Cientistas ainda estudam consequências de iceberg gigante na Antártica

John Sonntag / NASA

Foto aérea da NASA revela uma enorme rachadura na geleira Larsen C

Foto aérea da NASA revela uma enorme rachadura na geleira Larsen C

No início desta semana, um iceberg de 1 trilhão de toneladas se desligou da gigantesca plataforma de gelo Larsen C, na Antártica, de acordo com um comunicado divulgado pelo Projeto Midas, formado por um grupo de cientistas britânicos que monitoram Larsen C por meio de satélites.

A separação ocorreu entre a segunda-feira (10) e a quarta-feira (12), resultando em um iceberg de 5.800 quilômetros quadrados, equivalente em tamanho ao território do Distrito Federal. O fenômeno era esperado pelos pesquisadores que vigiam uma fenda na plataforma desde 2010, e previam a separação, mas as consequêncisas do evento ainda estão sendo estudadas.

Em comunicado à imprensa, o professor Adrian Luckman, da Universidade de Swansea, principal pesquisador do projeto Midas, informou que o impacto do rompimento em Larsen C será acompanhado, assim como destino do enorme bloco de gelo.

O iceberg é um dos maiores já registrado e seu progresso futuro é difícil de prever. Pode permanecer em uma só peça, mas é mais provável que se divida em fragmentos. Um pouco do gelo pode permanecer na área por décadas, enquanto partes do iceberg podem se dirigir para o norte em águas mais quentes”, avalia Luckman. O novo iceberg é um dos dez maiores monitorados por satélite e deve ser chamado de A68.

O enorme bloco de gelo à deriva no oceano não deve alterar imediatamente o nível do mar. Segundo os cientistas, como a plataforma de gelo Larsen C já estava flutuando, a separação não deslocou água extra.

Larsen C tem uma espessura entre 200 e 600 metros e flutua no oceano à beira da Península Antártica, impedindo o fluxo de geleiras que a alimentam. Com a separação, a área de Larsen C foi reduzida em mais de 12%.

Os pesquisadores britânicos alertam que caso a plataforma continue perdendo blocos de gelo, isso pode resultar na separação de geleiras rumo ao oceano, o que poderia levar a uma elevação de até 10 centímetros no nível do mar. A avaliação dos cientistas é que a nova configuração da plataforma deverá ser menos estável que antes da fenda, aumentando o risco de que ela se desintegre.

“Embora haja um debate abundante sobre isso, nossa pesquisa mostra que a plataforma de gelo restante pode ser menos estável e, eventualmente, seguir o exemplo do vizinho do norte Larsen B. Outros cientistas esperam que a plataforma de gelo se reconstitua, mas só o tempo irá dizer.”, informou o Projeto Midas em nota à imprensa.

Em relação ao impacto do rompimento na biodiversidade, os cientistas garantem que a ave símbolo da região não será prejudicado. “Os pinguins vivem onde podem acessar peixes no mar. A plataforma de gelo tem uma espessura de cerca de 200 metros na sua borda externa.

Uma vez que nove décimos deles estão debaixo d’água, como em qualquer iceberg, o penhasco na borda do mar tem pelo menos 20 metros de altura. Os pinguins podem pular, mas não tão altos.”

No site do Projeto Midas, os pesquisadores também esclarecem que não há provas que liguem o episódio ao aquecimento global.

“Não temos evidências para vincular este evento às mudanças climáticas. Embora a progressão geral do lado esquerdo da plataforma Larsen C de gelo para baixo da Península Antártica tenha sido associada ao aquecimento do clima, essa fenda parece ter se desenvolvido por muitas décadas e o resultado provavelmente é natural”, informaram.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …