Países europeus expulsam diplomatas da Rússia

premier.gov.ru

O presidente da Rússia, Vladimir Putin

Decisão tomada por Alemanha, Polônia e Suécia é resposta a medida semelhante adotada por Moscou. Governo russo classifica reação ocidental como “infundada e hostil”.

A Alemanha, a Polônia e a Suécia anunciaram nesta segunda-feira (08/02) a expulsão de diplomatas russos em retaliação coordenada à decisão russa de expulsar três diplomatas europeus, acusando-os de participar em manifestações “não autorizadas” em apoio ao crítico do Kremlin Alexei Navalny.

Os três países da União Europeia (UE) decidiram expulsar um diplomata russo cada um, numa decisão que a Rússia classificou como uma intromissão em assuntos internos. A disputa diplomática ocorre num momento de tensão entre Moscou e Bruxelas, agravado pelo prisão de Navalny.

Em comunicado, o Ministério do Exterior da Alemanha lamentou a expulsão do diplomata alemão pela Rússia na semana passada e afirmou que ele estava apenas “cumprindo a tarefa de reportar a evolução dos acontecimentos por meios legais”. A Suécia ecoou a postura alemã e chamou as expulsões de “inaceitáveis”.

O Ministério do Exterior da Polônia, por sua vez, afirmou que um funcionário do consulado geral da Rússia em Poznan foi reconhecido como persona non grata “de acordo com o princípio de reciprocidade e em coordenação com a Alemanha e a Suécia”.

Moscou condenou a reação dos países europeus. “A decisão adotada pela Polônia, Alemanha e Suécia é infundada e hostil“, declarou Maria Zakharova, porta-voz do Ministério do Exterior russo, denunciando o que chamou de “ingerência” ocidental nos assuntos internos da Rússia.

Disputa diplomática

As expulsões ocorrem num momento em que os 27 países-membros da UE refletem sobre o futuro das conturbadas relações com a Rússia, em meio à crescente preocupação com a visão russa sobre democracia.

Na sexta-feira, a Rússia decidiu expulsar três diplomatas da Alemanha, Suécia e Polônia, após alegar que eles participaram de protestos em apoio a Navalny. O ministro russo do Exterior, Serguei Lavrov, declarou que tais ações eram “inaceitáveis” e não correspondiam “ao status diplomático”.

O anúncio foi feito após um encontro em Moscou entre Lavrov e o alto representante para Assuntos Externos da União Europeia, Josep Borrell.

Devido ao tratamento a Navalny, as relações entre Moscou e a UE teriam chegado a um ponto crítico, sentenciou Borrell. Em contrapartida, Lavrov classificou o bloco europeu como um “parceiro não confiável”.

Após o anúncio de Moscou, os países de origem dos diplomatas condenaram a atitude de Moscou e prometeram uma retaliação à altura.

Apoio popular e internacional a Navalny

As relações entre a Rússia e a União Europeia estão mais tensas desde que Navalny foi detido no Aeroporto Sheremetyevo, em Moscou, em 17 de janeiro.

O ativista de 44 anos retornava a seu país após cinco meses se recuperando na Alemanha de uma tentativa de envenenamento com o agente nervoso Novichok, que ele atribui ao Kremlin e ao serviço secreto. Autoridades russas, inclusive o próprio presidente Vladimir Putin, têm negado envolvimento no atentado.

Na terça-feira passada, o oposicionista foi julgado em Moscou por suposta violação dos termos de sua liberdade condicional, num processo considerado meramente político por muitos, sendo condenado a cumprir no cárcere os restantes dois anos e meio da sentença.

Manifestações em massa exigindo a libertação de Navalny e a renúncia de Putin varreram o país nos últimos fins de semana. Milhares de participantes dos protestos foram detidos pela polícia. Na quinta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, exigiu que a Rússia liberte o ativista, sugerindo eventuais sanções caso isso não ocorra.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

As vovós que lutam pela democracia na Polônia

Idosas polonesas organizam protestos regulares contra erosão da democracia no país, governado por partido ultraconservador. "Não sou capaz de ficar tranquila em casa, cada violação dos direitos me dói", diz aposentada. Clima de fim de expediente …

Coruja super rara dá o ar da graça depois de 125 anos

A coruja rajá de Bornéu (Otus brookii brookii) é uma espécie tão pequena que apenas seu tamanho já tornaria sua identificação mais complexa. Nativa do Sudeste da Ásia e com peso médio de apenas 100 gramas, …

Nintendo bate todos os recordes de lucros com videogames durante a pandemia

A Nintendo apresentou resultados recordes para o ano fiscal de 2020/21 encerrado em 31 de março, impulsionada pela mania global dos videogames em tempos de pandemia, mas o grupo japonês não espera repetir essa …

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

Médicos no Canadá têm deparado com pacientes que apresentam sintomas semelhantes aos da doença de Creutzfeldt-Jakob, um mal raro e fatal que ataca o cérebro. Mas quando resolveram investigar o mal em mais detalhe, o …

Governador do Rio diz que operação que terminou com 25 mortos foi ação de 'inteligência'

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou que a operação da Polícia Civil realizada no Jacarezinho foi "ação pautada e orientada por longo e detalhado trabalho de inteligência e investigação".  A operação terminou com …

Butantan diz que ataques de Bolsonaro à China afetam vacinas

Presidente insinuou que chineses, principais fornecedores de matéria-prima para imunizantes ao Brasil, criaram vírus como parte de "guerra química". "Essas declarações têm impacto", diz diretor do Instituto Butantan. A direção do Instituto Butantan e o governador …

Fotos da última sessão de Kurt Cobain são vendidas como NFT

As imagens da última sessão de fotos da vida do compositor e cantor Kurt Cobain irão a leilão em formato de token não-fungível, os célebres NFTs. O anúncio foi feito por Jesse Frohman, fotógrafo por trás …

EUA, França e Rússia apoiam quebra de patentes contra a Covid-19, mas laboratórios resistem

A ideia de suspender as patentes da fabricação de vacinas contra a Covid-19 continuou a ganhar apoio em todo o mundo nesta quinta-feira, após o impulso inicial dado Estados Unidos. Porém, os laboratórios resistem, …

Descoberta a evidência mais antiga de atividade humana

Uma das atividades mais antigas de humanos foi identificada em uma caverna na África do Sul. Uma equipe de geólogos e arqueólogos encontrou evidências de que nossos ancestrais estavam fazendo fogo e ferramentas na Caverna …

Jeff Bezos: os planos do homem mais rico do mundo para voo espacial turístico

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, afirma que está pronto para levar pessoas ao espaço. A empresa Blue Origin, do empresário americano detentor de uma fortuna estimada em R$ 1 trilhão, diz que lançará uma tripulação …