Na Índia, a ciência divide o palco com o mito

O Congresso Nacional de Ciência da Índia tem sido marcado por várias afirmações descabidas que vão desde ataques a Einstein à reivindicação de invenções recentes com base em manuscritos milenares.

A Índia é conhecida por ter uma comunidade científica e acadêmica particularmente diversa, onde as crenças religiosas e o orgulho patriótico compartilham o mesmo palco com o conhecimento baseado em evidências.

É com base nessa premissa que se realiza o congresso cientifico nacional, onde aparecem acadêmicos de várias universidades contestando as teorias de alguns dos maiores personagens da história com base em crenças religiosas ou reclamando certas invenções do passado recente como tendo sido feitas no país há milhares de anos.

Segundo o Diário de Notícias, o 106º Congresso Nacional de Ciência deu o que falar. Na edição deste ano, o reitor de uma universidade do sul do país declarou, com base em antigas escrituras, que a pesquisa com células-tronco foi descoberta na Índia.

Outro cientista afirmou que as teorias de Albert Einstein sobre as ondas gravitacionais estavam erradas, porque ele não entendeu “as forças repulsivas gravitacionais”.

No entanto, segundo a BBC, as afirmações mais polêmicas pertenceram a G. Nageshwar Rao, vice-chanceler da Universidade de Andrha. Rao afirma que, muito antes de os irmãos Wright realizarem com sucesso o primeiro voo, um rei demônio que figura no épico religioso hindu Ramayana já tinha uma frota de 24 aviões.

Os organizadores do evento tentaram amenizar os ânimos, lamentando o sucedido e afirmando que foi “infeliz” o fato desse evento de prestígio ter sido “descarrilado pela controvérsia”.

De acordo com a BBC, a pseudociência tem assim ganhado terreno na Índia desde a chegada ao poder de Narendra Modri, do partido nacionalista Hindu BJP, o qual de resto abriu os trabalhos desse congresso no dia 3 de janeiro.

Modri é conhecido por ter feito algumas afirmações controversas no passado. Em 2014, por exemplo, declarou em um encontro com a comunidade médica em Mumbai que a deusa hindu Ganesha – representada com cabeça de elefante e corpo humano – é a prova de que a cirurgia estética já existia no país desde a antiguidade.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Covid-19: EUA autorizam 3ª dose da vacina da Pfizer para idosos e grupos de risco

Os Estados Unidos autorizaram nesta quarta-feira a aplicação de uma terceira dose da vacina contra a covid-19 da Pfizer para maiores de 65 anos, pessoas com alto risco de contrair uma forma grave da …

Ministério da Saúde recua e volta a recomendar vacinação de adolescentes

O Ministério da Saúde recuou nesta quarta-feira (22/09) e voltou a recomendar a vacinação de adolescentes sem comorbidades contra a covid-19, uma semana após ter recomendado a suspensão. "Concluímos que os benefícios da vacinação de adolescentes …

Queiroga testa positivo para covid-19 e fica em Nova York

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testou positivo para covid-19 durante a viagem a Nova York, na comitiva do presidente Jair Bolsonaro, e ficará em isolamento na cidade, comunicou nesta quarta-feira (21/09) a Presidência da …

Vulcão em erupção nas Canárias: o cenário 'desolador' enfrentado por moradores afetados pelo Cumbre Vieja

Juan Vicente Rodríguez ainda não chegou às lágrimas, mas ele garante que no final "todos vão acabar chorando". Morador da ilha canária La Palma, Rodríguez observa nas redondezas os rios de lava do vulcão Cumbre Vieja …

Anistia Internacional acusa empresas farmacêuticas de deixar países pobres sem vacinas anticovid

A ONG Anistia Internacional divulgou um relatório nesta quarta-feira acusando os grandes grupos farmacêuticos que produzem vacinas contra a Covid-19 de alimentar uma crise de direitos humanos sem precedentes. Por essa razão, a entidade …

Descobrem na Espanha dezenas de pegadas de espécie extinta de elefantes

Paleontólogos descobriram em Huevla, na Espanha, em um sítio da época do Pleistoceno Superior, trilhas e rastros de elefantes recém-nascidos e juvenis atribuídos a elefantes de presas retas (Palaeoloxodon antiquus). Os elefantes de presas retas são …

Na ONU, Bolsonaro defende ineficaz "tratamento precoce"

O presidente Jair Bolsonaro usou nesta terça-feira (21/09) seu discurso de abertura da 76ª Assembleia-Geral das Nações Unidas para defender o desacreditado "tratamento precoce" promovido pelo seu governo, que consiste num coquetel de drogas ineficazes …

Turismo em reservas naturais federais no Brasil triplica em 13 anos

Cerca de 15 milhões de turistas visitaram reservas ambientais federais no Brasil em 2019, uma alta de 300% nos últimos 13 anos. Se por um lado esse aumento reflete um maior interesse dos brasileiros em …

Presidente do Conselho da UE acusa EUA de "falta de lealdade" após ruptura de contrato com a França

O presidente do Conselho da União Europeia, Charles Michel, acusou nesta segunda-feira (20) os Estados Unidos de falta de lealdade depois que a Austrália cancelou um amplo contrato com a França para comprar submarinos …

Morcegos das cavernas de Laos podem revelar origem da COVID-19

Descobriu-se que os morcegos que habitam as cavernas do norte de Laos transportam um coronavírus que compartilha uma característica importante com o SARS-CoV-2, dando pistas aos cientistas para desvendar a causa da COVID-19. Uma equipe de …