Japão: vítimas da chuva radioativa de Hiroshima são finalmente reconhecidas pela Justiça

Wikimedia

Nuvem sobre Hiroshima, logo após o lançamento da bomba atômica em 1945

Um tribunal de Hiroshima ampliou a definição de sobreviventes de bombas atômicas para incluir na lista novas vítimas do fenômeno que ficou conhecido como “chuva negra” radioativa, que se seguiu ao bombardeio nuclear da cidade, em 6 de agosto de 1945. Três dias depois, aconteceria o bombardeio de Nagasaki.

Setenta e cinco anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, a Justiça japonesa decidiu que 84 vítimas da “chuva negra”, com idade média acima de 80 anos, podem finalmente se beneficiar dos cuidados médicos concedidos aos sobreviventes do bombardeio.

Até 1957, esses japoneses não se beneficiavam de nenhuma assistência especial. O governo do Japão criou um sistema de subsídios e assistência médica gratuita, dependendo da proximidade do local da explosão, dentro de um raio de 2 a 3 quilômetros, e não além disso.

Para reduzir os custos do tratamento de pessoas contaminadas pela radiação, os hibakusha – que estão morrendo lentamente de câncer devido à exposição – as vítimas da “chuva negra” radioativa não eram reconhecidas como sobreviventes do bombardeio.

Setenta e cinco anos depois, o juiz Yoshiyuki Takashima, do Tribunal Distrital de Hiroshima, declara que eles também sofrem de doenças relacionadas aos bombardeios e cumprem as condições legais exigidas.

“Não há nada de irracional nas declarações desses moradores de que foram encharcados pela chuva negra”, disse o presidente do tribunal, juiz Yoshiyuki Takashima, à emissora pública de televisão, NHK. “Os exames médicos mostram que esses habitantes sofrem de doenças consideradas relacionadas à bomba atômica e que atendem aos requisitos legais exigidos pelo hibakusha”, acrescentou.

Discriminação

Após a guerra, o Japão transformou o seu povo vítima de radiação em seres desumanizados, frequentemente rejeitados por empresas. À época, temia-se que fossem contagiosos. Muitas vítimas da bomba atômica não se registraram como tal por medo de discriminação.

Cerca de 140.000 pessoas foram mortas imediatamente e nos meses seguintes, em Hiroshima, e 74.000 em Nagasaki.

O Japão realizará cerimônias na próxima semana para marcar o 75º aniversário dos dois ataques.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …