Jogadora Marta é nomeada embaixadora da ONU

(dv) Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

A jogadora Marta

Maior nome do futebol feminino e eleita cinco vezes a melhor jogadora do mundo, Marta Vieira da Silva foi nomeada pela ONU Mulheres Embaixadora da Boa Vontade para mulheres e meninas no esporte.

A atacante e camisa 10 da seleção brasileira de futebol feminino vai lutar pela igualdade de gênero e o empoderamento feminino no esporte, em especial no futebol, criado e dominado pelos homens.

Em comunicado à imprensa, a ONU definiu Marta como um modelo excepcional para mulheres e meninas do mundo inteiro. “Sua experiência de vida conta uma história poderosa do que pode ser alcançado com determinação, talento e coragem”, declarou Phumzile Mlambo-Ngcuka, diretora executiva da ONU Mulheres.

A atleta do Orlando Pride, equipe da Liga Nacional de Futebol Feminino dos Estados Unidos, disse ser uma honra defender os interesses da ONU Mulheres. Marta afirmou também que o esporte é uma ferramenta com grande potencial para empoderar mulheres e meninas.

“Estou totalmente comprometida em trabalhar com a ONU Mulheres para garantir que mulheres e meninas em todo o mundo tenham as mesmas oportunidades que homens e meninos têm para realizar seu potencial. Eu sei, a partir da minha experiência de vida, que o esporte é uma ferramenta fantástica para o empoderamento”, afirmou Marta.

“Em todo o mundo, hoje, as mulheres estão demonstrando que podem ter sucesso em papeis e posições anteriormente mantidas para os homens. A participação das mulheres no esporte e na atividade física não é exceção”, completou.

Historicamente, mulheres e meninas têm menos oportunidades, menos incentivos e sofrem discriminação – até assédio sexual – quando praticam esporte. A diferença salarial entre homens e mulheres é chocante.

Um exemplo disso é o investimento que a última Copa do Mundo Feminina de Futebol, realizada no Canadá, em 2015, recebeu: 15 milhões de dólares, contra 576 milhões de dólares investidos na Copa do Mundo de Futebol Masculino, em 2014, no Brasil.

Marta marcou 15 gols na Copa do Mundo de 2015, tornando-se a maior pontuadora da história do torneio.

Apenas mais um recorde para uma carreira brilhante, que começou em campinhos de várzea no município de Dois Riachos (AL), onde Marta jogava futebol de rua sem sapatos e precisava driblar – literalmente, digna de gritos de olé – os garotos que torciam o nariz para a menina que era melhor com a bola nos pés do que os meninos.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Covid: saúde mental piorou para 53% dos brasileiros sob pandemia, aponta pesquisa

Mais da metade dos brasileiros entrevistados por uma pesquisa declararam que sua saúde emocional e mental piorou desde o início da pandemia, em índice superior à média dos 30 países e territórios pesquisados. Segundo pesquisa do …

Senado oficializa criação da CPI da Pandemia

Presidente do Senado diz que foco deve estar nas ações e omissões do governo federal e no repasse de recursos da União para estados e municípios. STF julgará determinação do ministro Barroso que ordenou abertura …

Bernie Madoff, maior golpista da história, morre em prisão norte-americana, diz relato

Bernard Madoff, o ex-financista que realizou a maior fraude de investimento na história dos Estados Unidos, morreu aos 82 anos de idade, de acordo com relatos da mídia. Em 2009, o notório financista recebeu uma sentença …

Salvator Mundi, obra mais cara de Da Vinci avaliada em R$2,6 bi, é vista em iate de príncipe

A obra de arte mais cara do mundo é ‘Salvator Mundi’, atribuída a Leonardo da Vinci. Com valor estimado em mais de 400 milhões de dólares ou superior aos 2,6 bilhões de reais, seu paradeiro …

Variante indiana da Covid-19 se propaga mais rápido e é menos detectada por testes PCR

A Índia enfrenta a pior onda de contaminações da Covid-19 desde o início da pandemia, com mais de 165 mil casos registrados nas últimas 24 horas: duas vezes mais do que no último pico, em …

Tipo sanguíneo não afeta risco de contrair COVID-19, diz novo estudo

Um estudo buscou entender se determinados tipos sanguíneos trazem mais riscos de contrair a COVID-19, e concluiu que não é o caso. Com a pandemia, muito se questiona em relação ao comportamento da COVID-19 em nosso …

Buracos negros são famintos, mas possuem boas maneiras à 'mesa', aponta estudo

Todos os buracos negros supermassivos nos centros das galáxias possuem períodos nos quais devoram a matéria situada de seus arredores. De acordo com um estudo publicado na revista científica Astronomy & Astrophysics, as galáxias ativas têm …

Pnad e Caged: No auge do desemprego, Brasil enfrenta falhas nas estatísticas do mercado de trabalho que confundem e desorientam

Num momento em que o país tem registrado números diários de mortes por covid-19 que ultrapassam 4 mil e diversos Estados e municípios reforçam medidas de distanciamento social, na tentativa de conter a propagação do …

Jovem negro de Minnesota morreu por “disparo acidental”, afirma polícia

Policial teria confundido arma de descarga elétrica com arma de fogo. Incidente em meio a julgamento da morte de George Floyd acirra tensões e agrava protestos. Mineápolis e outras cidades ampliam toque de recolher. A policial …

Bia, assistente de voz do Bradesco, vai responder mensagens de assédio

O Bradesco precisou tomar providências para proteger uma mulher de assédio. No caso, uma mulher que nem existe fisicamente. A mulher que dá voz ao sistema de inteligência artificial do aplicativo, a Bia (sigla para Bradesco …