Satélites Starlink já estão atrapalhando observações astronômicas

Bret Hartman, TED / Flickr

Elon Musk, CEO da Tesla, SpaceX, Boring Company…

Em maio, Elon Musk garantiu que seus satélites Starlink não causariam impactos nas observações astronômicas — declaração dada pelo Twitter logo após o lançamento dos primeiros 60 satélites do projeto que visa pelo menos 12 mil unidades, podendo chegar a até 42 mil, para fornecer internet banda larga a todo o planeta.

Na semana passada, a SpaceX lançou o segundo lote de satélites Starlink, com mais 60 unidades orbitando o planeta, e a comunidade científica continuou expressando suas preocupações. Agora, o medo começa a se tornar realidade: astrônomos já estão tendo observações do céu noturno prejudicadas com a luz refletida pelos satélites em questão.

Pelo Twitter, a astrônoma Clarae Martínez-Vázquez, do Observatório Interamericano de Cerro Tololo (CTIO), publicou uma imagem registrada no dia 18 de novembro, mostrando satélites Starlink cruzando o céu acima do observatório.

Em outra imagem, podemos ver exatamente como a passagem dos satélites Starlink já atrapalha observações astronômicas.

Usando o telescópio Blanco 4m, que fica no CTIO, a equipe fez cerca de 40 exposições das Nuvens de Magalhães (galáxias-satélite da Via Láctea), e a fileira de satélites de Elon Musk entrou na visão da câmera cerca de 90 minutos antes do nascer do Sol, refletindo bastante luz e levando 5 minutos para sair da vista do telescópio.

Atualmente, temos cerca de 3 mil satélites ativos orbitando a Terra, e astrônomos já vêm expressando preocupações quanto ao gigantesco aumento na quantidade de objetos artificiais ao redor do planeta com a iniciativa Starlink, bem como com outras similares, como a OneWeb e um projeto da Amazon chamado Kuiper. Um aumento tão significativo de satélites refletindo luz solar no céu noturno significa interferências cada vez mais impactantes nas observações feitas por telescópios a partir da superfície do planeta.

Em períodos de maior escuridão noturna, os satélites Starlink acabam não sendo visíveis, pois ficam envoltos na sombra da Terra. Contudo, pouco antes do amanhecer (o que é um horário considerado nobre para a astronomia), os satélites começam a refletir a luz solar suficiente para se tornarem visíveis.

“Essas coisas são grandes o suficiente para que, quando iluminadas pelo Sol, sejam brilhantes o bastante para serem vistas por qualquer instrumento, de binóculos a [equipamentos] maiores”, disse Cees Bassa, do Instituto Holandês de Radioastronomia. Ainda, cálculos de Bassa estimam que até 140 satélites de constelações do tipo poderão ser visíveis a qualquer momento, se todas as unidades planejadas forem mesmo lançadas.

É verdade que existem técnicas para remover trilhas de satélites que eventualmente passem à frente de telescópios, como ferramentas de processamento de imagem, mas o grande número de novos satélites lançados de uma só vez dificulta essa tarefa.

Muitas das informações que os cientistas precisam usar ficam nas imagens não processadas e, além disso, remover uma única trilha de satélite é uma coisa relativamente simples, mas remover dezenas de trilhas é algo muito mais complicado — especialmente se essas trilhas cruzarem justamente os pixels que mostram uma estrela ou galáxia a ser estudada.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Navio de combate alemão da 1ª Guerra Mundial é encontrado nas Malvinas

Um cruzador alemão, afundado pelos britânicos durante a Primeira Guerra Mundial em 8 de dezembro de 1914, foi achado perto da costa das ilhas Malvinas. Trata-se do SMS Scharnhorst, principal navio da esquadra do almirante Maximilian …

Impeachment de Trump avança nos EUA: entenda o caso em poucas palavras

Você já deve ter ouvido falar que a reação a um polêmico telefonema com um líder estrangeiro ameaça o futuro da Presidência de Donald Trump. O presidente americano enfrenta um inquérito de impeachment sob a acusação …

Twitter vai ser mais rígido com conteúdo adulto na internet e preocupa criadores

Desde o ano passado tem sido mais difícil para os criadores de páginas com o perfil NSFW (Not Safe for Work ou não seguro para ver no trabalho — impróprio, em tradução livre) ter seus …

Otan tenta exibir união, enquanto líderes são flagrados falando de Trump

Chefes de Estado e de Governo de 29 países participaram nesta quarta-feira (4) do segundo dia da cúpula de aniversário de 70 anos da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), em Watford, nos arredores …

Radar aéreo descobre um navio viking em uma fazenda

Um estudo do Instituto Norueguês de Pesquisa do Patrimônio Cultural (NIKU) descobriu um navio viking em uma fazenda usando radar aéreo. O achado foi uma surpresa e um golpe de sorte, uma vez que este local …

Casamentos entre pessoas do mesmo sexo saltam 61,7% no Brasil

O número de casamentos realizados entre pessoas do mesmo sexo em 2018 aumentou 61,7% em relação ao ano anterior, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (04/12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com …

Uber do entulho te ajuda a descartar resíduos corretamente

O lixo é definitivamente um problema contemporâneo de dimensões globais – e não só a qualidade, o material ou o destino desse lixo, mas também a forma de descarta-lo. Dos 387 quilos de resíduos que o …

Asteroide passará perto da Terra a 27.000 km/h na sexta-feira, alerta NASA

Um grande corpo celeste está se movendo na direção da Terra e chegará ao ponto mais próximo do nosso planeta nesta sexta-feira (6). De acordo com as estimativas da NASA, o asteroide 2019 WR3 mede entre …

Mensagem misteriosa pintada em urso polar na Rússia alarma pesquisadores

Imagens compartilhadas por perfis russos nas redes sociais com um urso polar pintado em spray com o símbolo "T-34" ter alarmado especialistas. Eles advertem que a pintura — cujas circunstâncias ainda não foram identificadas — pode …

Experimento deve provar que microgravidade inibe crescimento de tumores

De onde estiver, Stephen Hawking segue presente na ciência, e seus últimos conselhos devem render uma descoberta para lá de impressionante (e revolucionária). Em conversa com um pesquisador da Austrália, o gênio da física falou sobre …