NASA já consegue prever quais cidades costeiras serão submersas pelo gelo dos glaciares

Um estudo recente revela que o movimento de rotação da Terra e o efeito da gravidade afetam a redistribuição global da água proveniente da fusão dos glaciares. Agora, uma nova ferramenta desenvolvida pela NASA permite prever que cidades serão afetadas.

Como dizia no ano passado Mathew Hauer à revista Wired, “o aumento do nível das águas do mar é previsível: vai ser algo entre o mau e o catastrófico“. Mas na realidade, o impacto da fusão dos glaciares será diferente em diferentes cidades costeiras, e é agora possível prever de forma mais rigorosa esse efeito em cada cidade.

Um estudo publicado esta semana na Science Advances fornece um olhar detalhado sobre o aumento do nível do mar. Descobertas recentes mostram quais são os glaciares e lençóis de gelo com que os habitantes de Nova York, Sydney ou qualquer uma das 291 cidades costeiras analisadas no estudo devem se preocupar.

Segundo o autor principal do estudo, Eric Larour, esta é uma perspectiva diferente, que muda o paradigma da forma como olhamos para a fusão dos glaciares.

“Até agora, olhávamos para a questão como alguém sentado no gelo tentando entender como o derretimento local pode afetar o nível da água do mar em todo o mundo”, explica Larour.

“Neste estudo, olhamos do ponto de vista de alguém que está em uma cidade costeira tentando entender como as áreas geladas de todo o mundo irão afetar o nível da água do mar no local em que se encontra”, conclui.

A nova ferramenta  desenvolvida por cientistas do JPL, o Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, na Califórnia, revela quais cidades serão afetadas. Em entrevista ao Earther, Larour, também pesquisador do JPL, explica que o gelo mais distante da nossa localização é o que pode representar um maior problema.

A Groenlândia, por exemplo, tem gelo suficiente para elevar os níveis do mar em até 6 metros de altura. As novas descobertas apontam que os glaciares do nordeste da Groenlândia, os mais distantes de Nova York, poderão ser as maiores contribuições para o aumento do nível do mar.

Pesquisas anteriores realizadas pela equipe de Larour, bem como observações do satélite GRACE, lançado em 2002 pela NASA, sustentam que os níveis do mar tenderão a diminuir perto dos locais onde há uma maior perda de gelo, devido à diminuição da atração gravitacional.

Segundo o novo estudo de Larour, se os glaciares do nordeste da Groenlândia se fundirem, a água resultante irá atingir as margens de Nova York, enquanto que o nível do mar em Oslo, pelo contrário, irá baixar.

“Esperávamos ver variações no modo como as áreas da Groenlândia afetam a América do Norte e o norte da Europa, mas não esperávamos resultados tão diferentes como os que obtivemos”, disse Larour.

O estudo analisou também a Antártida. A camada de gelo da Antártida Oeste, que poderia aumentar os níveis do mar em até 4 metros, já está no início do que alguns cientistas temem que seja um “colapso imparável“, que teria impacto em Sydney, na Austrália.

“A ideia de que os oceanos não são banheiras e que os lençóis de gelo têm uma espécie de halo gravitacional ao seu redor é incrível”, afirmou Robin Bell, cientista da criosfera no Observatório da Terra de Lamont-Doherty.

“Este estudo é o primeiro esforço para afastar a ideia anteriormente concebida de que importa onde o gelo está, e não de onde vem”, conclui.

Andrew Rowe / Flickr

Se os glaciares do nordeste da Groenlândia se fundirem, a água resultante irá atingir as margens de Nova York

A principal aplicação prática deste estudo é ajudar os urbanistas a entender os riscos que os glaciares e as placas de gelo de todo o planeta representam para as cidades.

Sabendo que o glaciar de Peterman, na Groenlândia, tem movimentos rápidos e é a fonte de um eventual aumento do nível da água do mar em Nova York, os urbanistas da cidade poderão escolher melhor suas prioridades: construir diques para evitar a subida da água ou melhorar as redes de esgoto para permitir um melhor escoamento das águas.

Embora, na realidade, devessem fazer ambas as coisas.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …