Macron afirma que Otan está em estado de “morte cerebral”

franceintheus / Flickr

O presidente da França, Emmanuel Macron

Em uma entrevista publicada nesta quinta-feira (07/11) pela revista The Economist, o presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou considerar que a Otan está em situação de “morte cerebral”. A opinião foi prontamente rebatida pela chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel.

Macron ainda alertou para a “extraordinária fragilidade” da Europa, que não pode mais contar com os Estados Unidos para se defender, e sugeriu que os governos do continente devem começar a refletir “como uma potência no mundo”.

Ele ainda criticou o que diz ser uma falta de coordenação entre a Europa e os Estados Unidos, e condenou as ações agressivas na Síria por parte da Turquia, que detém o segundo maior exército da aliança.

“Não há nenhuma coordenação na tomada de decisões estratégicas entre Estados Unidos e seus aliados da Otan. Nenhuma. Há uma ação agressiva, descoordenada, de outro aliado da Otan, a Turquia, em uma zona em que nossos interesses estão em jogo”, declarou.

Ele ainda descreveu como um “pequeno milagre” que, nas últimas sete décadas, o mundo tenha construído “uma equação política sem hegemonia, permitindo a paz”.

“Mas agora há uma série de fenômenos que nos coloca à beira do precipício”, afirmou Macron, pedindo para que a Europa se mexa e comece a agir “como uma potência, pois, caso contrário, desaparecerá”.

O presidente francês afirmou que, em sua opinião, a construção do continente europeu concentrou-se em um alargamento constante, o que significa “um erro profundo, pois reduziu o propósito político de seu projeto desde a década de 1990”.

Paralelamente, os EUA, que nas palavras de Macron são “grandes aliados da Europa”, começaram a olhar mais para a China, um movimento iniciado no governo de Barack Obama. Mas, de acordo com o mandatário francês, “Donald Trump é o primeiro presidente que não compartilha da ideia do projeto europeu e se afasta dele”.

Logo após tomar conhecimento das declarações de Macron, a chanceler federal alemã, que nesta quinta-feira se encontrou em Berlim com o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, disse não compartilhar da opinião do francês.

“Macron escolheu palavras drásticas, não é a visão que eu tenho da Otan. A Otan é indispensável, devemos tomar em nossas mãos o destino da Europa, mas acredito que a Otan avançou e tem um trabalho muito mais político do que anos atrás”, afirmou.

Merkel também reiterou o compromisso de seu país de atingir a meta de dedicar 1,5% de seu PIB com gastos militares até 2024. “Aumentamos significativamente nossas despesas militares e atualmente estamos negociando os orçamentos do ano que vem”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Príncipe Andrew vira centro de escândalo sexual

O príncipe Andrew do Reino Unido comunicou nesta quarta-feira (20/11) que decidiu se afastar da vida pública após o agravamento da controvérsia em torno de seu envolvimento com o milionário americano Jeffrey Epstein, acusado de …

Brasil é o maior hub de fintech da América Latina

O Brasil é o maior país da América Latina — tanto em massa quanto em população — e ocupa uma posição influente no cenário global. Depois dos Estados Unidos, o Brasil lidera a lista do …

Entomólogo dos EUA acredita ter identificado fósseis de insetos em Marte

O entomólogo William Romoser, professor emérito da Universidade de Ohio (EUA), analisou fotos captadas por rovers da NASA em Marte e afirma ter achado nelas fósseis de insetos. Romoser analisou detalhadamente estruturas parecidas a abelhas, bem …

China se irrita com decisão americana sobre Hong Kong e convoca diplomata

Pequim convocou nesta quarta-feira (20) um diplomata do alto escalão dos Estados Unidos após a adoção na terça-feira (19), pelo Senado americano, de um texto que apoia os "direitos humanos e democracia" em Hong Kong. Os …

Porteiro que citou Bolsonaro no caso Marielle recua em novo depoimento

O porteiro que citou o presidente Jair Bolsonaro nas investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista, Anderson Gomes, depôs nesta terça-feira (19/11) à Polícia Federal e recuou da versão que havia …

Anistia Internacional denuncia mais de 100 mortes em protestos no Irã

ONG relata uso de munição real contra manifestantes e diz que total de mortos pode ser ainda maior. Presidente e líder supremo dizem que país teve êxito ao lidar com distúrbios provocados por inimigos externos. A …

Áustria decide sobre polêmica do destino da casa onde nasceu Hitler

Por enquanto, parece ter se encerrado a polêmica sobre qual destino dar à residência onde nasceu Adolf Hitler. O edifício, que fica na Áustria, se tornará uma delegacia de polícia, segundo anunciou o governo austríaco …

Satélites Starlink já estão atrapalhando observações astronômicas

Em maio, Elon Musk garantiu que seus satélites Starlink não causariam impactos nas observações astronômicas — declaração dada pelo Twitter logo após o lançamento dos primeiros 60 satélites do projeto que visa pelo menos 12 …

As celebridades no esporte que adoram poker - 7 esportistas que jogam poker por lazer!

O poker está cada dia mais alcançando um status como esporte e poderá até mesmo se tornar um esporte olímpico. Desde 2009, o poker é considerado mundialmente como um esporte da mente pela International Mind Sports …

Tiro de PM causou morte da menina Ágatha no Rio, aponta inquérito

A Polícia Civil do Rio de Janeiro afirmou nesta terça-feira (19/11) que um cabo da Polícia Militar foi indiciado por homicídio doloso (quando há intenção de matar) pela morte de Ágatha Vitória Sales Félix, de …