Entre críticas da Ucrânia e da União Europeia, Putin inaugura ponte com ligação à Crimeia

Alexander Nemenov / POOL / EPA

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, na inauguração da nova ponte com ligação à Crimeia

O presidente russo inaugurou, na terça-feira (15), a ponte que liga a Rússia à península da Crimeia, região da Ucrânia anexada pelo país em 2014, com as autoridades de Kiev acusando-o de “desrespeito” ao direito internacional.

Segundo imagens da televisão russa, que transmitiu a cerimônia ao vivo, ao volante de um caminhão pesado cor de laranja, Vladimir Putin atravessou, à buzinadas, os 19 quilômetros da nova “Ponte da Crimeia”, que liga a península de Taman, no sul da Rússia, à Kertch.

Atrás do caminhão conduzido pelo chefe de Estado, veículo utilizado nos trabalhos de construção da ponte, e acompanhado por vários trabalhadores, seguiu cerca de uma dezena de outros caminhões e automóveis ligados às obras, às autoridades e à segurança.

“Em vários momentos da história, mesmo nos tempos do czar, as pessoas sonhavam com a construção dessa ponte. Tentaram nos anos 30, 40 e 50 e, finalmente, graças ao trabalho e ao talento de vocês, esse projeto, esse milagre aconteceu“, disse Putin aos trabalhadores, citado pelo Diário de Notícias.

“Dez mil pessoas trabalharam na construção, 15 mil nos momentos de maior trabalho. Quase 220 empresas estiveram envolvidas. De fato, todo o país trabalhou nisso. O resultado é magnífico. Torna a Crimeia e a lendária Sebastopol mais fortes e nos aproxima”, declarou ainda o presidente russo.

Em Kiev, o primeiro-ministro ucraniano, Volodymyr Groisman, reagiu de imediato e acusou a Rússia de “desrespeito ao Direito Internacional” pela construção e inauguração da nova ponte. “O ocupante russo continua desrespeitando o Direito Internacional. A Rússia vai pagar bem caro”, ameaçou.

Vestido informalmente, Putin chegou a Kertch procedente de Sochi, também nas margens do Mar Negro. A construção da ponte começou em fevereiro de 2016 e custou 228 bilhões de rublos, cerca de R$ 13 bilhões.

A ponte inclui quatro faixas para automóveis (duas em cada direção), abertas ao tráfego a partir da meia-noite desta quarta-feira, e duas vias férreas, uma em cada sentido, cujas obras deverão estar concluídas no fim de 2019.

A construção da ponte para ligar a Crimeia à Rússia continental sem passar por território ucraniano foi uma das promessas de Putin após a anexação da península.

A União Europeia classificou a ponte como “uma nova violação da soberania”. A Rússia construiu a infraestrutura “sem o consentimento da Ucrânia”, frisou uma porta-voz do serviço de ação externa da UE. “Isso constitui uma nova violação da soberania e da integridade territorial da Ucrânia pela Rússia”, afirmou.

A anexação da Crimeia pela Rússia, em 2014, ainda hoje não é reconhecida pela comunidade internacional. “A construção de uma ponte visa prosseguir a integração forçada da península anexada ilegalmente na Rússia e seu isolamento da Ucrânia, de que continua a fazer parte”, disse a porta-voz europeia.

A ponte, destacou, limita “a passagem dos navios pelo estreito de Kertch até os portos ucranianos no Mar de Azov”. A UE “continua a condenar a anexação ilegal da Crimeia e de Sebastopol pela Rússia e não irá reconhecer essa violação do direito internacional”.

Segundo o Diário de Notícias, a nova estrutura, de 19 quilômetros, tira o título de maior ponte da Europa da ponte Vasco da Gama, em Lisboa.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

60% das espécies de café estão em risco de extinção

Pela primeira vez, o café integra a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza como espécie em vias de extinção. De acordo com um estudo publicado esta semana nas revistas ScienceAdvances e Global Change Biology, 60% …

Pela felicidade dos professores, escola cria “licença do amor”

A escola de ensino médio de Dinglan, localizada na cidade chinesa de Hangzhou, apresentou esta semana a “licença do amor”, que visa melhorar o humor dos professores e, consequentemente, o trabalho com os alunos. Segundo relata …

Parte da Antártida está encolhendo (e não deveria)

Quando os cientistas falam sobre o derretimento da Antártida, geralmente se referem à Antártida Ocidental, onde gigantescos glaciares costeiros derramam grandes quantidades de água. Mas, do outro lado das montanhas transantárticas a leste, há um manto …

Estátua de diabo “alegre demais” gera polêmica na Espanha

Uma estátua que representa o diabo foi criticada por ser “alegre demais” pelos moradores da cidade de Segóvia, na Espanha. A escultura de bronze, que ainda não foi instalada, foi criada em homenagem a uma lenda …

Deputada britânica adiou o parto para votar contra o acordo do Brexit

Tulip Siddiq decidiu adiar o nascimento do segundo filho para poder votar contra o acordo do Brexit. A deputada trabalhista chegou ao Parlamento em uma cadeira de rodas. Tulip Siddiq decidiu adiar o nascimento do filho por …

Sorveteria em Florença cobra R$ 106 de turista por uma bola de sorvete

Uma sorveteria cobrou 25 euros (cerca de R$ 106) por um sorvete a um turista de Taiwan. Indignado, o turista reclamou ao guia que o acompanhava, que chamou a polícia. O estabelecimento foi multado em …

McDonald’s perde direitos do Big Mac para cadeia de fast food irlandesa

A irlandesa Supermac’s conseguiu uma vitória histórica: o Big Mac deixa de ser uma marca registrada na Europa. Mas a decisão ainda é passível de recurso. “É o fim do McBully”, disse Pat McDonagh, que recebeu …

Disco de gelo giratório gigantesco "invade" rio no Maine

Um enorme círculo de gelo giratório se formou esta semana no rio de Presumpscot, na cidade de Westbrook, no estado norte-americano do Maine. Esse disco bizarro, ainda que raro, é um fenômeno natural fruto da Física. …

Em um restaurante de Dubai, deixar comida no prato dá multa (e é mais cara que a refeição)

Com Dubai se tornando mais consciente do desperdício de alimentos, um restaurante se lembrou de uma maneira de fazer com que os clientes não deixem comida no prato. O restaurante Gulou Hotpot, em Al Barsha, uma sossegada …

Crivella quer abrir cassino no Rio

Com uma expansão em mente para atrair ainda mais turistas ao Rio de Janeiro, o prefeito Marcelo Crivella começou a trabalhar para abrir um cassino na cidade. A era de ouro dos cassinos no Brasil durou de …