Restos mortais de Khashoggi encontrados no jardim da casa do cônsul da Arábia Saudita

Ali Haider / EPA

Os restos mortais do jornalista saudita Jamal Khashoggi teriam sido encontrados nesta terça-feira (23), informa a Sky News, no jardim da casa do cônsul da Arábia Saudita em Istambul.

A Sky News cita fontes anônimas, que adiantam ainda que Jamal Khashoggi apresentava cortes no corpo e o rosto “desfigurado”.

A informação surge depois de, nesta manhã, o presidente da Turquia garantir que não tem dúvidas: Khashoggi foi vítima de um crime atroz e premeditado. Recep Tayyip Erdogan, garantiu que o jornalista saudita foi vítima de um crime “atroz” e “violento”, planejado com dias de antecedência pelos sauditas.

“Até agora, as informações e provas que temos indicam que Jamal Khashoggi foi assassinado de forma atroz e violenta e, encobrir tal atrocidade, prejudicará a consciência de toda a humanidade”, disse o presidente no Parlamento turco, esclarecendo, contudo, que ainda é cedo para fazer acusações.

“Temos a certeza de que ele foi assassinado no consulado”, começou dizendo aos deputados depois de prestar condolências à família do jornalista.

De acordo com Erdogan, Khashoggi foi vítima de um “assassinato planejado antecipadamente”, realizado por 15 pessoas que chegaram à Turquia, em voos separados, exatamente para esse fim.

Erdogan disse ainda aos deputados que houve duas equipes envolvidas no crime, uma das quais com nove membros – incluindo generais – que voaram da Arábia Saudita. As autoridades da Turquia tiveram conhecimento do desaparecimento do jornalista depois de uma denúncia da noiva, que temia pela vida do noivo.

O presidente revelou também que na manhã de 2 de outubro – dia em que o jornalista desapareceu – esse grupo ligou para Khashoggi que, após o contato telefônico, dirigiu-se ao consulado em Istambul, onde entrou por volta do meio-dia e nunca mais foi visto.

Turquia quer mais respostas

Erdogan reiterou que o crime não pode ser encoberto e pediu a Ríade mais respostas, acusando as autoridades sauditas de impedirem a investigação. “As provas sugerem que Khashoggi foi vítima de um assassinato horrível e de uma atrocidade que não pode ser encoberta”, afirmou o presidente.

“Por que foram dadas tantas explicações incoerentes?”, questionou Erdogan, referindo-se às várias versões que foram sendo dadas pelo reino saudita.

O presidente da Turquia deixou várias perguntas à Arábia Saudita.

“Por que estava uma equipe composta por 15 sauditas na Turquia? Por ordens de quem? Por que o consulado não foi aberto aos investigadores imediatamente? Por que existiram tantas declarações diferentes dos sauditas? Quem é o colaborador local que se livrou do corpo de Khashoggi? Os sauditas têm que responder a todas estas questões”, indagou o presidente turco, citado pelo jornal Público.

Erdogan perguntou ainda por que o corpo do jornalista ainda não foi encontrado, exigindo aos responsáveis que indicassem seu paradeiro.

“Apelo à Arábia Saudita, ao rei Salman, guardião das duas mesquitas: o local onde o crime foi cometido foi Istambul. Peço que envie esses 18 detidos para serem julgados em Istambul. A decisão é sua, mas essa é a minha proposta, meu pedido”, disse Erdogan, confirmando as 18 prisões anunciadas pelas autoridades sauditas.

Erdogan apelou a uma “investigação imparcial”, com a cooperação de outros países, de forma a descobrir tudo o que aconteceu. “Eu não duvido da sinceridade do rei Salman. Dito isto, é preciso uma investigação independente. Esse foi um homicídio político”, declarou.

A Arábia Saudita acabou admitindo no sábado (20) que o jornalista, crítico do poder em Ríade e colaborador do jornal The Washington Post, foi morto nas instalações do consulado saudita em Istambul.

No domingo (21), em um discurso proferido numa cerimônia pública, Erdogan disse pretender “que se faça justiça” e que “toda a verdade será revelada nua e crua”.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Metade da matéria do universo havia sumido, mas foi encontrada

Uma equipe internacional de pesquisadores parece ter finalmente resolvido o “problema dos bárions desaparecidos”. Bárion é uma classificação genérica para um tipo partículas que engloba prótons e nêutrons. Estas partículas, por sua vez, são os blocos …

Máscara elétrica autolimpante que carrega celular deverá custar apenas 1 dólar

Devido à pandemia do coronavírus, diversos especialistas alertam para a, cada vez mais real, possibilidade de usarmos máscaras para sair de casa até, no mínimo, o final do ano. Por isto, diversas empresas estão estendendo …

Bolsonaro bate recorde de rejeição, mostra Datafolha

Na primeira pesquisa feita após divulgação de vídeo da reunião ministerial, 43% dos entrevistados consideram governo ruim ou péssimo. Entre os quatro últimos presidentes eleitos, Bolsonaro é o pior avaliado. O índice de rejeição ao presidente …

Renault detalha plano econômico e anuncia 4.600 cortes na França

A empresa automobilística revelou nesta sexta-feira seu plano de cortes no país que integra um plano de economias de cerca de € 2 bilhões (cerca de R$ 12 bilhões) em três anos. A Renault …

Asteroide que dizimou os dinossauros teria atingido a Terra em "ângulo letal"

A teoria mais aceita é a de que os dinossauros foram extintos após um asteroide atingir a Terra de maneira catastrófica há 66 milhões de anos, causando danos sem precedentes em todo o planeta. Agora, segundo …

Repórter da CNN é preso ao vivo em protesto por morte de homem negro. Trump pede tiros em manifestantes

Minneapolis vive uma escalada de violência provocada por um policial branco que matou, de forma brutal, um homem negro. George Floyd foi asfixiado pelo joelho do oficial enquanto era filmado em plena luz do dia. Nem …

Diário de oficial nazista revela suposta localização de toneladas de ouro em castelo

Pesquisadores que buscam bilhões de dólares em tesouros nazistas roubados da Europa acreditam ter encontrado a localização de toneladas de ouro debaixo de antigo castelo alemão. Os pesquisadores acreditam ter encontrado 28 toneladas de ouro roubadas …

Coreia do Sul registra aumento de casos de coronavírus e teme nova onda da epidemia

A Coreia do Sul anunciou nesta quinta-feira (28) o maior aumento de novas contaminações por coronavírus em quase dois meses, devido a um surto de casos em um armazém de uma empresa de comércio …

Desigualdade eleva letalidade da covid na favela, diz estudo

Quase todos os dias, com ou sem pandemia, a diarista Joceliane Gomes Santos de Freitas, 29 anos, sai de casa às 7h em Barra do Ceará, comunidade de Fortaleza onde mora com o marido e …

Descoberta galáxia raríssima em forma de "anel de fogo" a 10 bilhões de anos-luz

Astrônomos capturaram uma imagem de uma galáxia localizada a cerca de 10,8 bilhões de anos-luz de distância. Mas o que realmente impressionou os pesquisadores é que se trata de um tipo muito raro: uma galáxia …