Pinturas rupestres revelam: sem os cães, sobrevivência humana teria sido impossível

(dr) Ash Parton / Maria Guagnin (Palaeodeserts Survey)

As pinturas rupestres descobertas na Arábia Saudita mostram que o homem já caçava com cães há 8 mil anos

Foram descobertas na Arábia Saudita pinturas rupestres que mostram que o homem já caçava com cães há 8 mil anos.

Os cientistas continuam tentando entender quando e como começou a relação entre humanos e cães. Agora, segundo o El País, pinturas rupestres descobertas recentemente na Arábia Saudita mostram algo muito importante: sem estes animais, a sobrevivência do homem poderia ter sido bem mais complicada (ou impossível).

As descobertas no noroeste do país, nos sítios arqueológicos de Shuwaymis e Jubbah, representam um grande avanço porque estão entre as imagens mais antigas de cães, entre 8 mil e 9 mil anos, e se destacam, sobretudo, por serem as primeiras que mostram o trabalho conjunto com humanos.

No total, são 350 imagens, e em algumas delas é possível observar claramente a caça em conjunto, com os cães presos com um tipo de corda e os homens armados. Sobre raça, poderia se tratar de uma que ainda existe nos dias de hoje: os cães de Canaã.

“As imagens nos mostram que os caçadores controlavam os cães e que os utilizavam para suas estratégias de caça, muito antes de terem domesticado outros animais, como vacas ou cabras. Até agora, não era claro se os cães se sentiam atraídos pelos povoados humanos ou se foram ativamente domesticados”, explica Maria Guagnin, pesquisadora do Instituto Max Planck, atualmente na Universidade Livre de Berlim, e uma das autoras do estudo publicado no Journal of Anthropological Archaeology.

“A utilização de cães aumenta as possibilidades de caçar e ajuda os humanos a sobreviver, especialmente numa época em que a comida era escassa e só estava disponível em certos momentos do ano”, acrescenta a cientista.

Embora assegure que se trata de um momento da história difícil de datar, o cientista da Escola de Arqueologia da Universidade de Oxford, Greger Larson, um dos principais pesquisadores da origem dos cães, reconhece a importância da descoberta.

“Parece razoável pensar que são cães e que os humanos caçam com eles. Parece-me mais difícil perceber se tratam-se de coleiras, no entanto, é certo que trabalham em conjunto”, conta.

“Muito provavelmente, eles tinham uma grande importância para os homens porque estão ligados a cordas. Isto sugere que sua presença na caça era muito útil e que as presas podiam ser encontradas – e mortas – muito mais facilmente graças aos cães”, diz também Mietje Germonpré, do departamento de paleontologia do Real Instituto Belga de Ciências Naturais.

Por sua vez, Robert Losey, professor de Antropologia da Universidade de Alberta e um dos grandes pesquisadores da relação entre cães e homem, assinala que “as imagens indicam que vivemos próximo dos cães há milhares de anos. “Caçamos com cães há muitos anos também. Suspeitava-se disso há muito tempo, mas até agora não se tinha descoberto nenhuma prova arqueológica disso”, diz Losey.

Questionado se estes animais, que são conhecidos como ‘o melhor amigo do homem’, nos ajudaram a sobreviver enquanto espécie, Losey não tem dúvidas.

“Sem dúvida alguma. Em algumas situações, os cães podem aumentar muito as nossas habilidades. Se não tivessem estado conosco, era muito possível que agora não estivéssemos aqui”, conclui.

Ciberia // ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA:

Micro-ondas são tão nocivos para o meio ambiente quanto os carros

O uso de micro-ondas só na União Europeia emite tanto dióxido de carbono como quase sete milhões de automóveis, segundo um estudo exaustivo sobre seu impacto ambiental, considerando o ciclo de vida completo do aparelho. Cientistas …

Afinal, somos adolescentes até os 24 anos

O início da vida adulta acontece cada vez mais tarde. Esta é a conclusão de um estudo recente que identifica a idade mais avançada com que os adolescentes se casam ou têm filhos como um dos …

Sushi e peixe cru podem provocar “anisakiasis”

As infecções por parasitas intestinais estão aumentando com a popularidade do sushi e os riscos do consumo de peixe cru ficaram novamente ilustrados com um caso insólito. O caso foi relatado pelo médico norte-americano Kenny Banh no …

Segundo o governo, deficit da Previdência equivale a 2,8% do PIB

O deficit previdenciário foi de R$ 182,45 bilhões em 2017. O rombo equivale a 2,8% do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas pelo país), o recorde registrado até o momento. Os cálculos divulgados …

Casa dos Horrores: pai de crianças encontradas acorrentadas já tinha raptado a companheira

O mundo ainda está em choque com a descoberta macabra feita pela polícia da Califórnia na semana passada. Mas o horror vem de antes. O casal David e Louise Turpin é suspeito de manter os 13 …

Polícia apura se motorista que invadiu calçadão cometeu falsidade ideológica

Um novo processo de investigação foi aberto pela Polícia Civil do Rio de Janeiro para apurar se o motorista Antônio de Almeida Anaquim cometeu crime de falsidade ideológica ao omitir informações ao Departamento de Trânsito …

Aumento de bilionários em 2017 poderia acabar com a extrema pobreza por 7 vezes

De toda a riqueza gerada no mundo em 2017, 82% ficaram concentrados nas mãos dos que estão na faixa de 1% mais rica, enquanto a metade mais pobre – o equivalente a 3,7 bilhões de …

230 mini-sismos levantam receios de mega-terremoto nos EUA

Uma “onda” de mini-tremores de terra sacudiu a semana passada no estado norte-americano de Nevada, criando receios de que um grande terremoto esteja prestes a acontecer. Segundo nota o jornal local Reno Gazette Journal, há registro …

Juíza perdoa dívida de R$ 48 mil de pai que largou tudo para cuidar de filho no Paraná

Enquanto milhares de homens abandonam seus filhos deixando toda responsabilidade por conta das mães, em Curitiba, Adolfo Guidi é um verdadeiro exemplo de pai. Tanto que, percebendo isso, uma juíza decidiu até mesmo ajudá-lo em …

Os 5 mais ricos do Brasil concentram a mesma riqueza que metade da população

As cinco pessoas mais ricas do Brasil têm um patrimônio equivalente a metade da população brasileira, informou nesta segunda-feira (22) a organização não-governamental (ONG) Oxfam, salientando que a riqueza dos milionários nacionais cresceu 13% em …