Trump rompe com embaixador e critica May

Gage Skidmore / Flickr

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump

Presidente dos EUA anunciou que “não vai mais lidar” com representante britânico em Washington que qualificou seu governo como “inepto” em mensagens vazadas. Americano ainda disse que premiê criou “bagunça” no Brexit.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lançou nesta segunda-feira uma série de críticas à primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, e anunciou que seu governo está rompendo com o embaixador britânico em Washington.

No Twitter, Trump escreveu “tem sido muito crítico sobre o modo como o Reino Unido e a primeira-ministra Theresa May lidaram com o Brexit”. “Que bagunça ela e seus representantes criaram”, escreveu o presidente. “Eu disse a ela como isso deveria ser feito, mas ela decidiu ir por outro caminho”.

“A boa notícia para o maravilhoso Reino Unido é que eles terão em breve um novo primeiro-ministro. Embora eu tenha gostado da magnífica visita de Estado no mês passado, foi com a rainha que fiquei muito impressionado!”, completou.

As críticas de Trump ocorrem na esteira da revelação por um jornal britânico de mensagens confidenciais do embaixador do Reino Unido nos EUA, Kim Darroch, que descreveu o atual governo americano como “inepto” e “disfuncional”. Os comentários vazados do embaixador já haviam enfurecido Trump no fim de semana. No domingo, ele disse que Darroch “não prestou um bom serviço ao Reino Unido”.

Nas mensagens publicadas nesta segunda-feira, Trump voltou a criticar o embaixador e anunciou que seu governo está rompendo com o representante diplomático. “Eu não conheço o embaixador, mas ele não é bem quisto ou bem visto nos EUA. Nós não vamos mais lidar com ele”, disse Trump.

Poucas horas antes nesta segunda-feira, Theresa May ainda afirmou que tem “total fé” em Kim Darroch, mas disse não compartilhar a opinião de que o governo Trump é “disfuncional” e “inepto”.

As mensagens de Darroch, que cobrem o período de 2017 até os dias atuais, foram reveladas pelo jornal Mail on Sunday, que não revelou como obteve o material. Nas mensagens, o embaixador chegou a dizer que, para se comunicar com Trump, é “necessário apresentar argumentos simples, inclusive rudes“.

“Não acreditamos realmente que esta administração vá ser muito mais normal. Menos disfuncional, menos imprevisível; menos dividida em facções, menos inepta”, escreveu Darroch.

Nesta segunda-feira, um porta-voz do governo britânico disse que a função do embaixador é fazer avaliações políticas “honestas” do país para onde está destinado, embora suas opiniões não sejam compartilhadas pelo governo do Reino Unido. “Este vazamento não é aceitável”, disse o porta-voz oficial, que informou sobre a abertura de uma investigação.

A primeira-ministra não está de acordo com a avaliação (do embaixador). A primeira-ministra tem uma boa relação com o presidente (Trump) e o governo trabalha estreitamente e construtivamente com a administração em uma variedade de questões”, acrescentou.

Por sua vez, o ministro de Comércio, Liam Fox, atualmente em visita a Washington, disse à emissora “BBC” que se desculpará por este incidente com a filha de Trump, Ivanka, quando se reunir com ela.

Fox lamentou que vazamentos deste tipo possam prejudicar a relação bilateral e ter um “efeito” nos interesses de segurança dos dois países.

Em outro documento, o representante britânico nos EUA indicou que Trump se sentiu “deslumbrado” pela pompa e ostentação exibidas por Londres durante sua recente visita de Estado ao Reino Unido, onde foi recebido pela rainha Elizabeth 2ª.

No entanto, Darroch também aconselhou autoridades britânicas a não desprezar o presidente americano, argumentando que havia um “caminho viável” para a reeleição de Trump em 2020. O diplomata afirmou ainda que o presidente poderia “emergir das chamas, danificado mas intacto, como Arnold Schwarzenegger nas cenas finais de Exterminador do Futuro”, em referência ao filme de ficção científica de 1984.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

UE exportou mais de um bilhão de doses contra Covid-19, diz Comissão Europeia

A União Europeia exportou mais de um bilhão de doses de vacinas contra a Covid-19 para mais de 150 países. Essa quantidade representa a metade das doses produzidas na Europa, de acordo com dados …

Colin Powell, ex-secretário de Estado dos EUA, morre aos 84 anos

Primeiro negro a ocupar topo da diplomacia e da máquina militar americana, ex-general teve papel de destaque na Guerra do Golfo e arranhou sua credibilidade ao apoiar a invasão do Iraque uma década depois. Colin Powell, …

Criminosos usam escaneamento por código do próprio usuário para 'sequestrar' contas do WhatsApp

Em 2019, um relatório divulgado pelo laboratório de pesquisa da empresa de segurança virtual Eset alertou que uma das formas crescentes de sequestro de contas do WhatsApp era feita por meio de um ataque conhecido …

EUA: Manobras de Trump bloqueiam investigação sobre invasão do Capitólio

Vários parceiros e associados do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusaram a comparecer à comissão da Câmara que investiga a invasão de 6 de janeiro de 2021 contra o Capitólio, sede do …

Dor nos olhos após COVID-19: cientistas explicam causa de complicação inesperada do vírus

Uma pesquisa de cientistas alemães mostrou que o coronavírus pode penetrar nos olhos e infectar os fotorreceptores e células ganglionares na retina. Isso pode ser uma causa de problemas com os olhos após a COVID-19. Os …

Estudo mostra como mudanças climáticas afetarão a energia hidrelétrica no Brasil

Um novo relatório publicado pela Global Environmental Change revela que, nas próximas décadas, as reduções de precipitação e vazão dos rios na região amazônica — a maior bacia hidrográfica do mundo e uma forte candidata …

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …