Antigo tipo de coronavírus teria varrido o Leste Asiático há 25 mil anos, diz estudo

Ao analisar o genoma de mais de 2.500 pessoas, cientistas chegam à conclusão que o coronavírus pode ser mais antigo do que se imaginava, e apontam que os vírus são um dos “motores da seleção natural humana”.

Um antigo tipo de coronavírus pode ter infectado pessoas que viviam no Leste Asiático há 25 mil anos e por milênios depois, segundo o portal Live Science.

Para realizar o estudo, o principal autor da pesquisa, David Enard, da Universidade do Arizona, nos EUA e uma equipe composta por cientistas de diversas universidades, utilizaram informações disponíveis em um banco de dados público.

Os cientistas analisaram os genomas de 2.504 pessoas em 26 diferentes populações humanas em todo o mundo. Dessas mais de 2.500 pessoas, foi examinado um conjunto de 420 proteínas humanas conhecidas por interagirem com os coronavírus, 332 das quais interagem com o SARS-CoV-2. O estudo foi publicado no site de pré-impressão bioRxiv.

Os genes que codificam essas proteínas sofrem mutação constante e aleatória, mas se uma mutação der uma vantagem a um gene – como uma melhor capacidade de combater um vírus – ele terá uma chance maior de ser transmitido à próxima geração.

No estudo entre pessoas de ascendência asiática, certos genes conhecidos por interagirem com coronavírus foram selecionados. Esse conjunto de mutações provavelmente ajudou os ancestrais dessa população a se tornarem mais resistentes ao vírus antigo, alterando a quantidade dessas proteínas produzida pelas células e deixando na “memória” dos genes a existência desse vírus, por isso, foi possível identificar sua presença na atual análise tantos anos depois.

“Sempre houve vírus infectando populações humanas, os vírus são realmente um dos principais motores da seleção natural nos genomas humanos” disse Enard citado pela mídia.

Outro grupo de pesquisadores descobriu recentemente que os sarbecovírus, a família do coronavírus que inclui o SARS-CoV-2, evoluíram pela primeira vez 23.500 anos atrás, na mesma época em que as variantes em genes que codificam proteínas associadas ao coronavírus surgiram nas pessoas. O estudo também foi publicado no site de pré-impressão bioRxiv, mas ainda não passou por revisão.

Embora as descobertas sejam intrigantes, elas não mudam nossa compreensão de quais populações sobrevivem melhor às infecções por SARS-CoV-2, disse Enard. Não há evidências de que essas antigas adaptações de genes ajudem a proteger as pessoas modernas do SARS-CoV-2. Na verdade, é “quase impossível fazer esse tipo de afirmação”, disse o autor.

Enard e sua equipe agora esperam colaborar com os virologistas para entenderem como essas adaptações ajudaram os humanos antigos a sobreviver à exposição a esse coronavírus primitivo. A equipe também espera que, eventualmente, esses estudos do genoma antigo possam ser usados ​​como um “sistema de alerta precoce” para futuras pandemias.

Ciberia // Sputnik

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Vacina EpiVacCorona tem eficácia de mais de 90%, segundo desenvolvedor

Especialista do centro desenvolvedor da EpiVacCorona informou que os estudos aleatórios em grupos imunizados mostram uma eficácia de mais de 90%. Os anticorpos contra o novo coronavírus, após a vacinação com o imunizante russo EpiVacCorona, se …

Covid: 5 motivos que explicam por que Índia recebe mais ajuda do mundo que Brasil

Hospitais em colapso. Pacientes sem vagas nas UTIs. Falta de oxigênio para quem precisa. O cenário devastador que assola a Índia agora durante a pandemia de covid-19 foi o mesmo do Brasil de algumas semanas atrás. …

Google tem sistema para busca de postos de vacinação contra covid

A partir de agora, o Google vai te ajudar a encontrar o lugar mais próximo para você tomar aquela dose tão sonhada da vacina contra a covid-19. A ferramenta se baseia em buscas do tipo ‘como …

Pessoas vacinadas serão isentas de restrições sanitárias na Alemanha

A Alemanha pretende suspender algumas restrições para as pessoas que já foram vacinadas contra o coronavírus. Quem já foi imunizado não será mais obrigado a apresentar um teste negativo para entrar em lojas que …

Com a tecnologia atual não teríamos nenhuma chance contra esse asteróide

Um asteróide fictício vindo em direção a Terra se mostrou mais poderosos que todos os cientistas. Um grupo de especialistas de agências espaciais dos EUA e da Europa participou de um exercício de uma semana liderado …

Divórcio de Bill e Melinda Gates: as dúvidas sobre o destino de fortuna de US$ 124 bilhões

Bill e Melinda Gates anunciaram na segunda-feira (03/05) que vão se divorciar após 27 anos juntos, pondo fim a um dos casamentos mais famosos do mundo dos negócios. Eles se conheceram na década de 1980, quando …

Atraso para tomar 2ª dose não prejudica imunização contra a COVID-19, explica infectologista

Pelo menos nove capitais brasileiras suspenderam a aplicação da segunda dose da vacina contra a COVID-19 fabricada pelo Instituto Butantan, a CoronaVac. Os municípios alegam que as mudanças nas regras do Ministério da Saúde prejudicaram …

Viaduto de metrô desaba no México e deixa mais de 20 mortos

Colapso de estrutura sobre movimentada avenida deixa 70 feridos na Cidade do México. Linha de metrô que trafegava pelo viaduto foi inaugurada há menos de dez anos. Ao menos 23 pessoas morreram e 70 ficaram feridas …

Converse abre loja virtual na famosa Ilha de Lixo do Pacífico

A Converse quer ajudar a limpar a ilha de Lixo do Pacífico por meio de uma campanha de conscientização que uniu criativos de todo o mundo. A marca de calçados juntou um grupo de jovens artistas …

Ameaças de Biden contra Rússia terão consequências 'desastrosas' para EUA, diz NI

As recentes declarações hostis do presidente dos EUA, Joe Biden, contra a Rússia estimulam Moscou e Pequim a estabelecer aliança que acabaria sendo desastrosa para Washington, escreve The National Interest. Durante discurso ao Congresso dos EUA …