Theresa May estende a mão a Trump para pacto “sem precedentes” após Brexit

Thierry Charlier / EPA

A primeira-ministra do britânica, Theresa May, com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

A primeira-ministra britânica, Theresa May, afirmou nesta quinta-feira (12) ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que a saída do Reino Unido da União Europeia oferece a ambos países a oportunidade de fechar um pacto “sem precedentes” para impulsionar o emprego e o crescimento.

Theresa May relatou as várias oportunidades que, na sua opinião, o Brexit oferece às relações bilaterais entre EUA e Reino Unido durante o jantar que compartilhou nesta quinta com Trump e com uma centena de empresários no palácio de Blenheim, no condado de Oxfordshire.

“Enquanto nos preparamos para deixar a União Europeia, temos a oportunidade de chegar a um acordo comercial que faça crescer os empregos no Reino Unido e nos Estados Unidos”, declarou a primeira-ministra.

“Também é uma oportunidade para derrubar as barreiras burocráticas que frustram os líderes empresariais de ambos lados do Atlântico”, acrescentou.

Trump e sua mulher, Melania, foram recebidos em sua chegada ao castelo com uma cerimônia militar, horas depois de aterrissar na capital britânica para sua primeira visita ao Reino Unido.

No jantar, no qual foi servido salmão escocês, filé de vitela inglesa e morangos com sorvete, também estiveram presentes alguns membros do governo britânico, como o recém-nomeado ministro das Relações Exteriores, Jeremy Hunt, e o de Defesa, Gavin Williamson.

“Ter os Estados Unidos ao nosso lado foi, para mim, a maior alegria”, disse May parafraseando o primeiro-ministro Winston Churchill, antes de reiterar que “o espírito de amizade e cooperação” entre os países tem uma “longa e orgulhosa história”.

A primeira-ministra afirmou ainda que “o idioma, os valores e a cultura” compartilhados por Reino Unido e Estados Unidos “inspiram respeito mútuo” e fazem que as duas nações sejam “não só as mais próximas aliadas, senão as mais queridas amigas”.

Além disso, lembrou que o Reino Unido é o maior investidor nos EUA, 30% na frente do segundo colocado, o que “não pode ser subestimado”.

Trump chegou ao Reino Unido em meio a uma onda de protestos e permanecerá durante o fim de semana, antes de se reunir na próxima segunda-feira (16) com o presidente russo, Vladimir Putin, em Helsinque, capital da Finlândia.

Ciberia // EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …