Onde está Latifa? Princesa de Dubai está desaparecida há dois meses

Depois de uma tentativa de fuga fracassada, Sheikha Latifa foi levada de volta para Dubai, mas ninguém sabe o paradeiro da princesa desde então.

No dia 4 de março, a filha de Sheikha Mohammed, primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos e emir do Dubai, compartilhou um vídeo no YouTube no qual revelava que tinha fugido do país. Sheikha Latifa dizia que queria ser libertada da “maldade” do pai.

Ele é pura maldade. É responsável pela morte de muitas pessoas. A imagem de homem de família é apenas um exercício de relações públicas”, afirma, se referindo ao pai, considerado pela Forbes como o quinto monarca mais rico do mundo.

A fuga foi planejada com a ajuda de dois amigos, que saíram com a princesa dos Emirados Árabes Unidos em um iate.

No vídeo de 40 minutos, Latifa Mohamed al Maktum relatou que a primeira vez que tentou fugir do país e do pai foi em 2002, mas sem sucesso. Nessa altura, acabou detida e ficou presa por três anos, período durante o qual foi torturada e drogada, conta.

“Esse vídeo pode salvar minha vida e se estão vendo isso é sinal que estou morta ou em uma situação muito difícil”, alertou a princesa, pedindo ajuda. Essas foram as últimas palavras da princesa que a advogada britânica Radha Stirling ouviu antes da chamada telefônica terminar. O apelo aconteceu no dia 4 de março, segundo o Diário de Notícias.

Mais de um mês depois da tentativa de fuga, no dia 18 de abril, uma fonte próxima do governo confirmou à imprensa que a princesa tinha sido trazida de volta. “O que eu posso confirmar é que eles a encontraram e que ela foi trazida de volta”, disse a fonte sob anonimato ao The Guardian.

A fonte não sabia, porém, quem encontrou Sheikha Latifa ou quem a levou de volta para o país, mas assegurou que a princesa, de 32 anos, estava com a família e “muito bem”. No entanto, apesar das notícias de que a princesa tinha sido “trazido de volta”, o certo é que a princesa não é vista nem ouvida há dois meses.

“As autoridades dos Emirados Árabes Unidos devem revelar imediatamente o paradeiro de Sheikha Latifa, confirmar seu estado e permitir que ela contate com o mundo exterior”, disse a diretora da organização Human Rights Watch (HRW), Sarah Leah Whitson.

O finlandês Tiina Jauhiainen, descrito como amigo de Sheikha Latifa e um dos vários estrangeiros no barco, disse que a guarda costeira indiana participou do ataque à embarcação em coordenação com as autoridades dos Emirados Árabes Unidos.

“Os homens entraram no iate, apontaram armas à princesa, a deitaram no chão e amarraram suas mãos atrás das costas”, disse a HRW. Os homens estariam gritando em inglês: “Quem é Latifa?“.

Dubai afirma, por sua vez, que a situação não passa de “uma questão doméstica que se transformou em um romance, que foi tornado um esquema violento para manchar a reputação do país”. Segundo uma fonte do jornal britânico, o tema é um assunto privado, e acusa o Catar de ter alimentado a história.

Além disso, a fonte do governo de Sheikh Mohammed acrescentou que os três principais companheiros de Latifa, que teriam participado na tentativa de fuga – uma finlandesa e dois franceses –, são procurados em Dubai por acusações anteriores.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …