“Oásis de oxigênio” mais antigo da Terra é descoberto na África do Sul

Bobrayner / Wikimedia

Rio Pongola, África do Sul

Geoquímicos descobriram indícios de que a produção de oxigênio na Terra começou há 2,97 bilhões de anos na Bacia de Pongola, na África do Sul.

Há milhares de anos, existiam apenas vestígios de oxigênio na atmosfera e nos oceanos que não permitiam o desenvolvimento na Terra de organismos que respiram ar. Foram encontrados indícios em camadas de pedra com 2,5 bilhões de anos que apontam que bactérias fotossintetizantes criaram oxigênio em grandes quantidades por essa altura.

No entanto, uma nova pesquisa de geoquímicos de isótopos Benjamin Eickmann e Ronny Schönberg, da Universidade de Tübingen, na Alemanha, encontrou nos sedimentos da Bacia de Pongola, na África do Sul, indícios da produção de oxigênio que datam de há 2,97 bilhões de anos.

O local se torna, então, o mais antigo “oásis de oxigênio” da Terra, notam os cientistas no estudo publicado na mais recente edição da Nature Geoscience.

Eickmann e Schönberg lembram que as condições na Terra, na altura, não tinham nada a ver com a realidade actual. “A atmosfera continha apenas um centésimo de milésimo do oxigênio que tem hoje”, destacam em comunicado sobre o estudo divulgado pelo blog especializado Archaeology News Network.

“Quando as bactérias começaram a produzir oxigênio, ele podia, inicialmente, se unir a outros elementos, mas começou a enriquecer a atmosfera em um evento de emissão maciça de oxigênio há cerca de 2,5 bilhões de anos”, destacam.

Este “Grande Evento de Oxigenação” pode ser detectado “no desaparecimento de minerais reduzidos nos sedimentos dos continentes”, explica Eickmann. “Certas assinaturas de enxofre que só podem ser formadas em uma atmosfera com pouco oxigênio deixam de ser encontradas”, acrescenta.

O “Grande Evento de Oxigenação” envenenou as primeiras bactérias que viviam em condições com pouco oxigênio, embora a atmosfera da época tivesse apenas 0.2% de oxigênio contra os 21% atuais.

“Expostos a uma atmosfera que continha quantidades crescentes de oxigênio, os continentes foram alvo de erosão avançada”, o que levou a que “mais oligoelementos” entrassem nos oceanos, melhorando “o fornecimento de nutrientes” e, consequentemente, dando origem “a mais formas de vida nos mares”, referem os autores da pesquisa.

A análise dos sedimentos da Bacia de Pongola permitiu concluir, a partir das proporções de isótopos de enxofre, que “a bactéria usou o sulfato nos mares primitivos, como uma fonte de energia, reduzindo-o quimicamente”.

“O sulfato é uma forma de enxofre oxidado”, explica Schönberg, explicando que “uma maior concentração de sulfato na água indica que o oxigênio livre o suficiente deve ter estado presente no mar raso da Bacia de Pongola”. Oxigênio este que deve ter sido produzido por uma outra bactéria fotossintetizante.

Simultaneamente, outra assinatura de isótopo de enxofre detectada nos sedimentos indica uma atmosfera continuada de pouco oxigênio. “Isto torna a Bacia de Pongola o mais antigo oásis de oxigênio conhecido até a data”, destaca Schönberg, concluindo que “o oxigênio crescia na água muito antes do Grande Evento de Oxigenação”.

Várias centenas de milhões de anos depois desse evento, os níveis crescentes de oxigênio originaram a oxidação da atmosfera, criando condições para a vida na Terra assim como a conhecemos hoje.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Coroas de buracos negros supermassivos podem ser fonte de "partículas fantasmas"

Nas profundezas do gelo antártico, estão enterrados mais de 5.000 sensores de luz, que fazem parte do Observatório IceCube, um detector de neutrinos. Em 2018, este observatório recebeu a atenção da comunidade científica de todo …

Partícula exótica nunca vista antes é descoberta no CERN

Cientistas trabalhando no Grande Colisor de Hádrons (LHC) observaram uma partícula exótica composta de quatro quarks charm. Essa é provavelmente a primeira descoberta de uma classe de partículas jamais observada pelos físicos. O quark é uma …

Lava Jato denuncia José Serra por lavagem de dinheiro

Ministério Público Federal acusa senador de ter recebido pagamentos indevidos da Odebrecht através de contas no exterior. Verônica Serra, filha do político, também é denunciada. A força-tarefa da Operação Lava-Jato em São Paulo denunciou nesta sexta-feira …

'Morra quem morrer', diz prefeito na Bahia ao decretar reabertura do comércio

O prefeito da cidade de Itabuna (BH), Fernando Gomes, declarou em vídeo divulgado nas redes sociais que autorizará reabertura de estabelecimentos comerciais em 9 de julho. Ao anunciar a implementação do decreto que autorizará reabertura do …

Édouard Philippe, premiê francês, pede demissão e deixa cargo após três anos

O primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, apresentou sua demissão nesta sexta-feira (3) ao presidente Emmanuel Macron, que aceitou o pedido. O anúncio foi feito nesta manhã pela assessoria do palácio do Eliseu, a sede da …

Crânio achado em tumba submarina revela aparência de homem da Idade da Pedra

Oscar Nilsson, um artista forense sueco, reconstruiu virtualmente a aparência de um homem da Idade da Pedra, cujo crânio sem mandíbula foi encontrado em uma estaca dentro de uma tumba submarina de aproximadamente oito mil …

Alemanha quer eliminar extremismo de direita de tropa de elite

Com reforma, Ministério da Defesa alemão pretende "apertar o botão de reset" no KSK, unidade de elite das Forças Armadas abalada por escândalos sobre envolvimento de seus membros com extremismo de direita. A ministra alemã da …

Putin, presidente "eterno"? Para mais de 75% dos russos, a resposta é sim

Vladimir Putin, presidente "vitalício"? Essa é uma das apostas da votação que termina hoje na Rússia, e que vem sendo apoiada por cerca de 73,55% dos eleitores, que até agora votaram “SIM” neste referendo. Se …

Funcionários da Tesla são demitidos por ficarem em casa

Quando a fábrica da Tesla na Califórnia (EUA) reabriu em meados de maio, o CEO, Elon Musk, tranquilizou os trabalhadores dizendo que não precisariam ir à fábrica se "se sentissem desconfortáveis". No entanto, apesar do comunicado, …

Brasil supera marca de 60 mil mortes por covid-19

Segundo dados das secretarias estaduais e do Ministério da Saúde, total acumulado de óbitos no país é de 60.632, com 1.448.753 infecções. Brasil tem ainda 826.866 pessoas recuperadas. O painel do Conselho Nacional de Secretários de …