Astrônomos levantam teoria sobre luas ‘solteiras’ na galáxia

O espaço interstelar pode conter uma infinidade de luas, que foram jogadas pelos seus planetas para fora de sistemas solares nos primeiros estágios de desenvolvimento, lê-se em um artigo da revista Astrophysical Journal.

“De acordo com nossas estimativas, a maior parte das luas está em órbitas instáveis, enquanto planetas interagem intensivamente um com outro. Apenas entre 10 e 12% delas se tornam satélites, explica Johathan Lunine, pesquisador da Universidade Cornell.

“A maioria delas são jogadas no espaço interstelar, colidem com planetas gasosos ou se tornam ‘planetas’ autônomos, girando, assim, em torno de uma estrela”, acrescenta.

Durante as últimas duas décadas, foram descobertas quase quatro mil planetas girando em torno de estrelas distantes, muitos deles habitam grandes sistemas siderais. Em todo este período, apenas uma exolua foi descoberta, bem como vários candidatos a se chamar assim, girando em torno de “exoplanetas”, que foram também “expulsos” de sistemas solares.

O primeiro satélite de um planeta fora do Sistema Solar foi descoberto em julho deste ano. Essa lua gira em torno do planeta Kepler-1625b, análogo de Saturno. São necessários 287 dias para que ela dê uma volta completa ao redor do planeta, estando praticamente no meio da “zona de vida”.

Esta descoberta, bem como a ausência de outras luas nos dados do Kepler-1625b, impulsionou questionamento entre astrônomos sobre quão frequentemente exoplanetas possuem satélites, se estes têm ou não sinais de vida na superfície, e por que durante todo este tempo foi descoberto apenas um único satélite natural.

Para obter respostas para estas perguntas, cientistas criaram um modelo computacional de um típico sistema sideral, onde planetas e luas apenas começaram a se formar. Os resultados do estudo foram publicados este mês no site da Universidade Cornell.

Planet Planet

Captura de uma exolua

Ao observarem o processo evolutivo, os pesquisadores descobriram uma característica interessante da vida de satélites de exoplanetas – a maior parte deles, aproximadamente 90%, desaparece durante um dos períodos mais intensos de desenvolvimento de sistemas siderais, quando planetas recém-nascidos se aproximam e começam a “empurrar” os outros, tentando jogar seus “vizinhos” no espaço aberto.

Como resultado, apenas uma pequena quantidade de luas, que possui características muito específicas, consegue sobreviver. Elas devem ser de um tamanho específico e se situar a certa distância do planeta para que possam sobreviver a este estágio de formação de planetas.

Segundo Lunine e seus colegas, isso explica por que astrônomos conseguiram descobrir apenas uma lua deste tipo, já que a maior parte delas foi “catapultada” ao espaço interstelar ou destruída durante interações gravitacionais.

Os cientistas adicionaram também que no vazio entre estrelas pode haver milhões de luas, pois a proporção é clara: a cada mil estrelas há aproximadamente cem luas “abandonadas”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Experiências de quase-morte: luz no fim do túnel pode ter explicação

Pessoas que estiveram à beira da morte afirmam ter visto uma luz branca brilhante no fim de um túnel e encontrado familiares ou animais de estimação. Apesar do tom sobrenatural, a ciência consegue explicar o …

Setenta anos depois, teste de DNA reúne mãe e filha pela primeira vez

Genevieve achava que sua bebê recém-nascida tinha morrido no parto. Mas não: foi adotada por uma família da Califórnia que mentiu sobre suas origens. Agora, mãe e filha se conheceram graças a um teste de …

“Lobisomem da Sibéria”: maior assassino em série da Rússia era policial e matou 78 mulheres

Um ex-policial russo, já condenado a prisão perpétua pela morte de 22 mulheres, foi sentenciado nesta segunda-feira (10) na Sibéria por mais 56 homicídios, o que o torna no maior assassino em série da história …

Pacto Global para Migração da ONU é aprovado por mais de 150 países

O Pacto Global para uma Migração Segura, Ordenada e Regular das Nações Unidas (ONU) foi aprovado nesta segunda-feira (10) por mais de 150 países presentes na conferência intergovernamental da organização na cidade marroquina de Marraquexe. A …

Brasileiro é eleito para Associação Internacional de Seguridade Social

O secretário de Previdência Social do Ministério da Fazenda, Marcelo Abi-Ramia Caetano, foi eleito para o cargo de secretário-geral da Associação Internacional de Seguridade Social (2019-2024). Ele será o primeiro brasileiro a ocupar a posição. Em …

Professora diz aos alunos que o Papai Noel não existe (e é demitida)

Uma professora substituta, em uma cidade norte-americana, já não vai voltar a ser chamada para dar aulas – além do Papai Noel, ela também “matou” o Coelhinho da Páscoa e a Fada do Dente. Por todo …

Maior quebra-cabeças do mundo é uma ilha congelada na Rússia

Localizado entre o Oceano Ártico e os mares gelados do norte da Sibéria, o aglomerado de rochas, conhecidas como as Ilhas da Nova Sibéria, é frio e remoto. As ilhas são uma tela quase desabitada coberta …

O melhor amigo do homem é a solução para a depressão

Há muito tempo se ouve pessoas dizerem, mas a Ciência acaba de comprovar: o cão é mesmo o melhor amigo do homem, sobretudo quando este sofre de depressão. De acordo com um novo estudo, realizado por …

O arroz “esconde” um perigo para o corpo humano

O arroz, grão amplamente utilizado por todo o mundo como parte essencial da dieta alimentar humana, pode acumular grandes quantidades de arsênico e outras toxinas, a maioria das quais entra no corpo durante a digestão. A …

Teste experimental detecta câncer em apenas 10 minutos

Cientistas australianos desenvolveram um novo teste capaz de detectar câncer em apenas 10 minutos, utilizando o DNA obtido através de uma amostra de sangue. A detecção precoce tem melhorado significativamente o prognóstico do câncer. Por esse …