Hackers podem usar dados públicos para provocar o caos

Tim Berners-Lee, mais conhecido como o inventor da World Wide Web, acredita que os hackers podem usar os dados públicos, tais como informações geradas por aplicativos de transporte, para criar o caos.

Muito conspiratório para o seu gosto? Pois ele tem uma explicação bem racional para o seu alerta. Berners-Lee exemplifica sua teoria com um possível caso de invasão aos dados de aplicativos como o Waze.

Caso um hacker intercepte o sistema e diga a todos os usuários que uma determinada rodovia está fechada, logo todos irão migrar para a segunda alternativa, causando um engarrafamento fora do comum.

Juntamente com o professor Nigel Shadbolt, cofundador do Open Data Institute (ODI), Berners-Lee alertou o governou britânico sobre o potencial de reunir tantos dados relacionados ao sistema de trânsito de Londres.

Segundo o The Guardian, eles acreditam que tais conjuntos de dados ajudaram a melhorar o tráfego, mas a proteção devida às informações foi negligenciada. “Quando as pessoas pensam sobre a segurança dos seus sistemas, elas se preocupam com as pessoas descobrirem o que elas estão fazendo”, disse Bernes-Lee.

“O que elas não pensam é na possibilidade das coisas serem alteradas, acrescenta Tim Berners-Lee, cientista da computação e professor do MI, conhecido como o inventor da Worl Wide Web depois de em 1989 ter implementado a primeira comunicação bem-sucedida entre um cliente HTTP e um servidor através da internet.

Paul Clarke / Wikipedia

Sir Tim Berners-Lee inventou a World Wide Web

Sir Tim Berners-Lee inventou a World Wide Web

A dupla convidou o governo da Inglaterra a pensar nos dados abertos como uma infraestrutura pública vital que precisa de proteção.

“A lista de empresas jurídicas no país, ou a lista de endereços dos hospitais, ou dados geográficos…tudo é parte da nossa infraestrutura crítica e poderia ser atacado”, disse o físico britânico.

Para ele, os dados nacionais públicos fazem parte da responsabilidade do governo, assim como manter o ar e a água limpos, e por isso é preciso pensá-los como uma infraestrutura.

Um dos motivos que levariam hackers a manipular dados públicos seria o lucro. Informações relacionadas à taxas e índices de preços, por exemplo, seriam alvos rentáveis.

Afinal, falsificar dados do governo pode resultar em grandes ganhos financeiros.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e aposentar as baterias no futuro

O mundo já conhece os benefícios da tecnologia 5G como a alta velocidade na transmissão de dados e baixa latência. Agora, os cientistas do Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos EUA, descobriram que essas redes …

Covid: como evitar a trágica marca de 5 mil mortes por dia no Brasil?

No dia 19 de maio de 2020, o Brasil atingiu pela primeira vez a marca das mil mortes diárias por covid-19. Esse número permaneceu relativamente estável, em um patamar considerado alto, durante todo o segundo semestre …

Físicos afirmam que o universo é um computador de aprendizado de máquina

Físicos teóricos que trabalham com a Microsoft lançaram um artigo na sexta-feira afirmando que o universo é essencialmente um computador de aprendizagem de máquina (machine learning, em inglês). Os pesquisadores, vários afiliados à Microsoft, pré-publicaram um …

Mundo ainda tem países sem uma única dose de vacina

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 600 milhões de doses de vacina contra a covid-19 já foram aplicadas em todo o mundo. Mas a discrepância entre países é alta: enquanto, …

Covid: site calcula quando você será vacinado. Resultados não animam

Um grupo de voluntários chamado CoronavirusBra desenvolveu uma plataforma para calcular quando você será vacinado contra a covid-19. O ‘Quando vou ser vacinado?’ utiliza dados públicos como a média de imunizados com o número de pessoas …

Rússia inicia desenvolvimento de mais uma vacina contra COVID-19

Sendo o primeiro país a registrar uma vacina contra a COVID-19, a Rússia anunciou o início do desenvolvimento de mais uma vacina contra o coronavírus. A criação do novo medicamento estará a cargo do Instituto Smorodintsev …

Especialista chinês: ascensão da China faz EUA entrarem em pânico e ficarem nervosos

O desenvolvimento econômico e a ascensão do país asiático fazem os EUA ficarem nervosos e entrarem em pânico, mas este medo se origina em seus preconceitos, disse em entrevista à Sputnik um especialista chinês. Li Junru, …

Interação de múons, a nova força da natureza que cientistas acreditam ter descoberto

Desde colar um ímã na porta de uma geladeira até jogar uma bola em uma cesta de basquete, as forças da física funcionam em todos os momentos de nossas vidas. Todas as forças que experimentamos todos …

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …