Iraque, era parte de uma família curda mercenária. O sultão lutou ao lado do tio, um importante líder militar contra o Califado Fatímida, uma dinastia religiosa entre 909 e 1171.

No entanto, quando o seu tio morreu em 1169, Saladino o substituiu aos 31 ou 32 anos, segundo Asbridge. Depois de triunfar na batalha, Saladino foi apontado comandante das tropas sírias no Egito e vizir – ministro ou conselheiro de um xá – do Califado Fatímida, de acordo com a enciclopédia britânica.

prelude2tragedy / Deviant Art

Depois de uma misteriosa febre e uma doença de duas semanas, Saladino morreu em 1193 com 55 ou 56 anos

Em 1187, o exército de Saladino conquistou a cidade de Jerusalém, expulsando os francos, que a tinham conquistado 88 anos antes, durante a Primeira Cruzada. Sua ação levou à Terceira Cruzada (1189-1192), que acabou em um impasse entre o sultão e seus adversários, incluindo o rei da Inglaterra, Richard I, conhecido como Ricardo Coração de Leão.

Contudo, depois de uma misteriosa febre e uma doença de duas semanas, Saladino morreu em 1193 com 55 ou 56 anos. Os médicos tentaram salvá-lo com sangria e clisterizes, mas sem sucesso.

Stephen Gluckman dispunha de poucos detalhes para fazer o diagnóstico, mas conseguiu excluir várias doenças. Peste ou varíola provavelmente não foram as doenças que o mataram, porque essas matam depressa, explicou o médico.

Também não teria sido tuberculose, porque os relatórios não mencionavam problemas respiratórios. E também muito provavelmente não teria sido malária, já que Gluckman não encontrou provas de que Saladino tivesse sofrido tremores provocados por calafrios, um sintoma comum da doença.

No entanto, os sintomas registrados coincidiam com tifoide, uma doença que era muito comum na região naquela época. Os sintomas da tifoide incluem febres altas, fraqueza, dores de estômago, enxaquecas e perda de apetite.

A doença ainda existe hoje. De acordo com os CDC, centros norte-americanos para Controle e Prevenção de Doenças, cerca de 21,5 milhões de pessoas em todo o mundo são anualmente infectadas com a bactéria.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Bill Gates vai financiar sete pesquisas de vacina contra COVID-19

Bill Gates, o fundador, ex-CEO e atual filantropo, anunciou durante entrevista no talk show norte-americano Daily Show With Trevor Noah que, por meio de sua própria fundação, estará financiando sete pesquisas clínicas que buscam descobrir …

Bolsonaro é denunciado no TPI por “crime contra a humanidade”

A Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) denunciou o presidente Jair Bolsonaro por crime contra a humanidade no Tribunal Penal Internacional.  A denúncia foi protocolada nesta quinta-feira (2) na corte de Haia. Segundo …

O primeiro ‘autor’ do mundo era uma mulher

Enheduanna viveu no século 23 antes da nossa era na Mesopotâmia. Princesa, sacerdotisa e poeta, ela pode se orgulhar de ter sido a primeira autora do mundo a ter seu nome conhecido em uma época …

Maduro envia carta ao povo dos EUA pedindo "cessação das sanções"

Nicolás Maduro enviou uma carta ao povo dos Estados Unidos expressando uma mensagem de solidariedade e paz, e pedindo fim das ameaças militares e das sanções contra Venezuela. No documento, o chefe de Estado venezuelano exprime …

Governo dos EUA alerta população para novo "11 de Setembro" devido à covid-19

Chefe da Saúde Pública do país prevê que próxima semana será "a mais difícil e mais triste da vida da maioria dos americanos". Ele compara repercussão a dois dos maiores traumas da história dos Estados …

Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa - ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. É que as atividades humanas, tais como a circulação …

IA sincronizada com música cria rostos falsos, o resultado pode se aterrorizante

As pessoas ainda aprendem a melhor forma de empregar as redes neurais artificiais, aprendizado de máquina e avanços em inteligência artificial. Entre as pesquisas práticas há a busca por empregar essas técnicas de forma a …

Coronavírus: 92% das mães nas favelas dizem que faltará comida após um mês de isolamento

"Muitas pessoas entraram na linha de pobreza da noite para o dia. O casal que trabalhava no shopping na semana retrasada, que recebia por semana, fez a compra da semana passada e nesta semana já …

Dois anos após mortes de Marielle e Anderson, Anistia Internacional cobra identificação de mandantes

Dois anos após os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018, o crime permanece sem solução e ilustra a impunidade no combate à violência …

Coronavírus poderia ser a 1ª de muitas outras pandemias futuras, adverte cientista

Apesar do registro de mais de um milhão de infectados à escala mundial, a doença poderia ser suplantada por patologias bem mais perigosas. Comparando com as doenças que poderiam reaparecer como resultado do aquecimento global, o …