Fóssil: pesquisadores descobrem antiga baleia de quatro patas e cascos no Peru

A. Gennari

Cientistas descobriram o fóssil de uma antiga baleia quadrúpede com cascos, o que melhora nossa compreensão sobre como os ancestrais dos maiores mamíferos da Terra fizeram a transição da terra para o mar.

Descoberta em sedimentos marinhos ao longo da costa do Peru, a baleia parece ter sido adaptada para um estilo de vida semiaquático. Seus pés com cascos e a forma de suas pernas sugerem que eles teriam sido capazes de suportar o peso de seu volumoso corpo de quatro metros de comprimento para andar em terra firme.

Outras características anatômicas, incluindo uma cauda poderosa e pés palmados semelhantes a uma lontra, sugerem que ela também era uma boa nadadora.

Por fim, seus dentes afiados e focinho longo sugerem que as primeiras baleias podem ter comido peixes ou crustáceos. O fóssil gigante de 42,6 milhões de anos foi escavado inicialmente em 2011 por uma equipe internacional de pesquisadores, incluindo membros do Peru, França, Itália, Holanda e Bélgica. Desde então, foi nomeado Peregocetus pacificus, que significa “baleia viajante que atingiu o Pacífico”.

Natação + caminhada

Ancestrais mais velhos e menores das baleias, com quatro membros, foram descobertos anteriormente, mas este último fóssil preenche uma lacuna crucial no conhecimento sobre como as criaturas evoluíram e se espalharam pelos oceanos do mundo.

“Outros exemplos dessa época foram espécimes mais fragmentados e menos completos”, disse Olivier Lambert, cientista do Instituto Real Belga de Ciências Naturais e um dos principais autores do estudo. “Não tivemos uma indicação clara sobre suas habilidades de natação e caminhada”.

Este exemplar prova que as primeiras baleias podiam nadar sem pausa durante dias ou até semanas, ao mesmo tempo que mantinham a sua capacidade de circular em terra.

O fóssil é bastante compreensivo, mas as últimas vértebras da cauda estão faltando. Portanto, não está claro se a cauda da criatura seria como uma grande pá, uma característica que permite que algumas baleias modernas se movimentem a velocidades de mais de 48 km/h. Mas deve ter sido uma excelente nadadora para ter sobrevivido por dias ou mesmo semanas no mar.

Cruzando o oceano

A localização da descoberta é crítica. Anteriormente, ancestrais de baleias muito mais antigos, datados de cerca de 53 milhões de anos atrás, foram descobertos na Índia e no Paquistão. Até agora, os cientistas não sabiam exatamente quando e como as baleias se dispersaram para as Américas e além.

O fóssil peruano sugere que as primeiras baleias teriam cruzado o Atlântico Sul ajudadas pelas correntes de superfície a oeste. Uma vantagem é que, na época, a distância entre os dois continentes era metade do que é hoje. De acordo com Lambert, é provável que as baleias tivessem inicialmente que retornar à terra para certas atividades como acasalar e dar à luz a filhotes.

As primeiras baleias totalmente aquáticas datam de cerca de 41 a 35 milhões de anos atrás, preenchendo um nicho ecológico deixado vago quando os últimos répteis marinhos – junto com os dinossauros – foram extintos há 66 milhões de anos.

Um artigo sobre a pesquisa foi publicado na revista científica Current Biology.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Colin Powell, ex-secretário de Estado dos EUA, morre aos 84 anos

Primeiro negro a ocupar topo da diplomacia e da máquina militar americana, ex-general teve papel de destaque na Guerra do Golfo e arranhou sua credibilidade ao apoiar a invasão do Iraque uma década depois. Colin Powell, …

Criminosos usam escaneamento por código do próprio usuário para 'sequestrar' contas do WhatsApp

Em 2019, um relatório divulgado pelo laboratório de pesquisa da empresa de segurança virtual Eset alertou que uma das formas crescentes de sequestro de contas do WhatsApp era feita por meio de um ataque conhecido …

EUA: Manobras de Trump bloqueiam investigação sobre invasão do Capitólio

Vários parceiros e associados do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusaram a comparecer à comissão da Câmara que investiga a invasão de 6 de janeiro de 2021 contra o Capitólio, sede do …

Dor nos olhos após COVID-19: cientistas explicam causa de complicação inesperada do vírus

Uma pesquisa de cientistas alemães mostrou que o coronavírus pode penetrar nos olhos e infectar os fotorreceptores e células ganglionares na retina. Isso pode ser uma causa de problemas com os olhos após a COVID-19. Os …

Estudo mostra como mudanças climáticas afetarão a energia hidrelétrica no Brasil

Um novo relatório publicado pela Global Environmental Change revela que, nas próximas décadas, as reduções de precipitação e vazão dos rios na região amazônica — a maior bacia hidrográfica do mundo e uma forte candidata …

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …

Explosões deixam vários mortos em mesquita no Afeganistão

Ao menos 33 pessoas morrem após explosões em mesquita xiita durante a oração de sexta-feira. Testemunha diz ter visto homens-bomba. Incidente ocorre dias depois de ataque do "Estado Islâmico" contra xiitas no país. Fortes explosões atingiram …