Amazon ameaça demitir funcionários que criticarem suas políticas ambientais

(dr) European CEO

Jeff Bezos, CEO da Amazon

Em um comunicado divulgado no Twitter nesta quinta-feira (2), pessoas de um grupo chamado Amazon Employees For Climate Justice, que reúne funcionários da Amazon que são contra as políticas ambientais da empresa, revelaram que a gigante do varejo estaria ameaçando trabalhadores que são contra as atitudes da companhia nessa seara.

Segundo este comunicado, dois funcionários foram informados por representantes legais e do departamento de recursos humanos da Amazon de que suas funções seriam encerradas se continuassem a falar sobre os negócios da Amazon. Maren Costa, designer de experiência do usuário, foi um dos funcionários que a empresa ameaçou demitir.

De acordo com o The Washington Post, primeiro veículo a postar sobre o assunto, a Amazon também ameaçou descontinuar Jamie Kowalski, um engenheiro de desenvolvimento de software. Kowalski e Costa disseram que receberam cartas de um dos advogados da Amazon depois de se manifestarem publicamente em outubro.

Ainda de acordo com este documento postado no Twitter, o grupo de funcionários afirmou que a Amazon mudou sua política em setembro e agora “exige que os funcionários busquem aprovação prévia para falar sobre a Amazon em qualquer fórum público enquanto identificado como funcionário”.

O que diz a Amazon?

No entanto, Jaci Anderson, porta-voz da Amazon, disse que a política de comunicação da empresa não é nova. Em setembro, a companhia até tentou facilitar essa comunicação com os funcionários adicionando um formulário em um site interno onde eles poderiam obter aprovação para eventuais manifestações ou reclamações – antes disso, eles precisavam obter aprovação direta de um vice-presidente sênior.

Ela acrescentou, ainda, que os funcionários são “incentivados a trabalhar em suas equipes” e podem sugerir “melhorias na forma como operamos por meio desses canais internos”.

Os funcionários da Amazon têm pressionado cada vez mais a empresa para que ela mude sua maneira de lidar com os impactos ambientais.

Na reunião anual de acionistas, em maio, milhares de empregados enviaram uma proposta ao CEO Jeff Bezos, para que ele desenvolvesse um plano abrangente de mudança nas políticas climáticas e reduzisse sua emissão de carbono.

Bezos não deu ouvidos em um primeiro momento, mas, depois, acabou anunciando em setembro de 2019 que a Amazon pretende fazer uso de energia renovável por completo até 2030 e ter emissões zero de carbono até 2040.

Os planos foram amplamente vistos como uma resposta às demandas dos funcionários, mesmo que ele não tenha seguido os pedidos.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Governo italiano vende casas a 2 euros na região da Sicília

Mais uma vez o governo italiano está vendendo casas em áreas rurais da Itália, após o sucesso da campanha para repovoamento de áreas abandonadas. Além de promover a ocupação por meio de incentivos para jovens e …

Bolsonaro admite não ter provas de fraudes eleitorais

Em live para a qual convocou veículos de imprensa, Bolsonaro exibiu uma série de teorias falsas, cálculos equivocados e vídeos antigos, já verificados e desmentidos, mas que ainda circulam na internet, como supostas evidências de …

A incrível civilização antiga que mumificava os mortos 2 mil anos antes dos egípcios

"As mais antigas evidências arqueológicas conhecidas de mumificação artificial de corpos", segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), estão presentes na América do Sul, na costa árida …

Delta pode causar covid-19 mais grave, alerta agência americana

Documento interno do órgão de prevenção de doenças dos EUA indica que a variante delta do coronavírus é tão contagiosa quanto a catapora e pode ser transmitida mesmo por indivíduos vacinados. "A guerra mudou", diz …

Vendas de vacinas anticovid impulsionam lucros de laboratórios

A empresa farmacêutica AstraZeneca anunciou nesta quinta-feira (28) que as vendas de sua vacina contra a Covid-19 alcançaram US $ 1,17 bilhão no primeiro semestre do ano. Este número corresponde à entrega de aproximadamente …

Cientistas transformaram água pura em metal pela primeira vez

Cientistas transformaram, pela primeira vez, água pura em metal. A pesquisa poderia permitir um estudo detalhado das condições de extrema alta pressão dentro de grandes planetas. A água pura é um isolante quase perfeito. Sim, a …

Imagens do satélite Amazonia-1 já estão disponíveis — e qualquer um pode acessar

O Ministério da Ciência e Tecnologia comunicou, nesta semana, que as imagens do Amazonia-1 já podem ser acessadas pelo público. O satélite Amazonia-1 foi lançado em fevereiro de 2021 e, desde então, já avançou por etapas importantes, …

Alemanha acusa médico sírio de crimes contra a humanidade

Promotores federais da Alemanha acusaram nesta quarta-feira (28/07) um médico sírio de assassinato e crimes contra a humanidade. O suspeito enfrenta 18 acusações de tortura contra pacientes de hospitais militares nas cidades sírias de Homs e …

Suposto 'padrão' citado por Bolsonaro não indica fraude eleitoral; presidente admite não ter provas

O presidente Jair Bolsonaro usou sua live semanal desta quinta-feira (29/07) para fazer uma apresentação questionando a lisura das últimas eleições e apontando o que considera ser "fortíssimos indícios" de fraudes nas urnas eletrônicas. No entanto, …

Cientistas revelam novos dados sobre neandertais e denisovanos após analise sanguínea

Cientistas, que analisaram os genes de três neandertais e um denisovano, descobriram que ambas as espécies de pessoas ancestrais provêm da África. Os autores também encontraram uma ligação genética entre os neandertais e os aborígines …