Está sempre procrastinando? Culpe a amígdala

Uma pesquisa recente identificou duas áreas do cérebro que determinam se somos mais propensos a executar uma tarefa de imediato ou, em vez disso, adiá-la continuamente.

A procrastinação está mais relacionada com a gestão das emoções do que propriamente com o tempo. Esta é a conclusão de um estudo realizado por uma equipe de cientistas que se propôs a estudar o motivo de algumas pessoas terem tendência em deixar tarefas para mais tarde. O artigo científico foi publicado este mês na Psychological Science.

A equipe mediu o grau de proatividade de 264 pessoas e a pesquisa mostrou que a amígdala – uma estrutura em forma de amêndoa situada no lobo temporal lateral, que processa as emoções e controla a nossa motivação – é maior nos procrastinadores.

Além disso, nestes indivíduos que preferem deixar tudo para depois, as conexões entre a amígdala e uma parte do cérebro chamada córtex cingulado anterior dorsal (DACC, na sigla em inglês) eram mais pobres e deficientes.

Essa área do cérebro utiliza informações da amígdala, nossa central de emoções, e decide qual a atitude que o nosso corpo deve tomar. Este procedimento ajuda a manter a pessoa focada, bloqueando as emoções e as distrações que podem competir com o que a pessoa está fazendo naquele momento.

Desta forma, os cientistas sugerem que os procrastinadores têm uma maior dificuldade em filtrar as emoções e as distrações que interferem na realização de uma determinada atividade, dado que as conexões entre a amígdala e o DACC não são tão eficientes quanto as dos indivíduos proativos.

Tim Pychyl, professor da Universidade de Carleton, no Canadá, que tem estudado o fenômeno da procrastinação nas últimas décadas, acredita que o estudo recente “fornece evidências fisiológicas da dificuldade sentida pelos procrastinadores em controlar as emoções”.

“Mostra como os centros emocionais do cérebro podem sobrecarregar a capacidade de autorregulação da pessoa”, afirma o cientista que mantém a esperança e acredita na reversão do problema através da mudança da forma como o cérebro atua.

“Pesquisas anteriores já mostraram que a meditação mindfulness está relacionada à diminuição do tamanho da amígdala, à expansão do DACC e ao enfraquecimento da conexão entre essas duas áreas”, explica. E Caroline Schluter, principal autora do estudo, acrescenta: “o cérebro é muito responsivo e pode mudar ao longo da vida.”

Ciberia // BBC / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudos corroboram correlação entre tipo sanguíneo e risco de covid-19

A suscetibilidade ao contágio com o vírus Sars-Cov-2 pode variar segundo o grupo sanguíneo: os indivíduos do grupo O tendem a um menor risco, enquanto os demais estão também potencialmente mais expostos a quadros clínicos …

Bolsonaro reforça que brasileiro não será obrigado a tomar vacina contra a COVID-19

Declaração do presidente acontece três dias depois de o governador João Doria informar que vacinação será obrigatória no estado de São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro reforçou hoje (19) na saída do Palácio da Alvorada o …

Engenheiros criam sabre de luz real de plasma retrátil de 2.200°C que corta aço

Os engenheiros por trás do canal do YouTube “The Hacksmith” criaram o sabre de luz de “Star Wars” no mundo real que é quente o suficiente para derreter aço e até titânio em segundos. James Hobson, …

Evo Morales comemora vitória de seu candidato, Luis Arce, à presidência na Bolívia

De La Paz, na Bolívia, o candidato a presidente Luis Arce e, de Buenos Aires, na Argentina, o ex-presidente Evo Morales comemoram vitória nas eleições tanto para presidente quanto para o Congresso, realizadas neste …

Síndrome provoca mudança na coloração dos olhos em população nativa da Indonésia

Em um país cujo a vasta maioria da população possui cabelos e olhos escuros, uma rara síndrome genética ofereceu aos membros de uma tribo nativa da Indonésia uma impressionante condição: os mais impactantes e profundos …

Aula de spinning em academia no Canadá contaminou 61 pessoas com a COVID-19

Academias não são locais recomendados neste momento de pandemia, mesmo que alguns estabelecimentos estejam reabrindo com todas as medidas de segurança adequadas. Prova disso aconteceu recentemente em Hamilton, na província de Ontario, no Canadá, quando uma …

Estrela supergigante vermelha Betelgeuse é menor e está mais próxima da Terra

A estrela supergigante vermelha Betelgeuse, uma das mais brilhantes, é menor e está mais próxima da Terra do que se acreditava. "Estudos anteriores sugeriram que poderia ser maior que a órbita de Júpiter. Nossos resultados dizem …

Ao tentar desativar uma bomba imensa a Marinha da Polônia acidentalmente a explode

Uma enorme bomba da Segunda Guerra Mundial explodiu durante uma delicada operação na terça-feira para desativar o dispositivo de cinco toneladas em um canal perto do Mar Báltico, mas ninguém foi ferido, afirmaram autoridades polonesas. O …

Candidato a vereador vai plantar uma árvore para cada voto que receber em Dourados

O combate às mudanças climáticas e ao desmatamento para Franklin Schmalz, candidato pelo PSOL a vereador na cidade de Dourados, no Mato Grosso do Sul, é um compromisso direto e concreto, a ser posto em …

Líder nacionalista manobra para chegar ao poder após renúncia de presidente do Quirguistão

O presidente do Quirguistão, Sooronbai Jeenbekov, cedeu à pressão de manifestantes nacionalistas e anunciou sua renúncia nesta quinta-feira (15), após dez dias de uma crise política aberta pela vitória de dois partidos governistas nas …