Na Índia, há uma patrulha de mulheres policiais só para combater crimes sexuais

Christopher Herwig / UN

Treinaram artes marciais e estudaram legislação durante meses. Agora, as patrulhas femininas já saíram às ruas e vigiam pontos de ônibus, escolas e parques, locais onde as mulheres são “alvos fáceis” de ataques sexuais.

Kamal Shekhawat é a chefe da recém-criada unidade de mulheres policiais e que já patrulha as ruas de Jaipur, cidade do estado do Rajastão. À agência France Presse, Kamal disse que a mensagem que querem passar “é a de que temos tolerância zero para os crimes contra mulheres”.

De cantadas e piadas ofensivas a perseguições e violações, as mulheres indianas continuam sendo alvos de frequentes crimes sexuais, dentro de uma sociedade patriarcal onde facilmente casos não são reportados pelo medo como seriam tratadas e pela discriminação que podem sofrer.

Após terem treinado artes marciais e estudado a legislação nos últimos meses, as patrulhas de mulheres policiais criadas em maio já vigiam zonas onde as mulheres se encontram em situações de maior vulnerabilidade, como pontos de ônibus, escolas e parques.

Saroj Chodhuary, policial, esclareceu um grupo de mulheres sobre um dos modos de atuação da brigada: “As mulheres podem apenas ligar ou mesmo mandar uma mensagem pelo WhatsApp e nós viremos para cá. A identidade delas nunca será revelada, de modo que podem se sentir à vontade para apresentar a queixa”.

Radha Jhabua, uma mãe de 24 anos, disse que queria apresentar queixa de um vizinho que a persegue, mas o marido a desincentivou com receio de que poderia gerar má reputação ao nome da família. “Ele me disse para não fazer nada e esperar até que o homem parasse com aquilo. Estou contente por podermos apenas mandar uma mensagem de WhatsApp a estas ‘irmãs’ e elas tomam conta do resto”, comentou.

“Só a existência destas patrulhas já nos dá confiança“, disse por sua vez Seema Sahu, uma mulher de 38 anos, referindo que normalmente evitava sair à noite com suas duas filhas.

As forças policiais indianas são formadas sobretudo por homens – as mulheres são apenas 7% – e os defensores dos direitos das mulheres têm realçado que as vítimas são frequentemente julgadas pela sua aparência, alvo de perguntas condenatórias ou mesmo acusadas de terem provocado o crime quando tentam apresentar queixa às autoridades.

“As mulheres policiais são mais empáticas e as vítimas também se sentem mais confiantes e capazes de comunicar de uma forma aberta com elas”, considera a responsável pela unidade de Jaipur.

Na Índia, são reportadas cerca de 40 mil violações por ano, mas os números reais devem ser muito superiores. A situação se tornou alvo de criticismo e pressão internacional após a divulgação do caso de uma estudante de medicina de Nova Deli, que morreu após ter sido alvo de uma violação em grupo em dezembro de 2012.

A polícia indiana foi entretanto pressionada para recrutar mais mulheres, de modo a que cheguem a representar um terço do seu efetivo, mas o objetivo continua longe de ser concretizado.

A unidade de mulheres policiais é apenas a segunda criada no Rajastão, após a primeira ter iniciado funções na cidade de Udaipur, em outubro do ano passado.

A pressão para o combate aos crimes sexuais em Uttar Pradesh, no estado de Nova Deli, acabou dando lugar a um peculiar entendimento da polícia que criou “patrulhas anti-Romeo”, acusadas de aproveitarem para defender a moral conservadora hindu importunando casais solteiros e inter-religiosos.

Shekhawat assegura que as patrulhas de Jaipur não terão esse tipo de atuação. “Está tendo um efeito preventivo. Está restaurando a fé do público no papel da polícia para a manutenção da lei e da ordem”, afirma.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cidade de interior de SP inicia tarifa zero no transporte público

Enquanto diversas capitais ao redor do país aumentam o valor das passagens no transporte público, algumas outras cidades pensam diferente. Se o transporte coletivo gratuito parece um sonho inalcançável e utópico, algumas administrações públicas buscam maneiras …

Quantos anos de vida saudável os ricos ganham em relação aos pobres?

Um novo estudo europeu e americano descobriu que os ricos possuem cerca de nove anos de vida saudável a mais do que os pobres. A pesquisa foi bastante abrangente – os cientistas analisaram dados de mais …

O país sul-americano que deve crescer 14 vezes mais que a China neste ano

A Guiana ganhou na loteria e está prestes a resgatar o prêmio. Seus vizinhos, especialmente a Venezuela, aguardam intrigados para saber em que ela vai gastar. De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia …

Portugal supera marca histórica de 500 mil imigrantes residindo no país; brasileiros são a maioria

Portugal atingiu um número recorde de imigrantes vivendo no país. O anúncio foi feito pelo governo nesta quarta-feira (15), durante debate no Parlamento sobre o Orçamento de Estado para 2020. "Os dados preliminares levam a dizer …

Papa Francisco nomeia primeira mulher para cargo de alto escalão no Vaticano

Pela primeira vez, uma mulher ocupará um cargo de alto nível no Vaticano. O Papa Francisco nomeou Francesca Di Giovanni para a função de vice-ministra da Secretaria de Estado da Santa Sé, órgão equivalente ao …

Khamenei chama Trump de "palhaço" e exalta ataque a bases dos EUA

Em primeiro sermão desde 2012, líder supremo do Irã afirma que Trump finge apoio ao povo iraniano e pede união após dizer que queda de avião foi "acidente trágico". EUA admitem que militares ficaram feridos. O …

Uma desconhecida explosão de ondas gravitacionais foi detectada na Terra

Os detectores de ondas gravitacionais da Terra, os observatórios LIGO e Virgo, identificaram uma misteriosa “explosão” de ondas gravitacionais não prevista na última terça-feira, 14 de janeiro. As ondas gravitacionais detectadas até hoje foram resultado de …

Twitter pede desculpas por permitir anúncios direcionados a neonazistas

O Twitter emitiu hoje (16), um pedido de desculpas público, logo após a BBC fazer uma denúncia de que a plataforma de anúncios da empresa estava permitindo o direcionamento de conteúdo para neonazistas e outros …

SP quer lei para incentivar uso de veículos híbridos e elétricos

Um novo projeto de lei apresentado em São Paulo pretende combater os problemas ambientais provocados pelos carros à combustão, que utilizam os tão poluentes combustíveis fósseis, através do incentivo ao uso de veículos elétricos ou …

Ataques iranianos teriam deixado 11 militares dos EUA feridos

Ao menos 11 militares norte-americanos foram retirados do Iraque para receberem tratamento médico em decorrência dos ataques iranianos contra as bases dos EUA. "Quando ficarem aptos para o serviço, estes militares regressarão ao Iraque", declarou à …