Países europeus expulsam diplomatas da Rússia

premier.gov.ru

O presidente da Rússia, Vladimir Putin

Decisão tomada por Alemanha, Polônia e Suécia é resposta a medida semelhante adotada por Moscou. Governo russo classifica reação ocidental como “infundada e hostil”.

A Alemanha, a Polônia e a Suécia anunciaram nesta segunda-feira (08/02) a expulsão de diplomatas russos em retaliação coordenada à decisão russa de expulsar três diplomatas europeus, acusando-os de participar em manifestações “não autorizadas” em apoio ao crítico do Kremlin Alexei Navalny.

Os três países da União Europeia (UE) decidiram expulsar um diplomata russo cada um, numa decisão que a Rússia classificou como uma intromissão em assuntos internos. A disputa diplomática ocorre num momento de tensão entre Moscou e Bruxelas, agravado pelo prisão de Navalny.

Em comunicado, o Ministério do Exterior da Alemanha lamentou a expulsão do diplomata alemão pela Rússia na semana passada e afirmou que ele estava apenas “cumprindo a tarefa de reportar a evolução dos acontecimentos por meios legais”. A Suécia ecoou a postura alemã e chamou as expulsões de “inaceitáveis”.

O Ministério do Exterior da Polônia, por sua vez, afirmou que um funcionário do consulado geral da Rússia em Poznan foi reconhecido como persona non grata “de acordo com o princípio de reciprocidade e em coordenação com a Alemanha e a Suécia”.

Moscou condenou a reação dos países europeus. “A decisão adotada pela Polônia, Alemanha e Suécia é infundada e hostil“, declarou Maria Zakharova, porta-voz do Ministério do Exterior russo, denunciando o que chamou de “ingerência” ocidental nos assuntos internos da Rússia.

Disputa diplomática

As expulsões ocorrem num momento em que os 27 países-membros da UE refletem sobre o futuro das conturbadas relações com a Rússia, em meio à crescente preocupação com a visão russa sobre democracia.

Na sexta-feira, a Rússia decidiu expulsar três diplomatas da Alemanha, Suécia e Polônia, após alegar que eles participaram de protestos em apoio a Navalny. O ministro russo do Exterior, Serguei Lavrov, declarou que tais ações eram “inaceitáveis” e não correspondiam “ao status diplomático”.

O anúncio foi feito após um encontro em Moscou entre Lavrov e o alto representante para Assuntos Externos da União Europeia, Josep Borrell.

Devido ao tratamento a Navalny, as relações entre Moscou e a UE teriam chegado a um ponto crítico, sentenciou Borrell. Em contrapartida, Lavrov classificou o bloco europeu como um “parceiro não confiável”.

Após o anúncio de Moscou, os países de origem dos diplomatas condenaram a atitude de Moscou e prometeram uma retaliação à altura.

Apoio popular e internacional a Navalny

As relações entre a Rússia e a União Europeia estão mais tensas desde que Navalny foi detido no Aeroporto Sheremetyevo, em Moscou, em 17 de janeiro.

O ativista de 44 anos retornava a seu país após cinco meses se recuperando na Alemanha de uma tentativa de envenenamento com o agente nervoso Novichok, que ele atribui ao Kremlin e ao serviço secreto. Autoridades russas, inclusive o próprio presidente Vladimir Putin, têm negado envolvimento no atentado.

Na terça-feira passada, o oposicionista foi julgado em Moscou por suposta violação dos termos de sua liberdade condicional, num processo considerado meramente político por muitos, sendo condenado a cumprir no cárcere os restantes dois anos e meio da sentença.

Manifestações em massa exigindo a libertação de Navalny e a renúncia de Putin varreram o país nos últimos fins de semana. Milhares de participantes dos protestos foram detidos pela polícia. Na quinta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, exigiu que a Rússia liberte o ativista, sugerindo eventuais sanções caso isso não ocorra.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

CIA teria considerado assassinar Assange durante presidência de Trump, aponta relatório

Jornalistas, analistas políticos e organizações de imprensa ficaram chocados neste domingo (26) após lançamento de uma reportagem que acusa membros da administração do ex-presidente dos EUA, Donald Trump, de haver planejado assassinato do fundador do …

Cresce a desconfiança nas instituições no Brasil, segundo Datafolha

A confiança dos brasileiro nas instituições públicas sofreu uma queda generalizada desde julho de 2019, com a maior piora ocorrendo na avaliação da Presidência da República, segundo pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (25/09). Também houve aumento …

Alemanha: social-democratas saem à frente nas eleições, mas disputa é acirrada

Os social-democratas alemães saíram na frente neste domingo (26) nas eleições parlamentares que marcam o fim da era Merkel, de acordo com as estimativas iniciais, mas os conservadores da chanceler alemã ainda pretendem disputar …

Revelada consequência grave da COVID-19 mais frequente do que se acreditava

Novo estudo revelou que os pacientes com COVID-19 que foram internados em unidades de terapia intensiva (UTI) têm mais possibilidade de desenvolver deficiências cognitivas contínuas. O estudo de quase 150 pacientes internados no início da pandemia …

Fundo de Bill Gates investe US$ 50 milhões em robôs agricultores que poupam água

A startup norte-americana Iron Ox recebeu um aporte de US$ 53 milhões (R$ 280,5 milhões) para melhorar sua tecnologia de robôs usados na agricultura e que consomem 90% menos água que plantações tradicionais. O dinheiro veio …

Bolsonaro pede à população que tome banho frio e evite elevador

O presidente Jair Bolsonaro pediu nesta quinta-feira (23/09) à população que tome banho frio e evite usar o elevador para economizar energia elétrica. "Aqui são três andares. Quando tem que descer, mesmo que o elevador esteja …

A incrível descoberta que indica presença humana nas Américas muito antes do que se pensava

Novas descobertas científicas apontam que humanos chegaram às Américas pelo menos 7 mil anos antes do que se estimava anteriormente. As pesquisas em torno do momento em que o continente americano passou a ser povoado a …

Mianmar: Justiça americana ordena quebra de sigilo do Facebook para investigar ameaças contra rohingyas

Um juiz americano ordenou ao Facebook que divulgue os arquivos de contas ligadas de membros do exército birmanês e de milícias budistas que perseguiram a minoria Rohingya em Mianmar. A decisão, que encontra resistência …

Eduardo Bolsonaro está com covid-19

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, está com covid-19. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (24/09) por vários sites brasileiros de notícias. O próprio Eduardo teria confirmado seu diagnóstico ao portal …

Covid: o que alta em internação de idosos revela sobre efetividade da vacina e 3ª dose

As últimas estatísticas de casos, internações e mortes por covid-19 no Brasil trazem uma conclusão importante: as vacinas funcionam e protegem contra as formas graves da doença, mas algumas pessoas mais vulneráveis realmente precisam tomar …