As plantas também sentem dor

UW-Madison Campus Connection / Simon Gilroy

A ideia-chave do novo estudo é que há uma semelhança entre a reação das plantas quando sentem “dor” e o sistema nervoso dos animais.

Quando uma planta é picada por uma lagarta ou um inseto, reage ao dano da mesma forma que um animal, utilizando as mesmas moléculas, mesmo sabendo que as plantas não têm um sistema nervoso. Essa reação tem a função de ativar um sistema de “defesa”, propagando e compartilhando a “dor” com outras plantas.

Estas conclusões são o resultado do trabalho de um grupo de botânicos, microbiologistas e bioquímicos norte-americanos que estudaram as reações da Arabidopsis thaliana, uma pequena planta crucífera nativa da Eurásia e do norte de África. Os resultados foram publicados, semana passada, na revista Science.

A semelhança entre a reação das plantas e o sistema nervoso dos animais é a ideia-chave da pesquisa, de acordo com um resumo do estudo escrito por duas biólogas da Universidade de Wake Forest, na Carolina do Norte.

“As plantas são estacionárias e não podem escapar dos herbívoros, por isso respondem com defesas químicas para detê-los e reparar tecidos danificados”, dizem as autoras.

Com esse fim, as plantas chegam a uma forma de comunicação através de íons de cálcio, o que lhes permite enviar sinais a longa distância. Isso também implica a necessidade de alguns canais receptores, que são ativados pelo glutamato extracelular, um neurotransmissor conhecido em mamíferos.

Um dos participantes do estudo, o botânico Simon Gilroy, explicou a importância destas descobertas da Universidade de Wisconsin-Madison, onde trabalha. “Sabemos que existe um sistema de sinal sistêmico e que, se atingirmos a planta em certo local, o resto desencadeia suas respostas defensivas”, disse. “Porém, não sabíamos o que estava por trás desse sistema”.

Os vídeos gravados pelos cientistas permitem perceber que a carga elétrica, na forma de ondas de luz transmitidas pelos íons de cálcio, se propaga desde o foco do dano para o resto da planta a uma velocidade de um milímetro por segundo.

É muito mais lento do que as reações nervosas dos animais, cujos nervos transmitem o sinal da dor até 120 metros por segundo, contudo, admitem os cientistas, o organismo da planta cumpre a mesma função.

A equipe utilizou proteínas fluorescentes para poder observar os sinais à medida que se espalhavam pelas plantas em resposta ao estresse. À medida que a onda se propaga, o nível de hormônios defensivos na região afetada aumenta, segundo os pesquisadores, que admitem que o sistema de defesa pode variar entre as diferentes espécies.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Fóssil quase completo revela segredos sobre leão marsupial que aterrorizou a Austrália

A recente descoberta do fóssil de um esqueleto quase completo de um leão marsupial extinto revelou alguns dos seus segredos. Segundo a equipe de cientistas, cujo estudo foi publicado no dia 12 de dezembro na revista …

Boris, um robô altamente avançado, era na verdade um homem disfarçado

Em um fórum dedicado à robótica, a estação televisiva Rússia 24 apresentou um robô humanoide altamente avançado. Mas Boris era apenas um disfarce. “O Boris já aprendeu a dançar e não é ruim nisso”, foi assim …

Senado dos EUA responsabiliza príncipe saudita pelo homicídio de Khashoggi

Os senadores norte-americanos aprovaram por unanimidade uma resolução que refere que o príncipe herdeiro é “responsável pelo homicídio”, solicitando ao governo da Arábia Saudita que “garanta a aplicação de medidas apropriadas”. O Senado dos Estados Unidos …

Desigualdade cria ambiente propício para extrema direita no Brasil, diz Dilma

Personificada no presidente eleito Jair Bolsonaro, a extrema direita estava latente no Brasil e aproveitou-se da desigualdade para pavimentar seu crescimento. A avaliação foi feita pela ex-presidente Dilma Rousseff, derrotada nas eleições de outubro ao …

Químicos usados em panelas e roupas tornam os pênis menores

Um novo estudo científico concluiu que a exposição a altos níveis de compostos perfluoroalquílicos, mais conhecidos por PFCs, atrofia o crescimento dos órgãos sexuais masculinos, tornando os pênis menores e afetando também a fertilidade dos …

Atriz pornô é condenada a pagar 293 mil dólares a Donald Trump

Stormy Daniels foi condenada a pagar 293 mil dólares a Donald Trump para cobrir os gastos do presidente dos EUA com a Justiça. A atriz pornô Stormy Daniels, cujo nome real é Stephanie Clifford, foi condenada …

McDonald's vai reduzir uso de antibióticos na produção da carne

A resistência aos antibióticos representa uma ameaça à saúde global e à segurança alimentar. Quanto mais antibióticos são dados ao gado, mais rapidamente as bactérias podem se adaptar e se tornar resistentes. Quando se trata de …

Uma tonelada de chocolate invadiu as ruas de uma cidade na Alemanha

Um “rio” de chocolate invadiu as ruas de Werl, na Alemanha, esta semana. Um tanque de uma fábrica local produtora de chocolate transbordou, derramando cerca de uma tonelada de chocolate nas ruas da cidade, se …

Sonda da NASA captou o som do vento em Marte

A sonda InSight da NASA pousou em Marte em 26 de novembro, tendo a missão de estudar o interior do Planeta Vermelho. Por enquanto, nos presenteou com o som do vento no nosso planeta vizinho. No …

Voyager 2 da NASA já entrou no espaço interestelar

Pela segunda vez na história, um objeto feito pelo homem alcançou o espaço entre as estrelas. A sonda Voyager 2 da NASA saiu da heliosfera – a bolha protetora de partículas e campos magnéticos criada …