Supermercado de SP distribui “cartilha da família” dizendo que gays são “um erro” e “distorção da criação”

Paulo Pinto / Fotos Públicas

O supermercado Hirota está distribuindo uma cartilha onde condena homossexuais ao dizer que o relacionamento homoafetivo é “antinatural, um erro, uma paixão infame, uma distorção da criação“.

A denúncia foi feita pela cliente Vanessa Camargo no dia 10 de dezembro em seu Facebook. Ela afirma ter recebido a cartilha das mãos de um caixa do mercado.

No documento, a instituição paulista de origem japonesa diz que “o casamento é heterossexual”. “O casamento é a união entre um homem e uma mulher, entre um macho e uma fêmea”, afirma o texto.

Ontem a noite, eu, minha irmã e minha noiva estivemos no Hirota Food Supermercados e após pagarmos a conta recebemos do…

Posted by Vanessa Camargo on Sunday, December 10, 2017

O Hirota defende, ainda, que “o sexo antes do casamento é fornicação e fora do casamento é adultério. “Fornicação e adultério são um atentado contra o casamento. O sexo é bom, santo e prazeroso”, acrescenta a “cartilha da família”.

“O Hirota perdeu muito mais que uma cliente. Perdeu uma enorme oportunidade de trazer a verdadeira mensagem cristica [sic] de fé e amor. Pois Ele é a verdade e a vida. Ele é o caminho. Ele é o amor. E ninguém vai ao Pai por outro caminho. Ninguém! E é isso que a minha fé me ensina: que Deus é amor!”, escreveu Vanessa em sua publicação.

Apesar de todas as afirmações, o Hirota negou, em nota, que tenha propagado qualquer tipo de mensagem preconceituosa, dizendo que “em nossos valores não há nenhum tipo de preconceito em relação à gênero, religião ou raça”.

Só que a desculpa não convenceu e as pessoas reclamaram muito do que viram nas redes sociais. A avaliação do Hirota despencou para 1,6 estrelas no Facebook e no Twitter as críticas são várias.

Funcionários rezam

O presidente Francisco Hirota diz que a rede é “uma instituição familiar”, com “uma família a serviço das famílias”.

Em matéria publicada pela revista Veja São Paulo em maio deste ano, Francisco diz que faz questão de juntar os funcionários para cantar o hino e rezar o Pai Nosso. Ele diz que a família é devota e unida.

Além disso, frequentemente os profissionais da rede são “convidados” a assistirem palestras do padre Antônio de Lima Brito, da Arquidiocese de São Paulo no Ipiranga.

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O Supermercado Hirota ganhou muitos clientes que prezam pelo modelo de família tradicional. E a Vanessa perdeu mais uma chance de ficar com a caneta fechada, pois escreveu coisas incompatíveis com o caráter de Jesus Cristo.
    A mensagem cristã nunca apoiou o homossexualismo e suas variáveis. Basta ler o Novo Testamento para ver que, pelo contrário, esse estilo de vida conduz à condenação eterna.
    Parte de mensagem cristã é de fé e amor. Fé e amor voltados para Deus e amor ao próximo. Mas isso não exclui o questionamento das atitudes condenáveis. A própria Bíblia diz que devemos repreender os que estão em pecado. Jesus fez isso muitas vezes. À adultera, depois que ela confiou nele: “Vá em paz e não peque mais.”
    Jesus é o caminho e a verdade e a vida. Isto significa que os padrões éticos diferentes do dele não permitirão à pessoa entrar na presença do Pai.
    Deus é amor. Ama o pecador, ama a justiça, ama o comportamento correto, ama a humildade, ama o bom senso, ama a fidelidade à sua Palavra. Em consequência, odeia o pecado, odeia a arrogância, odeia o desprezo à sua Palavra, odeia a prática do erro, odeia a injustiça.
    Não adianta inventar um padrão ético e querer colocar Deus dentro dele. Ele não aceita ser condicionado por reles seres humanos, principalmente os que inventam acréscimos à sua vontade santa.

    O Hirota perdeu muito mais que uma cliente. Perdeu uma enorme oportunidade de trazer a verdadeira mensagem cristica [sic] de fé e amor. Pois Ele é a verdade e a vida. Ele é o caminho. Ele é o amor. E ninguém vai ao Pai por outro caminho. Ninguém! E é isso que a minha fé me ensina: que Deus é amor!”, escreveu Vanessa em sua publicação.

