Afinal, fóssil de “folha” com 570 milhões de anos é de um animal

(dr) Jennifer Hoyal Cuthill

Um misterioso organismo, semelhante a uma folha, floresceu em águas rasas. Agora, depois de décadas de discussão, os cientistas chegaram à conclusão de que o organismo era mesmo um animal.

Durante décadas, os cientistas não sabiam se a “folha” era um fungo, uma alga, um protozoário ou mesmo um animal. A discussão perdurou até agora, quando novos fósseis sugerem que o organismo era, de fato, um animal.

Se confirmado, esses organismos estariam entre os primeiros animais no registro fóssil, datando de, pelo menos, 571 milhões de anos atrás – a era dos fósseis de frondes mais antigos. Esta data é cerca de 30 milhões de anos antes da Explosão Cambriana, quando muitos dos grupos de animais atuais entraram em cena pela primeira vez.

Os misteriosos fósseis de frondes datam do período Ediacarano, que durou entre 635 e 542 milhões de anos atrás. As impressões fossilizadas sugerem que os organismos eram muito macios e que alguns frondes se ramificavam como as algas marinhas. Mas, mesmo 60 anos após a descoberta, os cientistas continuavam sem saber o que eram essas “folhas”.

Agora, em artigo publicado este mês na Paleontology, a cientista Jennifer Hoyal Cuthill e Jian Han, descreveram a descoberta de 206 fósseis de um animal diferente, o Stromatoveris psygmoglena, datado de aproximadamente 518 milhões de anos atrás. Os fósseis foram encontrados em Chengjiang, na China, e somam-se à coleção de oito fósseis de S. psygmoglena descobertos em 2006.

S. psygmoglena também tinha as tais misteriosas folhas e eram muito parecidos com os antigos fósseis de frondes Ediacaranos. Os cientistas usaram, inclusive, um computador, de modo a comparar os dois grupos, analisando suas relações evolutivas e características físicas, com base em mais de 80 fotografias de fósseis.

Cuthill e Han descobriram que ambos os conjuntos de fósseis pertenciam ao mesmo grupo na árvore da vida chamado Petalonamae, o que significa que os organismos ediacaranos também tinham que ser animais.

“A descoberta sugere que as espécies animais se diversificaram muito antes da Explosão Cambriana”, afirmou Cuthill.

Dado que estas criaturas podem ser encontradas durante dezenas de milhões de anos no registro fóssil, é muito provável que Petalonamae tenha evoluído com sucesso.

Como o registro fóssil dos organismos ediacaranos parecia ter desaparecido quando surgiu o cambriano, os pesquisadores pensaram que os organismos haviam sido extintos. No entanto, a nova análise sugere que, afinal, viveram nos primeiros 20 milhões de anos do período Cambriano.

O fato de os cientistas terem encontrado mais de 200 fósseis significa ainda que esses organismos eram muito comuns, o que indica que “a espécie era um membro importante do ecossistema“, conclui a pesquisadora.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Israel mata comandante da Jihad Islâmica em ataque aéreo

Forças israelense bombardeiam casa de líder extremista na Faixa de Gaza. Militantes palestinos reagem disparando dezenas de mísseis contra Israel. Autoridades pedem que população fique em casa. Um importante comandante militar do grupo extremista palestino Jihad …

Cão aprende a falar usando máquina de escrever e já sabe 29 palavras

Stella tem 18 meses e, apesar de ser um cachorro, já sabe “falar” mais do que muitos humanos da sua idade. Através de uma máquina criada por sua tutora, o animal consegue se comunicar usando …

Saída de Lula da prisão pode ser “oportunidade” para Bolsonaro, diz especialista ao Le Monde

O jornal Le Monde deste domingo e segunda-feira, feriado em que a França comemora o Armistício da Primeira Guerra Mundial, traz uma reportagem de página inteira sobre a liberação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da …

Evo Morales deixa a Bolívia rumo ao México

O agora ex-presidente Evo Morales deixou a Bolívia na noite desta segunda-feira (11) e pegou um avião em direção ao México. Em comunicado via Twitter, Evo Morales disse que estava agradecido ao México por ter lhe …

Turquia repatria jihadistas estrangeiros do "Estado Islâmico"

A Turquia começou a repatriar nesta segunda-feira (11/11) jihadistas estrangeiros do grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI) que foram capturados no norte da Síria. Um alemão, um dinamarquês e um americano foram os primeiros deportados por …

Fumar aumenta o risco de depressão e esquizofrenia?

De acordo com um novo estudo da Universidade de Bristol (Reino Unido), fumar pode aumentar o seu risco de desenvolver depressão ou esquizofrenia. Os pesquisadores queriam estudar a relação conhecida entre tabagismo e doenças mentais. Muitas …

Prisões não vão abrir as portas após decisão do STF, dizem especialistas

Segundo especialistas ouvidos pela Sputnik Brasil, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o momento da execução da pena não vai fazer com que as "portas dos presídios sejam abertas para criminosos perigosos". Na quinta-feira …

EUA acusam China de exportar drones autônomos letais para o Oriente Médio

O exército hi-tech de autômatos letais, antes uma visão do futuro, já é uma realidade e está em pleno curso, inclusive com comércio dessa nova tecnologia em andamento. Isso é o que diz o secretário de …

Um simples exame de sangue já pode prever câncer de mama 5 anos antes de se manifestar

O câncer de mama é o segundo mais comum no mundo, e também o que mais mata mulheres. No entanto, o grande paradoxo é que, enquanto a doença é a responsável por uma das principais …

Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia

Após convocar novas eleições, líder esquerdista cede à pressão das Forças Armadas e da polícia, entregando o cargo "para que meus irmãos não sejam ameaçados". Vice e outras autoridades também se demitem. O presidente da Bolívia, …