Vila italiana causa polêmica ao cobrar 5 euros para visita ao centro histórico

A opção está longe de ser consensual, mas a pequena vila italiana de Polignano a Mare, localizada no topo de um penhasco, começou a cobrar aos turistas o acesso ao centro histórico.

O sistema de bilhetes foi lançado este mês e permanecerá em vigor até o dia 6 de janeiro – o que significa durante toda a temporada natalina. A entrada custa 5 euros, defendida pelo prefeito do município como uma forma de atrair visitantes mesmo nos meses de inverno.

Há quem conteste, por considerar que se trata de taxar um espaço público, cujo acesso deve ser livre para todos. Os torniquetes instalados são uma “comercialização” inaceitável, afirmam alguns locais, entendimento que leva uma associação de defesa do patrimônio a ameaçar levar o caso a tribunal.

O bilhete não inclui apenas o direito de entrada. Dá direito a um pacote de pipocas, uma bebida, um donut e a algodão doce. “O objetivo é atrair turistas mesmo durante os meses de inverno”, disse Domenico Vitto. “Temos um grande número de visitantes durante o verão, mas depois a procura diminui para quase nada em outubro e a cidade está morta”.

A iniciativa, acrescentou ao The Telegraph, permite que “lojas, hotéis e restaurantes permaneçam abertos. Só no último fim de semana tivemos 30 mil visitantes”.

Polignano a Mare, na região sul de Puglia, não é o único lugar defendendo a cobrança de bilhetes. Bem perto, em Alberobello, a opção está sendo também considerada, como forma de dar acesso a áreas menos exploradas na localidade.

Veneza, aliás, deu alguma forma de exemplo, no início deste ano, ao instalar torniquetes para disciplinar o excesso de turistas, ainda que sem cobrar. Civita di Bagnoregio, no norte de Roma, cobra uma taxa de admissão de 5 euros aos visitantes. A entrada já foi mais barata, mas ao subir a tarifa, as autoridades garantem que a procura aumentou.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Mal de Parkinson pode 'começar' antes do nascimento, diz estudo

Um novo estudo investigando a origem da doença de Parkinson jogou células do cérebro de pacientes em um verdadeiro "túnel do tempo". O objetivo foi identificar, especificamente em pacientes com manifestação precoce do Parkinson — diagnosticados …

Neste hotel os hóspedes dormem em bolhas na selva em meio a elefantes resgatados

Paraíso dos amantes de natureza e belas praias, a Tailândia já figura como destino preferido dos aventureiros há alguns anos. Com hospedagens para todos os gostos e bolsos, o país também possui diversas reservas ambientais …

Jamais pediria ajuda a Trump, diz Bolsonaro sobre brasileiros deportados

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo (26/01), em visita de Estado à Índia, que "jamais" pediria ao líder americano, Donald Trump, para que brasileiros deportados por terem entrado ilegalmente nos Estados Unidos recebessem tratamento …

Destroços de navio de centenas de anos são encontrados na Polônia

Arqueólogos encontraram um navio naufragado de várias centenas de anos, bem como uma ponte destruída da 2ª Guerra Mundial em um rio polonês. Arqueólogos encontraram um navio naufragado de várias centenas de anos, bem como uma …

Por que cientistas estão determinados a provar que Einstein estava errado

Ano entra, ano sai, e tanto a lei dos corpos em queda de Galileu Galilei quanto a teoria da relatividade de Albert Einstein são testadas novamente apenas para os pesquisadores confirmarem pela enésima vez que …

Bolsonaro faz apologia à ignorância, afirmam historiadoras no jornal Le Monde

  O jornal Le Monde que chegou às bancas na tarde desta segunda-feira (27) traz um texto de meia página criticando a política cultural em vigor atualmente Brasil. Assinado por duas historiadoras francesas e uma brasileira, …

OMS considera elevado risco global de coronavírus

A Organização Mundial da Saúde admitiu nesta segunda-feira (27/01) um erro na avaliação de risco global do novo coronavírus, que surgiu na China, e disse que o nível correto é elevado. Anteriormente, ele havia sido …

Quem é Vanessa Nakate, ativista negra cortada de foto com Greta em Davos

O tema era o meio-ambiente, mas o debate sofre o futuro da humanidade ganhou outros vultos quando a jovem ativista climática de Uganda, Vanessa Nakate, descobriu que havia sido cortada pela agência de notícias Associated …

Sobreviventes retornam a Auschwitz nos 75 anos da libertação

Autoridades de 50 países participam da solenidade no antigo campo de concentração na Polônia, em meio a temores pelo aumento do antissemitismo. "Precisamos tomar cuidado para que não volte a acontecer", diz sobrevivente. Mais de 200 …

Por que cientistas querem tanto provar que Einstein e Galileu estavam errados

Ano entra, ano sai, e tanto a lei dos corpos em queda de Galileu Galilei quanto a teoria da relatividade de Albert Einstein são testadas novamente apenas para os pesquisadores confirmarem pela enésima vez que …