Existe um truque provado cientificamente para se lembrar de tudo (ou quase)

Se precisa lembrar de algo, o que poderia fazer para ter certeza de não esquecer é… desenhar. Segundo um novo estudo, o desenho pode ser uma ajuda mais eficaz do que escrever.

A fim de evitar que uma tarefa seja esquecida, a maior parte das pessoas recorre ao hábito de anotá-la. No entanto, a probabilidade de se lembrar de algo importante pode ser maior se fizer um desenho, segundo uma pesquisa realizada por pesquisadores canadenses.

A equipe de cientistas realizou várias análises cognitivas a um grupo de jovens adultos e idosos, concluindo que ilustrar é um método extremamente eficiente para ajudar a reter novas informações, principalmente no caso de pessoas com idade avançada. As conclusões foram publicadas recentemente na Experimental Aging and Research.

Os pesquisadores estão animados com esse novo estudo e convencidos de que a descoberta pode ser uma grande ajuda em tratamentos para problemas de memória, como o Alzheimer.

Em estudos anteriores, os cientistas já tinham detectado que o desenho é uma interessante estratégia de codificação de informações, muito eficaz para jovens adultos, proporcionando maiores benefícios de memória do que outras técnicas semelhantes.

Nessa nova pesquisa, a equipe decidiu analisar se a técnica produzia os mesmos resultados satisfatórios em adultos mais velhos.

“Estávamos especificamente interessados em determinar o quão benéfico poderia ser a prática do desenho para reter informações na população de adultos mais velhos, já que essa faixa etária experimenta declínios significativos no funcionamento da memória“, afirmou Melissa Meade, uma das autoras do estudo.

Durante a experiência, os cientistas compararam diferentes técnicas. Foram analisados 30 participantes, divididos em dois grupos: estudantes do ensino superior e idosos.

Os voluntários podiam desempenhar tarefas diferentes para memorizar palavras, desde a escrita ao desenho, ou até fazer uma lista de atributos físicos relacionados com a palavra em questão.

Depois da atividade, a memória dos participantes foi avaliada. Os cientistas descobriram então que ambos os grupos mostraram melhor retenção quando recorreram ao desenho, sendo que o desempenho foi ainda maior entre os idosos.

Dessa forma, mais do que todas as outras técnicas testadas, o desenho otimizou a memória do grupo composto por adultos mais velhos. Com base nessas evidências, a equipe concluiu que o desenho melhora a memória e a simplicidade dessa estratégia significa que poder ser usada nos mais variados ambientes.

Quando envelhecemos, a retenção de novas informações diminui devido à deterioração das estruturas cerebrais envolvidas na memória, como o hipocampo e os lobos frontais. O desenho é particularmente importante para pessoas com demência dado que faz um melhor uso das regiões do cérebro que ainda estão preservadas.

Quando desenhamos, usamos a parte relacionada com a visão espacial, uma parte do cérebro que é mantida em pleno funcionamento até mesmo durante o envelhecimento.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Governo brasileiro publica portaria sobre aborto retirando obrigatoriedade de informar polícia

Nova portaria publicada nesta quinta-feira (24) no Diário Oficial retira a obrigatoriedade de que a polícia seja avisada sobre a realização de abortos previstos em lei. O texto é assinado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. …

Asteroide passa ‘raspando’ pela Terra e chega mais perto de nós do que satélites de TV

Por pouco não tivemos a ‘visita‘ de um asteroide na manhã desta quinta-feira (24). O evento era, basicamente, a cereja do bolo do que está sendo o anos de 2020. Quase! O objeto, chamado de ‘2020 …

Sarcófago de 'supervisor dos tronos' é desenterrado no Egito

Um sarcófago de pedra calcária e várias estatuetas funerárias ushebti foram descobertas na cidade egípcia de Minya, por uma missão arqueológica do país, liderada por Mostafa al-Waziry, o secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades do …

Trump não se compromete com transferência pacífica de poder

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recusou-se a se comprometer com uma transferência pacífica de poder caso seja derrotado na eleição presidencial de 3 de novembro. "Vamos ver o que vai acontecer", disse Trump, ao …

TikTok impõe restrições em anúncios de emagrecimento para combater gordofobia

O TikTok anunciou nesta quarta-feira (23) uma série de novas regras que restringem a veiculação de anúncios de aplicativos e suprimentos de emagrecimento dentro da plataforma. Segundo o comunicado oficial da rede social, o objetivo das …

Volkswagen vai indenizar ex-trabalhadores que denunciaram ditadura militar no Brasil

A subsidiária da montadora alemã Volkswagen anunciou que vai indenizar ex-trabalhadores por violações de direitos humanos no Brasil. Como reconhecido pela própria empresa, seus serviços de segurança interna colaboraram com a ditadura militar brasileira …

Coreia do Sul acusa Norte de ter matado brutalmente um de seus funcionários desaparecido

A Coreia do Sul afirmou que um dos funcionários de seu Ministério dos Oceanos e Pesca foi morto e queimado após ter desaparecido durante o serviço no mar. O funcionário de 47 anos teria desaparecido nesta …

Pedaço de gelo quase do tamanho do Recife se descola da última plataforma do Ártico

Um pedaço de quase 110 quilômetros quadrados de gelo se desprendeu da última plataforma de gelo da Groenlândia, chamada de Nioghalvfjerdsfjorden ou 79N. A título de comparação, o tamanho da parte que se soltou equivale …

Blue Origin quer criar habitats espaciais comerciais já na década de 2020

Parece que a Blue Origin, empresa de Jeff Bezos focada em voos espaciais comerciais, está mesmo querendo entrar no novíssimo e vindouro mercado de habitats na órbita da Terra — e pode ter a NASA …

Brasil é líder em conflitos socioambientais na Amazônia

Dono da maior extensão de Floresta Amazônica, o Brasil também é campeão em conflitos socioambientais na região. Um levantamento inédito comparando a situação de quatro países mostrou que, dos 1.308 confrontos registrados em 2017 e …