Competição feroz por mamutes foi chave na extinção dos neandertais

brettburton / Flickr

Os neandertais competiam pela mesma presa com o homo sapiens – e saíram perdendo

O desaparecimento, há 40 mil anos, do neandertal, uma espécie humana arcaica, tem sido há muito tempo um mistério para a ciência.

A espécie neandertal sobreviveu por centenas de milhares de anos, em meio a severas mudanças de temperatura, para depois, 43 mil anos atrás, se tornar testemunha da colonização da Europa pelo Homo sapiens – os ancestrais do homem moderno –

O declínio e a eventual extinção do neandertal, apenas três milênios depois, tem sido atribuída à dieta do Homo sapiens, que seria mais flexível e variada. Tal hábito teria feito com que conseguisse se ajustar melhor aos tempos de escassez.

No entanto, uma equipe internacional de cientistas baseados em Tubinga, na Alemanha, faz cair por terra essa teoria. Em um estudo publicado no periódico Scientific Reports, os pesquisadores sustentam agora que o menu de nossos ancestrais era composto basicamente de mamutes e plantas – o mesmo cardápio dos neandertais.

Assim, os neandertais na verdade foram deslocados pelo homo sapiens e desapareceram em uma feroz competição direta por recursos disponíveis, concluíram os cientistas.

“Muitos estudos examinam a questão do que teria produzido esse deslocamento”, comenta o professor Hervé Bocherens, do Centro Senckenberg de Evolução Humana e Paleoecologia da Universidade de Tubinga.

Análise da dieta

Segundo o especialista, uma hipótese sustenta que a dieta do humano anatomicamente moderno era mais diversa, flexível e frequentemente incluía peixes. Mas Bocherens e sua colega Dorothée Drucker, uma biogeóloga da mesma instituição, decidiram colocar à prova a hipótese analisando os hábitos alimentares desses ancestrais humanos.

Para isso, eles verificaram os fósseis mais antigos encontrados nas cavernas de Buran Kaya, na península da Crimeia, na Ucrânia. “No decorrer desse estudo, examinamos os restos dos antigos humanos no contexto da fauna local”, conta Drucker.

“Até agora, todas as análises da dieta dos humanos modernos estavam baseadas em descobertas isoladas, de maneira que são muito difíceis de serem interpretadas.”

Apesar da falta de um registro fóssil da dieta, a equipe de Tubinga reconstruiu o menu medindo a porcentagem de carbono e de variantes de nitrogênio, elementos químicos orgânicos importantes, nos ossos de nossos ancestrais e dos animais contemporâneos que eram potencialmente caças, como antílopes saiga, cavalos e veados.

Como resultado, os pesquisadores encontraram uma proporção muito alta do nitrogênio-15 nos humanos modernos do passado. “A substância não tem origem no consumo de peixes e produtos afins, mas, principalmente, de mamutes“, afirma Bocherens.

kkttkk / Deviant Art

-

O Homo sapiens eliminou os neandertais em apenas três milênios

O mamute também figurava amplamente como fonte de proteína no prato dos neandertais, segundo demonstraram estudos anteriores. Fósseis desses enormes animais e de outros mamíferos foram encontrados perto de ossos de neandertais.

Através da análise de substâncias químicas nos restos mortais, foi possível determinar que a dieta principal da espécie neandertal consistia de grandes mamíferos herbívoros, como o mamute, e uma quinta parte de plantas.

Ainda que a nova investigação de Tubinga tenha demonstrado, surpreendentemente, uma alta proporção de plantas na dieta dos humanos modernos comparavelmente maior que entre os neandertais, as principais fontes de carne para ambas as espécies eram as mesmas.

“Segundo nossos resultados, os neandertais e os ancestrais humanos modernos estavam em competição direta no que diz respeito a suas dietas“, afirma a doutora Drucker. “E parece que os neandertais saíram perdendo nesta competição”, conclui.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

As vovós que lutam pela democracia na Polônia

Idosas polonesas organizam protestos regulares contra erosão da democracia no país, governado por partido ultraconservador. "Não sou capaz de ficar tranquila em casa, cada violação dos direitos me dói", diz aposentada. Clima de fim de expediente …

Coruja super rara dá o ar da graça depois de 125 anos

A coruja rajá de Bornéu (Otus brookii brookii) é uma espécie tão pequena que apenas seu tamanho já tornaria sua identificação mais complexa. Nativa do Sudeste da Ásia e com peso médio de apenas 100 gramas, …

Nintendo bate todos os recordes de lucros com videogames durante a pandemia

A Nintendo apresentou resultados recordes para o ano fiscal de 2020/21 encerrado em 31 de março, impulsionada pela mania global dos videogames em tempos de pandemia, mas o grupo japonês não espera repetir essa …

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

Médicos no Canadá têm deparado com pacientes que apresentam sintomas semelhantes aos da doença de Creutzfeldt-Jakob, um mal raro e fatal que ataca o cérebro. Mas quando resolveram investigar o mal em mais detalhe, o …

Governador do Rio diz que operação que terminou com 25 mortos foi ação de 'inteligência'

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou que a operação da Polícia Civil realizada no Jacarezinho foi "ação pautada e orientada por longo e detalhado trabalho de inteligência e investigação".  A operação terminou com …

Butantan diz que ataques de Bolsonaro à China afetam vacinas

Presidente insinuou que chineses, principais fornecedores de matéria-prima para imunizantes ao Brasil, criaram vírus como parte de "guerra química". "Essas declarações têm impacto", diz diretor do Instituto Butantan. A direção do Instituto Butantan e o governador …

Fotos da última sessão de Kurt Cobain são vendidas como NFT

As imagens da última sessão de fotos da vida do compositor e cantor Kurt Cobain irão a leilão em formato de token não-fungível, os célebres NFTs. O anúncio foi feito por Jesse Frohman, fotógrafo por trás …

EUA, França e Rússia apoiam quebra de patentes contra a Covid-19, mas laboratórios resistem

A ideia de suspender as patentes da fabricação de vacinas contra a Covid-19 continuou a ganhar apoio em todo o mundo nesta quinta-feira, após o impulso inicial dado Estados Unidos. Porém, os laboratórios resistem, …

Descoberta a evidência mais antiga de atividade humana

Uma das atividades mais antigas de humanos foi identificada em uma caverna na África do Sul. Uma equipe de geólogos e arqueólogos encontrou evidências de que nossos ancestrais estavam fazendo fogo e ferramentas na Caverna …

Jeff Bezos: os planos do homem mais rico do mundo para voo espacial turístico

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, afirma que está pronto para levar pessoas ao espaço. A empresa Blue Origin, do empresário americano detentor de uma fortuna estimada em R$ 1 trilhão, diz que lançará uma tripulação …