Mulher enterrada há 4 mil anos é encontrada com ossos decorados

(dr) Żurkiewicz

Um grupo de arqueólogos que trabalham em escavações na Ucrânia encontraram algo nunca visto antes: as ossadas de uma jovem mulher, enterrada há 4.500 anos, cuidadosamente decorada com marcas pretas antes de ser sepultada. 

Os ossos da mulher entre 25 e 30 anos foram descobertos há alguns anos por uma equipe de pesquisadores poloneses e ucranianos dentro de um carrinho de mão no centro de Dniester – que corresponde atualmente à Ucrânia.

“Enquanto esboçávamos e fotografávamos a sepultura, nossa atenção era atraída para os padrões regulares, como linhas paralelas, visíveis em ambos os ossos dos cotovelos”, disse Danuta Żurkiewicz, arqueóloga do Instituto de Arqueologia da Universidade Adam Mickiewicz em Poznań.

“No princípio, fomos nos aproximando da descoberta com cautela – talvez as marcas fossem deixadas por animais”, explicou.

Agora, após análises químicas realizadas nos ossos e nas marcas, os cientistas descobriram que os padrões foram feitos de forma deliberada por outro humano, usando uma substância preta, semelhante ao alcatrão proveniente de madeiras resinosas.

Mais interessante do que o próprio material usado, é que as marcas podem não ter sido apenas feitas após a morte da jovem mulher, mas também depois da decomposição do corpo. Provavelmente, apontam os pesquisadores, o túmulo foi reaberto, as marcas foram aplicadas novamente e os ossos foram colocados cuidadosamente na ordem atômica correta, para que o corpo fosse novamente enterrado.

“É surpreendente perceber que o processo de decoração dos ossos teve que ser feito após a morte e após o processo de decomposição do corpo. Tendo em conta a localização das marcas na superfície dos ossos e a forma como o próprio corante foi aplicado, fica evidente que as marcas foram repetidas após a decomposição”, explica.

Não há registro, por toda a Europa, de ossos dessa época com esse tipo de marca. Foram encontradas achados semelhantes, mas, nesta em particular, as marcas foram interpretadas como vestígios de tatuagens – e, por isso, os cientistas acreditam que seja uma descoberta única.

(dr) Żurkiewicz

As marcas pretas “tatuadas” nos ossos da jovem mulher

Ainda é difícil identificar a jovem mulher no entanto, e de acordo com os pesquisadores, deve ter sido uma pessoa muito importante.

Seu povo era composto por pastores nômades, sem assentamento permanente, que usavam carroças para se deslocar em longas distâncias. Por terem adotado esse estilo de vida, nenhum edifício ou vestígio de construção foi deixado para trás para contar o resto da história.

O que os nômades deixaram foram centenas de sepultamentos – conhecidos como kurgans (palavra que deriva do russo). Esses enterros eram compostos por pilhas de terra e pedras geralmente deixadas em vastos descampados de grama. Esse comportamento indica que as cerimônias fúnebres tinham um papel profundamente importante na sua cultura, assim como em tantas outras ao longo da história.

No entanto, apenas uma pequena parte desses túmulos encontrados até agora continham restos mortais de mulheres. Portanto, quem quer que fosse, “o falecido, cujos ossos estavam cobertos por padrões, tinha que ser um membro importante da comunidade“, concluiu Żurkiewicz.

Durante as escavações, foram encontrados cerca de 61 corpos, mas foi o da jovem mulher que levantou o maior mistério arqueológico.

Os cientistas acreditam que este seja um grupo pré-histórico e, tendo em conta a técnica de sepultamento, poderia estar ligado à cultura Yamnaya. É ainda de salientar que essa área cultural é uma das principais hipóteses apontadas para a gênese do idioma indo-europeu, aponta a Forbes.

A descoberta será publicada na próxima edição da revista Baltic-Point Studies, que ficará disponível no mês de agosto.

Enquanto o significado do osso será discutido durante anos, fica claro que a cultura Yamnaya da Europa Oriental e de seu vizinho, a cultura Corded Ware da Europa Central, está mudando a forma como vemos os ancestrais que deram origem às línguas que quase metade de todo nós falamos hoje em dia.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

As vovós que lutam pela democracia na Polônia

Idosas polonesas organizam protestos regulares contra erosão da democracia no país, governado por partido ultraconservador. "Não sou capaz de ficar tranquila em casa, cada violação dos direitos me dói", diz aposentada. Clima de fim de expediente …

Coruja super rara dá o ar da graça depois de 125 anos

A coruja rajá de Bornéu (Otus brookii brookii) é uma espécie tão pequena que apenas seu tamanho já tornaria sua identificação mais complexa. Nativa do Sudeste da Ásia e com peso médio de apenas 100 gramas, …

Nintendo bate todos os recordes de lucros com videogames durante a pandemia

A Nintendo apresentou resultados recordes para o ano fiscal de 2020/21 encerrado em 31 de março, impulsionada pela mania global dos videogames em tempos de pandemia, mas o grupo japonês não espera repetir essa …

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

Médicos no Canadá têm deparado com pacientes que apresentam sintomas semelhantes aos da doença de Creutzfeldt-Jakob, um mal raro e fatal que ataca o cérebro. Mas quando resolveram investigar o mal em mais detalhe, o …

Governador do Rio diz que operação que terminou com 25 mortos foi ação de 'inteligência'

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou que a operação da Polícia Civil realizada no Jacarezinho foi "ação pautada e orientada por longo e detalhado trabalho de inteligência e investigação".  A operação terminou com …

Butantan diz que ataques de Bolsonaro à China afetam vacinas

Presidente insinuou que chineses, principais fornecedores de matéria-prima para imunizantes ao Brasil, criaram vírus como parte de "guerra química". "Essas declarações têm impacto", diz diretor do Instituto Butantan. A direção do Instituto Butantan e o governador …

Fotos da última sessão de Kurt Cobain são vendidas como NFT

As imagens da última sessão de fotos da vida do compositor e cantor Kurt Cobain irão a leilão em formato de token não-fungível, os célebres NFTs. O anúncio foi feito por Jesse Frohman, fotógrafo por trás …

EUA, França e Rússia apoiam quebra de patentes contra a Covid-19, mas laboratórios resistem

A ideia de suspender as patentes da fabricação de vacinas contra a Covid-19 continuou a ganhar apoio em todo o mundo nesta quinta-feira, após o impulso inicial dado Estados Unidos. Porém, os laboratórios resistem, …

Descoberta a evidência mais antiga de atividade humana

Uma das atividades mais antigas de humanos foi identificada em uma caverna na África do Sul. Uma equipe de geólogos e arqueólogos encontrou evidências de que nossos ancestrais estavam fazendo fogo e ferramentas na Caverna …

Jeff Bezos: os planos do homem mais rico do mundo para voo espacial turístico

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, afirma que está pronto para levar pessoas ao espaço. A empresa Blue Origin, do empresário americano detentor de uma fortuna estimada em R$ 1 trilhão, diz que lançará uma tripulação …