Theresa May estende a mão a Trump para pacto “sem precedentes” após Brexit

Thierry Charlier / EPA

A primeira-ministra do britânica, Theresa May, com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

A primeira-ministra britânica, Theresa May, afirmou nesta quinta-feira (12) ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que a saída do Reino Unido da União Europeia oferece a ambos países a oportunidade de fechar um pacto “sem precedentes” para impulsionar o emprego e o crescimento.

Theresa May relatou as várias oportunidades que, na sua opinião, o Brexit oferece às relações bilaterais entre EUA e Reino Unido durante o jantar que compartilhou nesta quinta com Trump e com uma centena de empresários no palácio de Blenheim, no condado de Oxfordshire.

“Enquanto nos preparamos para deixar a União Europeia, temos a oportunidade de chegar a um acordo comercial que faça crescer os empregos no Reino Unido e nos Estados Unidos”, declarou a primeira-ministra.

“Também é uma oportunidade para derrubar as barreiras burocráticas que frustram os líderes empresariais de ambos lados do Atlântico”, acrescentou.

Trump e sua mulher, Melania, foram recebidos em sua chegada ao castelo com uma cerimônia militar, horas depois de aterrissar na capital britânica para sua primeira visita ao Reino Unido.

No jantar, no qual foi servido salmão escocês, filé de vitela inglesa e morangos com sorvete, também estiveram presentes alguns membros do governo britânico, como o recém-nomeado ministro das Relações Exteriores, Jeremy Hunt, e o de Defesa, Gavin Williamson.

“Ter os Estados Unidos ao nosso lado foi, para mim, a maior alegria”, disse May parafraseando o primeiro-ministro Winston Churchill, antes de reiterar que “o espírito de amizade e cooperação” entre os países tem uma “longa e orgulhosa história”.

A primeira-ministra afirmou ainda que “o idioma, os valores e a cultura” compartilhados por Reino Unido e Estados Unidos “inspiram respeito mútuo” e fazem que as duas nações sejam “não só as mais próximas aliadas, senão as mais queridas amigas”.

Além disso, lembrou que o Reino Unido é o maior investidor nos EUA, 30% na frente do segundo colocado, o que “não pode ser subestimado”.

Trump chegou ao Reino Unido em meio a uma onda de protestos e permanecerá durante o fim de semana, antes de se reunir na próxima segunda-feira (16) com o presidente russo, Vladimir Putin, em Helsinque, capital da Finlândia.

Ciberia // EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

O misterioso "Monstro Tully" acaba de ficar ainda mais esquisito

Um fóssil de 300 mil anos descoberto na década de 1950 no estado de Illinois (EUA) tem gerado muitas discussões entre cientistas. Batizado de Tullimonstrum, ou Monstro Tully, ele se parece com uma lesma. Mas …

Com asilo a Evo Morales, diplomacia mexicana dá passo à esquerda

México assume liderança esquerdista na América Latina ao receber o ex-presidente boliviano. Para analistas, medida desvia atenção de problemas internos, mas é jogo perigoso diante da dependência econômica dos EUA. A viagem de Evo Morales ao …

Incêndios florestais matam quatro pessoas e centenas de cangurus na Austrália

O número de vítimas pelos incêndios no leste da Austrália, onde 140 focos ainda continuam ativos, subiu para quatro nesta quinta-feira (14), com a descoberta de um cadáver perto da cidade de Kempsey, em Nova …

Holanda reduzirá limite de velocidade para combater poluição

O governo da Holanda reduzirá o limite máximo de velocidade nas rodovias do país como parte de uma série de medidas para combater as emissões de óxido de nitrogênio, geradas em grande parte por veículos …

A polêmica sobre campos de extermínio nazistas que opôs a Polônia ao Netflix

O primeiro-ministro da Polônia, Mateusz Morawiecki, enviou uma carta ao Netflix insistindo em mudanças no documentário The Devil Next Door (o diabo ao lado), sobre campos de extermínio nazistas. Na carta enviada no domingo, 10, e …

O único problema de ser filho único é o estigma

Filhos únicos possuem uma péssima reputação. Quantas vezes você não observou algum pai ser criticado por escolher ter apenas um pimpolho? “Ele vai ficar mimado, muito sozinho, egoísta, etc. etc. etc”. É um senso comum. Parece, …

Epidemia mundial: Pneumonia mata uma criança de menos de 5 anos a cada 39 segundos

O Dia Mundial da Pneumonia é comemorado em 12 de novembro. A data foi proposta pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção da doença, …

Senadora se declara presidente da Bolívia

A parlamentar oposicionista e segunda vice-presidente do Senado Jeanine Áñez declarou-se presidente da Bolívia nesta terça-feira (12). Ela também afirmou que o país terá novas eleições após a formação de uma nova comissão eleitoral. "De acordo …

Bolsonaro anuncia saída do PSL

Em meio à crise por disputa de poder na legenda, presidente afirma que pretende criar novo partido. Cerca de 30 parlamentares aliados de Bolsonaro devem seguir exemplo e deixar o PSL. O presidente Jair Bolsonaro anunciou …

Israel mata comandante da Jihad Islâmica em ataque aéreo

Forças israelense bombardeiam casa de líder extremista na Faixa de Gaza. Militantes palestinos reagem disparando dezenas de mísseis contra Israel. Autoridades pedem que população fique em casa. Um importante comandante militar do grupo extremista palestino Jihad …