  2. O Brasil está virando o País das minorias e o País das exceções. Quando alguém, adepto da homossexualidade e seus gêneros, demonstra suas opiniões pessoais, obrigam todas as pessoas a pensarem como elas. No entanto, quando há uma inversão nessas opiniões, como o caso do Supermercado Hirota, então passamos a ser vistos como homofóbicos, etc..etc..

    O respeito ao ser humano passa obrigatoriamente por todas as classes, credos, gêneros e etnias. A natureza humana fez sim macho e fêmea, homem e mulher e qualquer coisa que passar disso está fora da natureza humana. Isso é indiscutível. Logo, é importante que “vanessas” também respeitem as opiniões divergentes das suas, pois estamos num País livre onde ainda podemos nos expressar livremente. A Família Hirota fez suas considerações baseadas em suas crenças, e devem ser respeitados por isso. Não comprar naquele estabelecimento é um direito das “vanessas” que assim desejarem, afinal eu também não compro em algumas lojas famosas que cobram dos clientes até 800% de juros ao ano se não pagarem as prestações até dia do vencimento. É um direito que tenho. Que as “vanessas” vivam suas vidas da maneira que acharem melhor, mas não tentem mudar o mundo em que vivemos apenas para terem mais privilégios que os demais.

  3. Respeito é uma coisa, concordar com o que não é natural é outra, quando vem alguém a mim, não fico perguntando se é isso ou aquilo, pois não cabe a mim julgar o que a pessoa faz entre 4 paredes, agora se perguntarem o que eu acho vou dizer o que eu acho, se a pessoa ficar feliz beleza, se ficar triste, tristeza… mas mudar do lado correto para o errado só pra satisfazer alguns, nem a pau.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Físicos tentam comprovar existência de quinta dimensão

"Qual é a 5ª dimensão? Eu sei que a primeira é a altura, a segunda é a largura, a terceira é a profundidade e a quarta, o tempo. Mas ninguém parece saber o que é …

Salários na Venezuela condenam trabalhadores à pobreza extrema

O salário mínimo na Venezuela, fixado pelo chavismo governante, condena os trabalhadores do país à pobreza extrema pois está situado no equivalente a US$ 1,20 por dia, abaixo do patamar da miséria estabelecido pela ONU. Nos …

Irã ameaça EUA com "mãe de todas as guerras"

O presidente do Irã, Hassan Rohani, alertou neste domingo (22/07) para o perigo de os Estados Unidos começarem um conflito com seu país, o que seria "a mãe de todas as guerras", recomendando que Washington …

Série adaptada de livro de George R.R. Martin ganha trailer

O autor de Game of Thrones, George R.R. Martin, terá mais uma de uma de suas histórias adaptada para a televisão. Agora é a vez do conto de terror e ficção científica Nightflyers, publicado pela primeira …

Cientistas encontram vestígios de material nuclear de Fukushima em vinho californiano

Vinhos californianos produzidos nos anos seguintes ao desastre da usina nuclear de Fukushima contêm os isótopos da precipitação do acidente, informaram pesquisadores do Centro Nacional Francês de Pesquisa Científica (CNRS). Após o incidente na usina nuclear …

PSL faz convenção neste domingo para lançar candidatura de Bolsonaro

O Partido Social Liberal (PSL) faz hoje (22), no Rio de Janeiro, convenção nacional para lançar a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro à Presidência da República. É esperado o anúncio de quem irá compor …

Pais pintam casa como 'A Noite Estrelada' para que filho autista não se perca

Um casal da Flórida, nos Estados Unidos, adotou uma solução original para evitar que seu filho autista se perdesse ao voltar para casa: contratou um artista para pintar toda a fachada do imóvel à semelhança …

Dez anos depois do arquivamento de caso Madeleine, o mistério segue aberto

Dez anos depois de a Justiça portuguesa arquivar o caso de Madeleine McCann, a menina britânica que desapareceu em Algarve em 2007, o mistério segue aberto em Portugal, onde as autoridades analisam indícios que obrigaram …

Cuba discute permitir união entre pessoas do mesmo sexo

Reunida neste sábado (21), no Palácio das Convenções, em Havana, a 9ª Assembleia Nacional do Poder Popular de Cuba discute mudanças na Constituição. Na primeira etapa dos debates, foram discutidas mudanças nas áreas sociais e econômicas. …

Maria Madalena não era pobre

Um livro recente sobre Maria Madalena afirma que a fervorosa seguidora de Jesus era, afinal, uma mulher rica que financiou as atividades do Messias. O livro foi escrito pela pesquisadora norte-americana Jennifer Ristine e será publicado neste …