Mistério do “show de horrores” encontrado em cemitério no Panamá é desvendado

(dr) Nicole Smith-Guzmán / STRI

Um grupo de arqueólogos revelou importantes informações sobre os terríveis sepultamentos encontrados em um cemitério milenar no Panamá, contrariando o “show de horrores” defendido pelo arqueólogo Samuel Lothrop.

Em 1951, Samuel Lothrop descobriu um cemitério datado de 550 a 850 d.C. na Playa Venado, no Panamá. No decorrer das escavações arqueológicas, o arqueólogo encontrou mais de 300 sepulturas e ossos, destacando que os esqueletos aparentavam ter sinais de mutilação, decapitação, sacrifícios e canibalismo.

Desde de então, o artigo no qual Lothrop descrevia a descoberta foi citado mais de 35 vezes como prova do comportamento cruel e violento da cultura. No entanto, há um grande problema: as evidências que sustentam a teoria não existem, na verdade.

De acordo com um novo estudo publicado recentemente, realizado por arqueólogos do Smithsonian Tropical Research Institute, as ossadas encontradas não apresentam sinais de violência no momento da morte.

Na nova pesquisa, os pesquisadores analisaram 77 esqueletos encontrados no cemitério, bem como os documentos arquivados da época de Lothrop.

Os cientistas concluíram que grande parte dos traumas encontrados nos esqueletos no Panamá foram feitos antes da morte, e que essas pessoas conseguiram se recuperar das lesões bem antes de serem enterradas.

Na verdade, os maxilares abertos dos esqueletos, anteriormente considerados como uma prova de que uma pessoa tinha sido enterrada ainda viva, não passam de um relaxamento muscular após a morte.

Além disso, a disposição caótica em que os corpos foram encontrados, segundo os cientistas, indica que habitantes do Panamá faziam enterros repetitivos das pessoas novas, que inicialmente era sepultadas em covas temporárias.

Os resultados da análise coincidem com outras pesquisas sobre os hábitos e rituais fúnebres no Panamá durante as épocas pré-colombiana e colonial, desmentindo assim a hipótese de Lothrop, que descreveu a descoberta como um “show de horrores”.

“O posicionamento do enterro e a ausência de trauma perimortem entram em contradição com a interpretação de Lothrop, que descreveu mortes violentas no local”, esclareceu Smith-Guzmán, uma das pesquisadoras.

(dr) Nicole Smith-Guzmán / STRI

Nicole Smith-Guzmán analisa os ossos encontrados em Playa Venado, no Panamá

Descrição exagerada e infundada

As conclusões de Lothrop não são apenas exageradas como também parecem não ter qualquer suporte em evidências físicas. O seu artigo, intitulado “Suicídio, sacrifício e mutilações em sepultamento em Playa Venado, Panamá”, acabou dando certo tom aos trabalhos que foram realizados posteriormente.

Lothrop, que trabalhou no Museu Peabody de Arqueologia e Etnologia da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, considerou que a forma como os corpos foram dispostos era indicativo de situações muito violentas. No entanto, e segundo os cientistas, seu trabalho é só um indicativo da má qualidade do trabalho científico que se fazia na época.

Para os arqueólogos Nicole Smith-Guzman e Richard Cooke, Lothrop foi “inspirado” pelos relatos dos conquistadores espanhóis do século XVI, que tinham interesse em que os povos da América do Sul parecessem tão selvagens quanto possível.

“Percebemos agora que muitos desses cronistas espanhóis estavam motivados em provar que essas populações indígenas, conhecidas como ‘selvagens’, precisavam ser conquistadas”, disse Smith-Guzman.

“Em vez de simbolizarem um exemplo de morte violenta e deposição descuidada, a Playa Venado é um exemplo de como as sociedades pré-colombianas mostravam respeito e cuidado pelos familiares após a morte”, rematou.

Ciberia // Sputnik / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Colin Powell, ex-secretário de Estado dos EUA, morre aos 84 anos

Primeiro negro a ocupar topo da diplomacia e da máquina militar americana, ex-general teve papel de destaque na Guerra do Golfo e arranhou sua credibilidade ao apoiar a invasão do Iraque uma década depois. Colin Powell, …

Criminosos usam escaneamento por código do próprio usuário para 'sequestrar' contas do WhatsApp

Em 2019, um relatório divulgado pelo laboratório de pesquisa da empresa de segurança virtual Eset alertou que uma das formas crescentes de sequestro de contas do WhatsApp era feita por meio de um ataque conhecido …

EUA: Manobras de Trump bloqueiam investigação sobre invasão do Capitólio

Vários parceiros e associados do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusaram a comparecer à comissão da Câmara que investiga a invasão de 6 de janeiro de 2021 contra o Capitólio, sede do …

Dor nos olhos após COVID-19: cientistas explicam causa de complicação inesperada do vírus

Uma pesquisa de cientistas alemães mostrou que o coronavírus pode penetrar nos olhos e infectar os fotorreceptores e células ganglionares na retina. Isso pode ser uma causa de problemas com os olhos após a COVID-19. Os …

Estudo mostra como mudanças climáticas afetarão a energia hidrelétrica no Brasil

Um novo relatório publicado pela Global Environmental Change revela que, nas próximas décadas, as reduções de precipitação e vazão dos rios na região amazônica — a maior bacia hidrográfica do mundo e uma forte candidata …

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …

Explosões deixam vários mortos em mesquita no Afeganistão

Ao menos 33 pessoas morrem após explosões em mesquita xiita durante a oração de sexta-feira. Testemunha diz ter visto homens-bomba. Incidente ocorre dias depois de ataque do "Estado Islâmico" contra xiitas no país. Fortes explosões atingiram …